Sinebahia Itabuna oferece 17 vagas de trabalho nessa quinta-feira

Há uma vaga para auxiliar de escritório.

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas estarão disponíveis nessa quinta-feira, 09 de maio.

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

Vagas exclusivas para Itabuna. 

OPERADOR DE CAIXA (PCD)

Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Fundamental Completo

Não exige experiência

1 VAGA 

OPERADOR DE TELEMARKETING (PCD)

Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Médio Completo

Não necessita experiência

5 VAGAS

AUXILIAR DE ESCRITÓRIO

Ensino Médio Completo

Experiência mínima de 6 meses na carteira

1 VAGA

(mais…)

Ex-procuradores-gerais afirmam que Nazal é prefeito de Ilhéus em exercício

Otavio Augustus e Fabiano Resende. Fotos: internet/reprodução.

Os advogados e ex-procuradores-gerais do município de Ilhéus, Otavio Augustus Carmo e Fabiano Resende, disseram ao Blog do Gusmão que José Nazal é o prefeito em exercício, até o retorno do titular Mário Alexandre, que está em viagem aos EUA.

Otavio Augustus, também professor da UESC, exerceu o cargo nos três últimos governos do ex-prefeito Jabes Ribeiro (1997-2000, 2001 a 2004, 2013 a 2016). Na opinião dele, havendo comprovada ausência do prefeito em viagem ao exterior, ”não há necessidade do ato de transmissão”.

Fabiano Resende exerceu o cargo em 2017 e foi o primeiro procurador-geral do governo Mário Alexandre. Ele disse ao BG que o “vice-prefeito tem legitimidade conferida pela ordem jurídica e pelas urnas, não carecendo de qualquer ato infralegal do Prefeito Municipal, para substituí-lo em caso de afastamento inferior a 15 (dias). Sabidamente o Prefeito Municipal está no exterior”.

Segundo Resende, a gestão da coisa pública não pode ficar acéfala e o vice-prefeito não depende de qualquer ato para cumprir seu relevante papel.

Empresa norte-americana planeja investir U$ 60 milhões em maricultura em Ilhéus

Foto: Carlos Prates/GovBA.

Em Washington, nos Estados Unidos, o governador Rui Costa assinou um memorando de entendimentos com a Forever Oceans, nesta quarta-feira, 8, para instalação de empreendimento de maricultura na Bahia. A empresa norte-americana pretende investir U$ 60 milhões na criação de peixes na costa de Ilhéus.

A produção está estimada para começar dois anos após o licenciamento ambiental. A previsão é que sejam gerados 100 empregos diretos e 400 empregos indiretos. Inicialmente, será criada a espécie seriola rivoliana, conhecida como olho de boi. A produção inicial está estimada em 24 meses após a instalação do projeto (tempo necessário para que os peixes atinjam o peso de 2,2 quilos), atingindo a capacidade total em cinco anos.

“Assinamos esse memorando com o grupo americano, visando um importante investimento em alto mar, com tecnologia nova e perspectiva de resultados importantes. Além disso, propomos uma integração da empresa com a Bahia Pesca. Fizemos uma apresentação da nossa estrutura e vamos aguardar a resposta”, revelou o governador.

O representante da Forever Oceans e o governador Rui Costa. Foto: Carlos Prates.

De acordo com o superintendente de Atração de Investimentos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Paulo Guimarães, “a assinatura representa um novo estágio do desenvolvimento do estado, com a consolidação de uma cadeia produtiva de produção de peixes em grande escala. Hoje, o estado é um grande importador de peixe. Com projetos como esse, à medida que a cadeia for sendo desenvolvida, podemos pensar que, no futuro, seremos autossuficientes na produção de peixe, que é uma proteína de grande qualidade para a população”.

Paulo, que acompanha o governador na viagem, explicou sobre a proposta de parceria com a Bahia Pesca. “O governador Rui Costa propôs uma parceria entre a Forever Oceans e a Bahia Pesca, onde o Governo do Estado disponibiliza a estrutura e o conhecimento técnico e tecnológico do órgão sobre outras espécies que a eles ainda não tinham pensado em produzir, para que a empresa realize a incubação de matrizes e o desenvolvimento de alevinos para levar para a produção dos peixes em alto mar”.

“Estamos bem impressionados com a Bahia Pesca, com o compromisso do Governo com o meio ambiente e com a estrutura do estado. Estamos felizes por fazer parte desse processo”, afirmou Memphis Holland, membro do Conselho da Forever Oceans.

Também acompanham o governador nos EUA os secretários da Casa Civil, Bruno Dauster; da Saúde, Fábio Vilas-Boas; e da Ciência, Tecnologia e Inovação, Adélia Pinheiro.

Da Secom/BA.

Sinebahia Ilhéus tem 9 vagas de trabalho nessa quinta-feira

Há uma vaga para designer de sobrancelhas.

Confira abaixo as vagas de emprego disponíveis nessa quinta-feira, 09 de maio, na agência do Sinebahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9. Para que não ocorram dúvidas sobre a existência das vagas, confira a lista enviada por Érico Fontes, coordenador do Sinebahia Ilhéus.

AUXILIAR ADMINISTRATIVO (PCD)

Vaga exclusiva para pessoas com deficiência

Ensino Médio Completo

Experiência mínima de 6 meses comprovada em carteira de trabalho

Informática básica

Apresentar Laudo

01 VAGA 

OPERADOR DE CAIXA (PCD)

Vaga exclusiva para pessoas com deficiência

Ensino Médio Completo

Possuir informática básica

Apresentar Laudo

01 VAGA 

ATENDENTE BALCONISTA

Ensino Médio Completo

Experiência mínima de 6 meses comprovada em carteira de trabalho

Possuir conhecimento com caixa

Residir preferencialmente na Zona Sul de Ilhéus

01 VAGA 

(mais…)

Brasil é segundo país mais conectado, mas conexão está longe das mais rápidas

Foto: Pexels.com .

O Brasil já tem mais de 149 milhões de usuários conectados à Internet, o que representa cerca de 70% da população do país. De acordo com a pesquisa Digital 2019, realizada pelas empresas Hootsuite e We Are Social, o número de usuários brasileiros conectados apresenta um crescimento de 7,2% — aproximadamente 10 milhões de pessoas — em relação ao início de 2018.

Porém, segundo dados divulgados por um relatório de mercado da Speedtest, referentes aos dois últimos trimestres de 2018, o Brasil não apresenta bons números quando se trata da velocidade da sua Internet. O país ocupa o 65º lugar no mundo, entre a Índia e a Macedônia, no ranking mundial de velocidade média de download em banda larga fixa — e cai para o 74º lugar quando se trata da velocidade de upload.

Segundo o relatório da Digital 2019, 67% dos brasileiros têm acesso a um smartphone, contra apenas 38% que acessam um computador. Mais de 139 milhões de pessoas no país usam Internet móvel — em 2015, esse número não chegava a 82 milhões.

No entanto, a situação da velocidade de conexão no Brasil é ainda pior no caso de dispositivos móveis: o país se encontra no 71º lugar no que se refere à velocidade de download móvel e, para upload, no 99º lugar. Os brasileiros estão cada vez mais conectados, mas essa conexão continua bastante lenta.

Longas e lentas horas de conexão

Quando o assunto é conexão, o Brasil está no topo do mundo. Certamente não em velocidade de Internet, mas em tempo gasto on-line. Se em 2015 estávamos em terceiro lugar na lista de países que gastam mais tempo conectados, já em 2019, ultrapassamos a Tailândia e chegamos ao segundo lugar, ficando atrás apenas das Filipinas. Enquanto a média mundial de tempo on-line por dia é de seis horas e 42 minutos, a média do brasileiro é de nove horas e 29 minutos.

Foto: Pexels.com .

Esses dados também foram divulgados pela Digital 2019, que revelou ainda que os brasileiros gastam cerca de três horas e meia por dia assistindo a vídeos na televisão ou pela Internet. Quando esses conteúdos estão on-line, contudo, a experiência dos brasileiros pode não estar entre as melhores do mundo. Embora a Netflix, provedora de conteúdo online, já seja a maior TV por assinatura do Brasil, os seus usuários enfrentam o problema da velocidade da Internet que, no caso das emissoras de televisão tradicionais, não é uma questão.

Cada vez é possível fazer mais coisas pelo mundo virtual e todas elas são certamente prejudicadas pela baixa velocidade da Internet no país. Contudo, esse problema compromete principalmente as transmissões audiovisuais ao vivo, que são inúmeras — de concertos de música e partidas esportivas, oferecidos, por exemplo, pela TV Globo, até jogos de apostas e entretenimento em sites de cassino “live”, como a Betway Casino.

Seria a baixa velocidade da Internet um dos motivos da longa permanência on-line dos brasileiros? Os problemas de conexão estão “atrasando” a nossa vida? É possível que esse fator tenha uma influência grande nos resultados. Os países que lideram a lista de alta velocidade de conexão, Cingapura, Hong Kong e Coreia do Sul, apresentam resultados bem menores que os do Brasil, sendo que Hong Kong e Coreia estão abaixo da média mundial de horas on-line.

Um futuro mais veloz?

Nem todas as notícias são negativas. Segundo a pesquisa da Speedtest, podem ser observados investimentos de importantes empresas, como a TIM e a Vivo, em fibra ótica (FTTH) no Brasil, para aprimorar a conexão da Internet banda larga nas maiores cidades do país. Atualmente, a NET Virtua é a provedora mais rápida em Internet fixa.

As grandes cidades são, como seria de se esperar, as que apresentam as melhores conexões, com destaque para São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, que apresentam velocidades de download acima de 30 Mbps. Salvador se encontra em 9º lugar, com uma velocidade de download de 20,43 Mbps. A média mundial, segundo a Digital 2019, é de 54.3 Mbps. Embora investimentos em fibra ótica sejam positivos para cidades grandes, é preciso atenção para que as áreas rurais, onde serviços de telefonia e Internet são precários, não fiquem ainda mais para trás.

Foto: Pexels.com .

No caso da Internet em dispositivos móveis, a velocidade de download no Brasil cai para apenas 18,50 Mbps. A operadora Claro é a líder em velocidade, mas a sua distribuição é menos densa que a da Vivo e da TIM. No ranking de cidades com a conexão mais rápida em dispositivos móveis, Porto Alegre alcança o topo da lista, enquanto Salvador sobe para o 8º lugar. Em todas as dez cidades líderes em velocidade, a Claro se mostrou a operadora mais eficiente nesse quesito.

A conclusão do relatório da Speedtest é positiva. A extensão territorial do Brasil é um grande desafio para a cobertura e para a boa conexão de Internet pelo país, contudo, a pesquisa concluiu que a velocidade da banda larga fixa está caminhando na direção certa, enquanto a concorrência entre operadoras telefônicas tem impulsionado melhorias na conexão por dispositivos móveis. Os usuários brasileiros agradecem.

Coluna de Levi Vasconcelos, do jornal A Tarde, destaca Ilhéus sem prefeito

Foto da coluna impressa do jornalista Levi Vasconcelos, do jornal A Tarde.

Da Coluna de Levi Vasconcelos, de A Tarde. Texto publicado neste quarta-feira, 08 de maio.

Polêmica em Ilhéus: Marão vai aos EUA sem passar o cargo ao vice

Protagonista de uma administração que oscila entre o lamentável e o lastimável, o prefeito de Ilhéus, Mario Alexandre (PSD), o Marão, volta ao palco principal da cena política pela porta dos fundos: viajou para os EUA a convite do Banco Mundial sem passar o carro ao vice, José Nazal (Rede).

Conta Nazal que, embora os dois estejam politicamente rompidos, se falam. Sábado à noite Marão ligou e os dois se encontraram:

 — Conversamos mais de duas horas. Ele me disse que domingo faria a transmissão. Domingo me ligou dizendo que iria receber Fernando Gomes (prefeito Itabuna) e depois me falaria. Dez da noite me mandou um zap dizendo que não teve tempo, viajou e não mais deu satisfações.

SEM COMANDO — Ontem Nazal mandou publicar no Diário Oficial do Município que estava prefeito. O secretário de administração, Bento Lima Neto, se recusou a publicar. Nazal comunicou ao presidente da Câmara, César Porto (PDT), que disse reconhecer ele como prefeito. Mas o fato é que ontem Ilhéus ficou sem prefeito.

O pano de fundo da questão é a reintegração de 266 demitidos por uma ordem judicial da desembargadora Sílvia Zarif, e o presidente do TJ, Gesivaldo Britto, anulando a decisão da primeira instância. E Marão resiste.

Conclusão: Jorge Amado está fazendo falta por lá.

Marão frita Hélio Ricardo e convida Ed Camargo para assumir a Secom

Notinhas.

Hélio Ricardo na frigideira de Marão.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, está convicto de que o principal problema do seu governo é a secretaria de comunicação social.

Na visão dele, a Engenho Novo, agência que tem a conta da prefeitura, é subaproveitada.

Mário já foi avisado que comunicação e publicidade não geram efeitos positivos duradouros quando o governo tem 74% de conceitos péssimo e ruim junto à população, porém, a ideia fixa permanece, uma vez que tudo é culpa da Secom, a “cabra expiatória” da vez.

O gestor culpa o secretário Hélio Ricardo, e de maneira ingrata, afirma que o amigo, peça importantíssima na campanha vitoriosa de 2016, não tem qualificação para o cargo.

A justificativa não faz sentido, pois se for levada ao pé da letra, o próprio Mário não tem condições intelectuais para administrar o município. Hélio é mais preparado para ser secretário de comunicação, do que Marão prefeito, pois o curso de medicina não gradua em gestão pública.

Disposto a mudar o comando da Secom, o prefeito convidou o jornalista Ed Camargo, atual secretário de comunicação de Itacaré, para assumir o cargo em Ilhéus.

O convite está sendo avaliado.

Os tênues limites entre a escravidão contemporânea e o mundo do trabalho assalariado

“O aumento vertiginoso da desigualdade social também aparece como traço característico do mundo contemporâneo neoliberal, em que não apenas colaboram a redução de postos de trabalho, mas as dificuldades de garantir o emprego decente, a partir do que formulam a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da Organização das Nações Unidas (ONU)”.

 

 

Por Elisabeth Zorgetz.

Desde agosto de 2017, a fiscalização contra o trabalho escravo está praticamente suspensa no Brasil por conta da interrupção de repasses ao Detrae (Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo), órgão vinculado ao MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) pelo presidente Michel Temer. Hoje, no período Bolsonaro, o próprio Ministério foi extinto e incorporado ao Ministério da Economia. Uma verticalização na organização dos trabalhos tem paralisado a atuação dos auditores. Atualmente o Detrae responde à Subsecretaria de Inspeção do Trabalho, vinculada à Secretaria do Trabalho, esta subordinada à Secretaria Especial de Previdência e Trabalho. Ainda no fim do mês passado, 10 venezuelanos foram resgatados em Itabuna numa oficina, na qual moravam e recebiam remuneração degradante. No ano passado, trabalhadores em fazendas de cacau também foram encontrados em situação semelhante.

Mas o que representa o trabalho “análogo” à escravidão senão uma contradição gritante à racionalidade “modernizante” dos nossos tempos (tempos que exigem muitas aspas)? Vejamos, então.

Com a ascensão da forma da mercadoria, também ascenderam e foram difundidas noções de permutabilidade universal e igualdade formal sobre os sujeitos. Porém, o desenvolvimento das relações materiais, assim como os mecanismos e procedimentos de Estado, que geram e reforçam tais ideias e normas, atuaram e permanecem atuando numa realidade em que os sujeitos também são mercadoria. Essa contradição não é respondida pelo movimento institucional de direitos sociais, mas avança em sua latência e violência com o desenvolvimento do capitalismo.

A globalização e reajuste estrutural, que alcançaram as populações de trabalhadores por todo o mundo intensificaram a existência do trabalho como mercadoria, como mais um fator de produção, aumentando a precariedade e a desproteção, gerando um problema para as normas internacionais do trabalho. Existe uma diferença concreta entre restrições jurídicas, como o trabalho forçado no sentido mais literal do termo, e a restrição econômica, que pressiona o trabalhador familiar das áreas rurais, sem criar um problema jurídico identificável, para trabalhar como assalariado em grandes unidades rurais do agronegócio, para a economia de exportação.

O aumento vertiginoso da desigualdade social também aparece como traço característico do mundo contemporâneo neoliberal, em que não apenas colaboram a redução de postos de trabalho, mas as dificuldades de garantir o emprego decente, a partir do que formulam a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da Organização das Nações Unidas (ONU).  Um grande limite da OIT se trata da compreensão tradicional do trabalhador como assalariado dependente, que ignora, de certa forma, o trabalhador autônomo e familiar. Um contingente significativo de trabalhadores na agropecuária, serviços e microempresas, na formalidade ou informalidade, compõe as formas de trabalho considerar independentes, ou, por outro lado, relacionados com a auto-exploração.

(mais…)

Loja Casa+Fácil de Ilhéus tem 5 vagas de trabalho

 

Casa+Fácil de Ilhéus. Foto: Thiago Dias.

A Casa+Fácil de Ilhéus, especializada na venda de materiais de construção, abriu 5 (cinco) vagas para colaboradores:

são 2 (duas) vagas para auxiliares administrativos (com nível médio completo);

2 (duas) para auxiliares de entrega (somente homens com nível médio completo);

e 1 (uma) vaga para auxiliar de serviços gerais (alfabetizado).

Os candidatos devem ir até a Casa+Fácil das 15 às 17 horas, de segunda a sexta-feira, e procurar o gerente Liomar Santana. Todos devem levar currículo e comprovar experiência.

A loja Casa+Fácil de Ilhéus fica na Avenida Itabuna, 929, em frente à Maçonaria, telefone 73 3633 6849.

Atualizado às 23h45min., de 15 de maio de 2019.

Todas as vagas foram preenchidas e o prazo está encerrado.