Entrevista. César Porto diz que não pode falar sobre outras gestões. “A minha é de transparência”

Vereador César Porto. Foto: Instituto Nossa Ilhéus.

O presidente da Câmara Municipal de Ilhéus, vereador César Porto, concedeu entrevista ao Blog do Gusmão no início da noite desta terça-feira, 21.

Porto preside o legislativo municipal num momento extremamente difícil, uma vez que o Ministério Público do Estado da Bahia (por meio da Operação Xavier e do promotor Frank Ferrari) afirma que há corrupção endêmica na chamada “casa do povo”.

Imagem de um dos momentos da entrevista. Foto: Luk Rei.

Na entrevista abaixo, o presidente foi perguntado sobre as acusações do MP-BA e outros assuntos relacionados a seguir:

parlamentares que ficam com os cartões “vale-refeição” e com parte dos salários dos assessores;

a decisão de empossar  três suplentes (Augustão, Zé Neguinho e Gilmar Sodré) no lugar dos vereadores afastados (Aldemir Almeida, Tarcísio Paixão e Lukas Paiva);

organização criminosa dentro da Câmara de Vereadores de Ilhéus;

César Porto explica porque manteve o contrato (sem licitação) com a empresa SCM, acusada pelo MP-BA de pagar propinas aos ex-presidentes Josevaldo Machado, Tarcísio Paixão e Lukas Paiva;

o presidente fala sobre o aperfeiçoamento da transparência (como exige o MP-BA) e a realização de concurso público na casa legislativa.

Ouça a entrevista que também teve a participação do apresentador  Luk Rei, da repórter Elen Prince e do jornalista Chico Andrade.

Sinebahia Ilhéus tem 12 vagas de trabalho nessa quarta-feira

Há uma vaga para mecânico de refrigeração.

Confira abaixo as vagas de emprego disponíveis nessa quarta-feira, 22 de maio, na agência do Sinebahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9. Para que não ocorram dúvidas sobre a existência das vagas, confira a lista enviada por Érico Fontes, coordenador do Sinebahia Ilhéus.

AJUDANTE DE COZINHA

Ensino Fundamental Completo

Experiência mínima de 6 meses comprovada em carteira de trabalho

01 VAGA

MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃO

Ensino Médio Completo

Experiência mínima de 6 meses comprovada em carteira de trabalho

Trabalhar com ar condicionado, câmara fria, refrigeradores em geral

01 VAGA 

RECEPCIONISTA ATENDENTE

Ensino Médio Completo

Experiência mínima de 6 meses comprovada em carteira de trabalho

Possuir conhecimento com o sistema ADMH – Administrador Hoteleiro

Residir na Zona Sul de Ilhéus

Com disponibilidade para trabalhar TARDE / NOITE

01 VAGA 

(mais…)

Rota para a fogueira

“o presidente está acuado. Seu governo é um fracasso. Suas estratégias são equivocadas e sem objetividade. Suas medidas são absurdas e os resultados são pífios e prejudiciais. Não tem prestígio político, perdeu confiança e apoio da área econômica, não é bem visto nas altas Cortes e não tem força para mobilizar as Forças Armadas em sua defesa. É vertiginosa a queda de sua aceitação junto ao eleitorado”.

Por Ramayana Vargens.

Os círculos políticos de Brasília estão agitados e apreensivos. A divulgação, pelo Presidente da República, de um manifesto virulento – assinado por autor desconhecido, depois assumido por inexpressivo correligionário – foi inesperada e impactante. São impropérios pesados contra os poderes da União, afirmando que o país é ingovernável. Acusações raivosas que abrem a cortina de um cenário que talvez seja o último ato da opera bufa que este governo representa. A metralhadora giratória do escriba radical (certamente municiada com os 5000 projéteis que a Lei da Bala propõe para o cidadão) não poupa ninguém. Atinge a todos, como num fulminante ataque terrorista. O miliciano do texto extraoficial, mas abrigado nas redes de Vossa Excelência, desrespeita e debocha da seriedade do Judiciário; duvida da honestidade e dos propósitos do Congresso; insulta a classe política e o empresariado; e diz que a Presidência não governa e não serve para nada. Prato cheio para os especuladores pisotearem a economia afundada e lucrarem com a drástica situação do país, que ele (o jagunço do whatsapp) chama de “moribundo-Brasil”.

Não é o caso de ser purista e fazer a apologia hipócrita do bom funcionamento da Justiça e do Legislativo. Há muita falcatrua para ser desfeita e extirpada. Nem todo mundo é santo e existe muito rabo preso em comprometimentos espúrios. Mas a gravidade do momento requer ponderação e discernimento. Um presidente, realmente preocupado com a situação nacional, não pode legitimar (e louvar) um panfleto tão demolidor e inconsequente.    A quem serve o capanga-redator? Única resposta evidente: à desordem, ao caos generalizado. Por que esticar a corda rota e provocar mais desequilíbrio na instabilidade das instituições? É a estratégia desesperada do artilheiro cercado: detonar uma granada, para tentar a fuga na fumaça da explosão.

A reação de repulsa foi imediata. Os analistas políticos (também alvo do extremista das palavras) apontam o motivo principal para a torpe agressão aos valores republicanos e ao funcionamento da democracia: o presidente está acuado. Seu governo é um fracasso. Suas estratégias são equivocadas e sem objetividade. Suas medidas são absurdas e os resultados são pífios e prejudiciais. Não tem prestígio político, perdeu confiança e apoio da área econômica, não é bem visto nas altas Cortes e não tem força para mobilizar as Forças Armadas em sua defesa. É vertiginosa a queda de sua aceitação junto ao eleitorado. Sua imagem de salvador impoluto, contra a corrupção e pela restauração moral dos bons costumes, desmoronou rapidamente. A face oculta de seu currículo (agora exposta com mais evidência) espanta e afasta os bem-intencionados, que acreditaram em seu discurso cheio de promessas e patriotadas.

Após a sistemática desvalorização e desmonte da Educação, no atual governo, reapareceu (com destaque) seu acidentado perfil como estudante militar. Nada elogiável. Não conseguiu chegar ao nível superior de preparação dos oficiais. Não teve formação para funções de alto comando. Fez só o curso básico do oficialato, sem estar qualificado para ser promovido a major, tenente-coronel, coronel e chegar a general. Foi barrado na Escola de Comando e Estado Maior do Exército (Eceme) por não ter “Embasamento intelectual e cultural, necessários ao futuro oficial do estado maior e assessor de alto nível da força” faltando “conhecimento interdisciplinar de História, Geografia, Geopolítica e Estratégia, necessário à continuidade da instituição de caráter permanente ‘Exército Brasileiro’” (documento citado por Clóvis Rossi, Folha de São Paulo, 17/05/2019).

(mais…)

Sinebahia Itabuna oferece 26 vagas de trabalho nessa quarta-feira

Há três vagas para auxiliares de cozinha.

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas estarão disponíveis na próxima quarta-feira, 22 de maio.

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

OPERADOR DE CAIXA (PCD)

Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Médio Completo

Não necessita experiência

01 VAGA 

OPERADOR DE TELEMARKETING (PCD)

Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Médio Completo

Não necessita experiência

05 VAGAS

MONITOR DE RESSOCIALIZAÇÃO

Ensino Médio Completo

Experiência mínima de 6 meses com vigilância

Possuir curso de vigilante e de informática básica

03 VAGAS

(mais…)

Suplentes tomam posse na Câmara de Ilhéus

Da esquerda para a direita: Augustão; Zé Neguinho e Gilmar Sodré. Foto: Emilio Gusmão.

Augustão (PSB), Gilmar Sodré e Ze Neguinho (PP) assumiram provisoriamente os mandatos dos titulares Aldemir Almeida, Lukas Paiva e Tarcísio Paixão, na Câmara de Vereadores de Ilhéus, na tarde desta terça-feira, 21.

Aldemir foi afastado, Lukas e Tarcísio tiveram o pedido de prisão preventiva decretado pela 1ª Vara Criminal de Ilhéus, em decorrência da Operação Xavier.

MP-BA aceita converter prisão preventiva em domiciliar de empresário que se trata contra o câncer

Aedo Laranjeiras, sócio da empresa SCM. Foto: Facebook/reprodução.

O advogado Gustavo Gomes Brito, que representa o empresário Aedo Laranjeira, pediu a conversão da prisão preventiva do seu cliente em cárcere domiciliar.

Aedo teve a prisão decretada por ser sócio da empresa SCM Serviços de Consultoria Contábil.

Segundo o MP-BA, a SCM está envolvida em fraudes de licitações e em pagamentos de propinas aos ex-presidentes da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Josevaldo Machado, Tarcísio Paixão e Lukas Paiva.

Aedo faz tratamento contra o câncer de próstata e as condições do presídio Ariston Cardoso vão debilitar ainda mais sua saúde. O empresário está preso desde a última quarta-feira, 15 de maio.

O promotor Frank Ferrari aceitou o pedido uma vez que a defesa juntou muitas provas. O acordo já está pronto e aguarda deferimento da juíza Emanuele Vita, da 1ª Vara Criminal de Ilhéus.

Atualizado às 12h50min.

A juíza Emanuele Vita deferiu o pedido, mas impôs as seguintes condições:

– obrigação de prestar mensalmente informações atualizadas sobre seu estado clínico, instruindo-o com relatório médico e exames atualizados;

 – proibição de manter contado com as testemunhas do caso e demais investigados, à exceção de seu filho, Cleomir Primo Santana, inclusive por meio da rede mundial de computadores, redes sociais e telefone;  

– proibição de ausentar-se de seu domicílio para finalidades distintas do seu tratamento; – proibição de frequentar a Câmara Municipal de Ilhéus enquanto perdurar o processo, devendo ficar distante deste local;

– proibição de participação de qualquer tipo de negociação e contrato licitatório envolvendo entes e órgãos públicos, tanto na esfera municipal, estadual, como Federal;

 – manter-se recolhido à residência entre 18 e 6 horas, salvo para exames e/ou consultas, prorrogando ou reduzindo o horário de recolhimento;

– permanecer dentro da residência nos domingos e feriados em tempo integral, durante o tempo determinado para a prisão domiciliar, a menos que haja autorização para alteração do horário de recolhimento.

Seleção de Uruçuca conquista primeira vitória no Campeonato Intervale

Seleção de Uruçuca. Foto: Ascom/Prefeitura.

Quem esteve no Estádio Ferreirão, em Uruçuca, no último domingo, 19, pôde acompanhar a 3ª rodada do Campeonato Amador e prestigiar a Seleção de Uruçuca, que conquistou a primeira vitória nas oitavas de final do Campeonato Intervale.

A torcida pôde conferir as melhorias que estão sendo feitas no Ferreirão, que além da arquibancada coberta, está com a pavimentação em andamento. A expectativa é que no próximo domingo já esteja com 80% do calcetamento concluído.

Foi um domingo de muitos gols, com grande torcida presente e muita vibração. Confira os resultados. Campeonato Amador: Londrina 3 X 0 Goiás; São Paulo 2 X 6 AFAU. E pelo Campeonato Intervale: Uruçuca 2 X 0 Rafael Jambeiro.

Jogos do próximo domingo, 26, no Ferreirão: Bahia x Conduru; Banco do Pedro x Serra  Grande.

A Seleção de Uruçuca joga fora de casa contra Rafael Jambeiro.

Defesa pede revogação da prisão preventiva para que Lukas Paiva se apresente

Sergio Habib foi contratado por Lukas Paiva.

O vereador Lukas Paiva (PSB), alvo de um mandado de prisão preventiva da 1ª Vara Criminal de Ilhéus, pedido pela Operação Xavier, contratou o escritório do advogado Sergio Habib, um dos mais respeitados da Bahia e ex-secretário estadual de segurança pública.

Ontem (segunda-feira, 20), um advogado esteve no Fórum Epaminondas Berbert de Castro para negociar a apresentação de Lukas Paiva e Leandro Silva Santos (sócio da empresa Licitar cuja prisão também foi decretada).

A proposta inicial é apresentar Lukas e Leandro desde que as prisões preventivas sejam revogadas. O Ministério Público do Estado da Bahia não aceitou as condições impostas pela defesa.