Waldeny Andrade lança livro em defesa da biodiversidade

Waldeny Andrade (foto: Luiz Conceição)

“Noite no Vale do Cotia” é a mais nova incursão pelo mundo da ficção literária do escritor, jornalista e radialista aposentado Waldeny Andrade na luta pela preservação do que ainda resta da cobertura nativa no Sul da Bahia.

A obra, baseada em fatos reais, será lançado na Semana do Meio Ambiente, em junho, narra uma história de mistérios, usura, perseverança, crimes e traições tendo como foco o homem.

Neste seu quarto livro editado pela Via Litterarum, o irrequieto escritor narra história de uma família, proveniente do Nordeste brasileiro, que foge da seca e aporta em Itabuna, atraída pela fama do cacau numa época em que a economia cacaueira passa por mais uma de suas renitentes crises econômico-financeiras.

A saga dessa gente leva a construir uma fazenda de cacau, onde pretende manter em pé a densa floresta nativa, seus corpos d’água, a fauna e flora então abundantes.

Contudo, tem contra si o desafio imposto por grandes fazendeiros com a alternativa pecuária avançando sobre a região de predominância cacaueira e a consequente a devastação da Mata Atlântica.

O thriller se passa na área rural de Palestina, hoje Ibicaraí, município de onde corre o imaginário Ribeirão Cotia, um dos tributários do Rio Salgado que, com o Rio Colônia, forma mais adiante o Rio Cachoeira. Este, atualmente recebe, do mesmo modo que nas cidades da bacia do Rio Almada, quase todo o esgotamento sanitário por falta de infraestrutura e omissão dos governos.

É certo que depois do sucesso editorial do seu terceiro livro “Serra do Padeiro – A saga dos Tupinambás”, o escritor Waldeny Andrade tenha amadurecido ainda mais na arte de contar estórias e histórias, aprimorado a técnica literária e se apossado de uma narrativa rápida e eletrizante.

Na contracapa, embora o ficcionista diga que “Noite no Vale do Cotia” seja um painel real sobre a Região Cacaueira e que qualquer associação de nomes citados seja simples coincidência, o leitor certamente vai tirar suas próprias deduções pela riqueza de elementos trazidos nesta obra.

Da Assessoria.

Polícia baiana é premiada pelo Banco do Brasil por ações de segurança

Roubo a banco na Bahia reduziu 24,2% no primeiro quadrimestre de 2019.

Polícias Militar e Civil da Bahia foram homenageadas pelo Banco do Brasil em reconhecimento às ações de apoio à proteção da instituição financeira.

Aproveitando a presença do vice-presidente nacional, o evento foi idealizado para agradecer ao Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e ao Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) às operações preventivas e repressivas na preservação das atividades financeiras do grupo. O evento ocorreu na quinta-feira (23), no Novotel Salvador Hangar Aeroporto.

Segundo o comandante da Companhia Antibombas do Bope, capitão PM Érico Carvalho, a homenagem foi devido ao apoio e trabalho que vem sendo realizado cotidianamente, a exemplo da última ação ocorrida no dia sete de maio.

“Desativamos um cinto explosivo que foi colocado no corpo de um funcionário da agência do banco, no município de Muritiba. Realizamos o procedimento de maneira rápida e conseguimos evitar o pior”, contou. Presente no evento, a vítima falou emocionada sobre a situação de risco que vivenciou e quanto foi indispensável a ação policial para que estivesse com vida para contar.

Também foram homenageados representantes do Draco, delegados Marcelo Sansão e Paulo Guimarães, diante da redução de 24,2% em roubo a banco na Bahia, no primeiro quadrimestre de 2019, comparado ao mesmo período do ano passado, graças ao trabalho integrado das Polícias Militar e Civil.

O vice-presidente do BB, Carlos Motta dos Santos, e o superintendente do BB na Bahia, Amauri Aguiar de Vasconcelos entregaram as agraciações.

(mais…)

Bahia lidera geração de postos de trabalho no Nordeste

Agropecuária gerou mais de 2 mil postos de trabalho na Bahia.

A Bahia gerou 10.093 postos de trabalho com carteira assinada em abril de 2019, segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).

O resultado decorre da diferença entre 55.305 admissões e 45.212 desligamentos. Trata-se do maior saldo do mês de abril desde 2014. O resultado superou também o saldo do mês de março, quando 2.569 postos de trabalho foram criados.

O saldo de abril deste ano é superior ao registrado em abril de 2018, quando foram criados 1.976 postos de trabalho. Setorialmente, em abril, todos os segmentos contabilizaram saldos positivos: Agropecuária (+2.461 postos), Indústria de Transformação (+2.438 postos), Serviços (+2.328 postos), Construção Civil (+1.575 postos), Comércio (+772 postos), Serviços Industriais de Utilidade Pública (+212 postos), Administração Pública (+194 postos) e Extrativa Mineral (+113 postos).

Em relação ao saldo de postos de trabalho, a Bahia (+10.093 postos) ocupou a primeira posição dentre os estados nordestinos e a quarta dentre os estados brasileiros em abril de 2019.

No Nordeste, apenas Alagoas (-4.692 postos) e o Rio Grande do Norte (-501 postos) não geraram postos com carteira assinada. Todos os outros estados da região apresentaram desempenho positivo. A Bahia (+10.093 postos) foi seguida pelo Maranhão (+6.681 postos), Ceará (+2.153 postos), Paraíba (+778 postos), Sergipe (+649 postos), Pernambuco (+425 postos) e Piauí (+7 postos).

Acumulado do ano

Nos quatro primeiros meses do ano, a Bahia gerou 22.133 novos postos de trabalho, levando em conta a série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo. Este resultado faz com que a Bahia ocupe a primeira posição na região Nordeste e a sexta no país quanto à geração de empregos. No Nordeste, apenas a Bahia e o Maranhão (+3.470 postos) totalizaram saldos positivos.

Em contrapartida, sete estados nordestinos totalizaram acumulados negativos. Pernambuco (-25.698 postos) foi seguido por Alagoas (-21.796 postos), Paraíba (-7.629 postos), Rio Grande do Norte (-5.927 postos), Ceará (-5.624 postos), Sergipe (-4.031 postos) e Piauí (-2.803 postos).

Informações da Ascom Seplan.

Provas do concurso para auditor fiscal serão aplicadas neste domingo

O Governo do Estado realiza, neste domingo (26), as provas objetiva e discursiva para o concurso público de auditor fiscal, promovido conjuntamente pelas secretarias da Administração (Saeb) e da Fazenda (Sefaz). As provas serão aplicadas em Salvador, nos turnos matutino e vespertino.

No período da manhã será aplicada a prova objetiva de conhecimentos gerais, com fechamento dos portões às 8h30. Com duração de três horas, a avaliação terá 60 questões e os candidatos poderão levar o caderno depois de transcorridas 2h30 da avaliação.

Na parte da tarde serão realizadas as provas objetiva e discursiva de conhecimentos específicos. Os portões serão fechados às 14h e as provas terão duração total de quatro horas e trinta minutos, somando 55 questões objetivas e uma discursiva. O caderno poderá ser levado pelos candidatos depois de 4h de prova.

Lançado em fevereiro deste ano, o concurso oferece 60 vagas, sendo 24 são para a área de Administração, Finanças e Controle Interno; 17 para Tecnologia da Informação; e 19 para Administração Tributária. O concurso tem validade de um ano, podendo ser renovado por igual período.

Fornecimento de água será interrompido em 27 localidades de Ilhéus nesta segunda-feira

Fornecimento de água deve ser reestabelecido em até 24h após manutenção.

A Embasa informou que, nesta segunda-feira (27), a partir das 8h, vai realizar a manutenção de equipamentos na barragem do Iguape, e que, por conta disso, o fornecimento de água será temporariamente interrompido em 27 localidades da região centro – zona norte do município de Ilhéus.

A previsão é de que os serviços sejam concluídos ao final do dia, e o fornecimento seja restabelecido por completo em até 24h após isso.

As localidades atingidas serão: Alto da Esperança, Alto do Amparo, Alto do Cacau, Alto do Carvalho, Alto do Coqueiro, Alto Legião, Alto Nerival, Alto Soledade, Alto São Francisco, Avenida Itabuna, Banco da Vitória, Basílio, Conquista, Esperança, Frei Vantuy, Iguape, Malhado, Morada do Bosque, Morada do Porto, Pacheco, Princesa Isabel, Salobrinho/UESC, São Domingos,Tapera, Teotônio Vilela,Vila Cachoeira e Vila Nazaré.

A empresa disponibiliza canais de atendimentos para maiores informações. São eles: 0800 0555 195; aplicativo para smartphone e www.embasa.ba.gov.br.