Magela e os medicamentos de origem duvidosa

Notinhas.

Geraldo Magela e os remédios de procedência estranha. Fotos: Google/reprodução.

Os contratos para aquisição de medicamentos da atenção básica de Ilhéus, principalmente para os postos de saúde, foram encerrados no dia 31 de dezembro de 2018. Em algumas unidades a falta gera insatisfação nos usuários do SUS.

Apesar do impedimento para a compra, de maneira bem estranha alguns postos receberam medicamentos adquiridos recentemente.

Segundo fontes confiáveis, remédios de procedência no mínimo duvidosa foram entregues à secretaria de saúde, mas não passaram pelo controle da farmácia básica do município. 

Com a palavra o secretário Geraldo Magela, tido em Teixeira de Freitas e Itabuna como o “senhor dos jeitinhos”.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *