Exclusivo. TJ-BA reforma sentença e passa a considerar taxi-lotação como um crime

Fazer lotação é crime de contravenção penal. Foto: Gidelzo Silva.

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), por meio da 5ª Turma Recursal dos Juizados Especiais, reformou sentença da juíza Raquel François Ramires que considerou o transporte de passageiros, feito por táxi-lotação, como “mera infração administrativa”.

Na sentença de agosto de 2017, a magistrada rejeitou denúncia contra Daniela Alves de Santana, que segundo o Ministério Público Estadual, transportava passageiros sem estar autorizada pela Prefeitura de Ilhéus.

Segundo a juíza relatora, Mariah de Fonseca, transporte clandestino é crime de contravenção penal, que pode gerar de quinze dias a três meses de prisão simples ou aplicação de multa.

Mariah de Fonseca, cujo voto foi acompanhado pelos demais membros da 5ª Turma Recursal, determinou que o processo retorne a Ilhéus e seja reiniciado. Ela ressaltou que a atividade de taxista é regulamentada pela Lei Federal 12.468/2011 e não pode ser realizada com carro comum, sem qualquer tipo de característica exigida pela autoridade de trânsito.

A decisão do TJ-BA, assinada no dia 4 de junho deste ano, abre precedente para que os motoristas de táxis-lotação sejam acusados e condenados.

Leia a decisão.



2 responses to “Exclusivo. TJ-BA reforma sentença e passa a considerar taxi-lotação como um crime

  1. Então o UBER passa a ser crime pois os mesmos não tem caracterização dos carros ?

    Resposta do editor.

    O texto cita apenas táxi-lotação. O Uber está garantido por lei federal.

  2. Bom dia !!! O país que não respeita suas leis deixa de existir. Bom Seria que o prefeito e o governador de Recife fossem homens de vergonha na cara e apoiassem os taxista , não só na época de eleição como fez seu Geraldo Júlio. Hoje JÁ temos em Recife 40 mil carros de App e sem limitação de carros , pior prefeito e governador do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *