Mais uma criança morre no Hospital Vida Memorial

Imagem ilustrativa.

Uma criança de 1 ano e 2 meses faleceu em circunstâncias aparentemente duvidosas nesta sexta-feira, 02, no Hospital Vida Memorial, de Ilhéus.

O bebê, de primeiro nome “Lorenzo”, deu entrada na manhã de ontem no hospital por estar com o corpo quente e com febre. Segundo relato de familiares, exames detectaram que ele estava com uma infecção, por isso ficou internado.

Hoje a criança amanheceu bem melhor. Os avós chegaram a gravar um vídeo em que Lorenzo aparece no berço brincando e mais animado.

O caso teve um desfecho trágico depois das 17 horas. Após tomar uma sopa, a criança faleceu levando os pais ao desespero.

Funcionários afirmam que o bebê morreu sufocado após ter um “refluxo”. Os pais desconfiam de erro no tratamento, pois Lorenzo faleceu logo após receber uma injeção.

Outra mãe, cujo filho também estava internado, viu o momento em que a injeção foi aplicada e contou à família. Ela se dispôs a servir de testemunha para que o caso seja investigado.

Especialista ouvido pelo BG disse que o fato requer cuidado na análise,  e sobretudo, investigação. A perda de uma criança desespera os pais profundamente e a busca por culpados pode resultar em acusações injustas.

De acordo com o advogado Mesaque Soares, nos últimos 8 dias três crianças faleceram no Vida Memorial. O menino Leon, de 4 anos, uma criança filha de indígenas por falta de UTI infantil, e hoje o bebê Lorenzo. O advogado representa os familiares de duas crianças falecidas.

O BG tentou ouvir a direção do Hospital Vida Memorial, mas devido ao adiantado da hora não conseguimos falar com ninguém. 

Atualizado às 21h45min.

Leia a nota de esclarecimento do hospital.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *