Vamos levar nossos artistas para as rádios de Ilhéus

Daquela conversa e da experiência de ter meu pedido atendido pela Gabriela FM, surgiu a intenção de escrever este relato para propor uma ideia óbvia. Vamos ocupar as rádios da nossa cidade com as músicas dos artistas que admiramos e conhecemos de perto, porque apresentar suas obras para mais pessoas é uma forma de impulsioná-los.

Por Thiago Dias.

Há quase seis anos escrevi neste blog artigo em que questionei a ausência das músicas da banda OQuadro, grupo ilheense, nas rádios de Ilhéus. Continuo a sentir falta do som dos caras, que levam o nome da cidade pelo mundo, nas nossas emissoras. Mas, hoje, venho relatar uma experiência de satisfação com o programa “Ligou, pediu, tocou”, comandado pelo radialista Renatinho Bad Boy na Gabriela FM.

Mandei mensagem para o WhatsApp do programa (73 8829-1029) e pedi a música “Falando Sério”, de Cijay, com participação de Marcos SDR, dois artistas de Ilhéus. A emissora atendeu o pedido. Ouvir o som dos caras nesse contexto me emocionou, porque acredito que foi uma boa oportunidade de aumentar o alcance da canção entre os conterrâneos dos músicos.

A emoção da experiência me trouxe a lembrança de uma conversa que tive com Jef Rodrigues, um dos mestres de cerimônia d’OQuadro. Na ocasião, ele falava sobre um tipo de propagação popular da música regional. Citou o exemplo da galera que coloca as músicas dos artistas regionais para tocar nos carros, na praia, nas rádios, em todo lugar.

Jef, filósofo e estudioso da indústria cultural, classificou a atitude dessa galera como uma espécie de militância em favor da arte que ela aprecia. Um esforço para ocupar os espaços públicos e dar visibilidade aos artistas da região, sem que exista necessariamente uma consciência como motor desse movimento.

Daquela conversa e da experiência de ter meu pedido atendido pela Gabriela FM, surgiu a intenção de escrever este relato para propor uma ideia óbvia. Vamos ocupar as rádios da nossa cidade com as músicas dos artistas que admiramos e conhecemos de perto, porque apresentar suas obras para mais pessoas é uma forma de impulsioná-los.

Vamos ocupar as emissoras de Ilhéus com as músicas d’OQuadro, Cijay, Cabeça Isidoro, Gabriela Maja, Laís Marques, Eloah Monteiro, Brenda Gonçalves, Herval Lemos, Tony Canabrava e companhia. Escolha o artista que merece sua preza.

Se alguém não concorda com a relevância da presença dos artistas no rádio por causa dos canais da internet, penso que esse raciocínio é equivocado, porque ignora o alcance regional das emissoras – o seu poder de comunicar de forma massificada.

Foi bom saber que muitas pessoas ouviram “Falando sério” ao mesmo tempo. Provavelmente, várias delas ainda não conheciam a música. É também provável que a maioria dessa audiência não se transformou num passe de mágica em fã do Cijay, mas foi um momento de abertura para sua obra, que amadurece a cada dia.

Laroiê, Exu! Abre caminho, deixa nossa arte tocar.

Segue o link para o clipe da música no Youtube:

https://www.youtube.com/watch?v=SMLcedCf-vc

Thiago Dias é comunicólogo e estagiário do escritório Carvalho & Padilha Advocacia. Foi repórter do Blog do Gusmão entre 2013 e 2018.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *