Governo Marão é acusado de perseguir “os sucos do Magela Rossi”

Magela Rossi (à direita da imagem) pode estar com os dias contados na Pracinha de Irene. Foto: BG.

O comerciante Magela Rossi disse à reportagem do BG que sofre perseguição do governo Mário Alexandre.

Magela, também radialista e comentarista de futebol, vende sucos há 25 anos na Pracinha da Irene (Castro Alves), na Avenida Soares Lopes.

O governo Marão passou a exigir rótulos nas embalagens dos sucos, e por este motivo na última sexta-feira, 30, a fiscalização sanitária aplicou notificação. A fiscal teria dito que agiu a mando do secretário municipal de desenvolvimento econômico, Jerbson Moraes, que por sinal, não tem responsabilidade pela fiscalização sanitária, lotada na secretaria de saúde. O vendedor tem 10 dias para comparecer no setor e prestar esclarecimentos. Veja o termo de vistoria.

Segundo Magela, a prefeitura atua exclusivamente contra ele movida por perseguição política, pois outros comerciantes que vendem produtos parecidos não foram notificados.

Nossa redação tentou ouvir o governo por meio do secretário de comunicação, Hélio Ricardo. Até a publicação não recebemos resposta.

Comentário do BG.

A atuação “diligente” surpreende, pois supermercados denunciados por venderem carnes e outras mercadorias estragadas não costumam receber fiscalizações preventivas da secretaria de saúde.

Desconhecemos apreensões de produtos impróprios para o consumo feitas nesses grandes estabelecimentos.



3 responses to “Governo Marão é acusado de perseguir “os sucos do Magela Rossi”

  1. Se o governo estivesse mesmo preocupado com a saúde do ilheense, bem que poderia mover ao menos uma palha para a melhoria da balneabilidade de determinadas praias que vivem impróprias para o banho, por exemplo.

  2. Esse governo sempre foi perseguidor. Abusivo e propagandista. Tomem vergonha na cara e vão fiscalizar a feira do malhado e os grandes mercados. Hipocrisia pura. Absurdos de um fanfarrão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *