Preso líder de quadrilha que matou PM em Valença

Luciano Santos estava com um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas

Acusado de liderar uma quadrilha de traficantes, responsável pela morte de um policial militar em Valença, Luciano Santos, de 36 anos, foi preso, na terça-feira (17), em Eunápolis, por equipes da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede naquele município.

Localizado no bairro Pequi, Luciano de Iara, como é conhecido, estava com um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas, expedido pela Comarca de Valença. Ele está à disposição da Justiça.

De acordo com coordenador da 23ª Coorpin/Eunápolis, delegado Moisés Damasceno, Luciano já estava sendo investigado por envolvimento no homicídio do PM Rogério Souza da Silva, ocorrido em dezembro de 2016.

O policial estava em serviço, acompanhado de outro soldado, que também ficou ferido. Mesmo sem fardamento, a dupla foi reconhecida pelos criminosos. Cinco traficantes envolvidos na ação morreram durante confronto com a PM



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *