“Ilhéus precisa de um sistema de transporte complementar” afirma promotor.

Fotomontagem BG

O 11º Promotor de Justiça de Ilhéus, Paulo Sampaio, por meio de nota pública, se defendeu dos ataques e acusações que vem sofrendo por parte de alguns canais de comunicação da mídia local. O promotor foi acusado, via redes sociais e mídias em geral, de cometer irregularidades no combate ao transporte clandestino em Ilhéus.

Em conversa com o BG, o promotor afirmou que a Prefeitura de Ilhéus deveria pensar num sistema de transporte complementar, que seja bem feito, com a realização de uma nova licitação, mediante concessão e que exija critérios mínimos para condutores como a condição dos veículos. Segundo ele, em alguns casos foram encontrados motoristas sem carteira de habilitação e alguns com envolvidos em tráfico de drogas, roubo, homicídio e até mesmo acusados em casos de estupro.

O promotor afirmou que “enquanto o município não enfrentar a situação, a questão vai ficar sempre sendo varrida para debaixo do tapete”. Segundo ele, o inquérito que está sob seu comando prevê uma grande alteração da Lei Orgânica municipal, estabelecendo critério objetivo para o cálculo da passagem, pois o que está em vigência atualmente só interessa às empresas de ônibus, que impõem valores desejados por elas aprovados pela Câmara Municipal e sancionados pelo prefeito.

Paulo Sampaio informou à nossa redação que tem mantido diálogo com o Diretor de Trânsito de Ilhéus, Gilson Nascimento para rever a questão da renovação da frota de veículos, climatização e idade média dos ônibus. “Essa questão se arrasta há anos e acredito que conseguiremos resolvê-la até o final de 2019”, afirmou o promotor. Clique aqui para ver na íntegra a nota de esclarecimento do Ministério Público e o Decreto Municipal n.º 87, de 6 de julho de 2018 que concedeu ao sítio São Paulo a condição de loteamento fechado.



One response to ““Ilhéus precisa de um sistema de transporte complementar” afirma promotor.

  1. O ministério público tem prejudicado muitos pais de família que fazem lotação para levar o Alimento para a mesa, com tanta coisa para esses promotores se preocuparem, mas eles estão danadinhos nas transações penais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *