Governo Marão quer construir um presídio na Estrada do Chocolate; Nazal é contra

Novo presídio na BA-262 pode prejudicar a Estrada do Chocolate, afirma Nazal.

No último dia 23, a Prefeitura de Ilhéus publicou no Diário Oficial do Município, o decreto nº 080, que autoriza a desapropriação de uma área situada à margem direita da BA-262 – Rodovia Ilhéus-Uruçuca onde será implantada uma unidade prisional.  De acordo com matéria veiculada pela Secom, o prefeito debateu com o diretor do Presídio Advogado Ariston Cardoso, a viabilidade de um novo presídio no Município. O debate com a sociedade não aconteceu. Nas redes sociais, várias pessoas demonstraram insatisfação com a atitude, principalmente os moradores da zona norte.

Em suas redes sociais, o vice-prefeito José Nazal afirmou que “a cidade amanheceu hoje com uma nova discussão, fruto de uma decisão de governo sem a mínima participação da sociedade organizada. A desapropriação de uma área para construção de um presídio”. Nazal informou ter sido convidado pelo representante da SEAP para participar de uma reunião para avaliar o uso de uma área no fundo do Distrito Industrial para tal fim, mas que não se chegou a um consenso e foi proposta a escolha de outro local.

José Nazal explicou que o local escolhido, na opinião dele, não é de interesse para Ilhéus e fica exatamente na entrada do Complexo Porto Sul, local onde o Estado tem projetado uma intervenção na estrada e por meio da SETUR, tenta implantar a Estrada do Chocolate. “O projeto Porto Sul barrou a proposta de desenvolvimento turístico do litoral norte e agora, essa novidade vem barrar um sonho que está se tornando realidade, inclusive com forte participação da sociedade, que é a Estrada do Chocolate”, afirmou o vice-prefeito.

Comentário do blog.

O sistema carcerário no Brasil, em grande parte, vem sendo dominado por facções criminosas ligadas ao tráfico de drogas que sempre promovem rebeliões nos presídios com massacres de presos de facções rivais, muitas vezes com decapitações. É possível ver cenas macabras onde presos jogam bola com as cabeças dos rivais. O sistema carcerário no Brasil não oferece segurança e muitos presídios são responsáveis por tensões em comunidades, dessa forma, a instalação de um presídio numa estrada turística, caso não haja administração eficaz pode ser motivo de forte tensão e preocupação. Por meio de decisões como esta fica demonstrado que o governo Mário Alexandre não planeja a cidade, não conhece o território do município e não tem visão de longo prazo. Além do mais, assim como os governos anteriores, o governo Mário Alexandre não leva o turismo a sério.  Clicando aqui você pode ver algumas situações que aconteceram em presídios brasileiros em 2019.



2 responses to “Governo Marão quer construir um presídio na Estrada do Chocolate; Nazal é contra

  1. A zona norte já é uma região esquecida e sem investimentos por parte dos governantes e só faltava essa pra terminar de arruinar a zona norte.
    O prefeito tem que tomar vergonha na cara e começar a olhar pra zona norte com outros olhos, trazendo um pouco de progresso pra cá e não retrocesso.

  2. Isso anonimo.sua resposta diz tudo…presidio deveria ser em um lugar onde está o hospital costa do cacau e o hospital na cidade…..sr Mario Alexandre parece que está ficando com alucinaçoes…
    livrai-nos Deus.., não temos culpa do erro de cada um dos presos..já nos basta pagar pelos erros delles..em dinheiro publico e medo…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *