Exclusivo. Governo Marão pagou aluguel de seis “carros fantasmas”; veículos nunca foram abastecidos pela prefeitura

Marão, Bento e um carro fantasma. Imagens: Google e Secom-Ilhéus.De acordo com documentos obtidos com exclusividade pelo BG, seis veículos alugados pelo governo Mário Alexandre nos anos de 2017 e 2018 não receberam uma só gota de combustível paga pela prefeitura. Dois ficaram “à disposição” do gabinete do prefeito.

Reportagem: Emilio Gusmão.

A denúncia trata do contrato com a empresa “Sol Dourado Comércio, Representações, Serviços e Transporte – Eireli”, cujo valor chega a R$ 1.369.171,20, para locação de veículos pelo prazo de 12 meses.

Durante a execução do contrato (renovado e ainda em vigência) foi observado que seis dos veículos alugados não foram abastecidos pelo município, conforme relatórios do Sistema Integrado de Gestão Administrativa (SIGA), do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCM-BA). O contrato é muito claro ao estabelecer que a Prefeitura de Ilhéus tem a obrigação de pagar o abastecimento.

A “frota fantasma” é composta pelos seguintes carros:  S10 LT 2.8 placa OUS5533 (lotado no gabinete do prefeito); S10 LT 2.8 placa NES1991 (gabinete do prefeito); VW Gol placa PKG1353 (lotado na secretaria de administração); Voyage placa PJX1147 (secretaria de administração);  Hilux SW placa PKM1065 (secretaria de administração) e outra Hilux CD placa PJS0090 (lotada na secretaria de serviços urbanos). Os aluguéis dos “carros fantasmas” custaram ao erário mais de R$ 317 mil.

A própria Controladoria Interna da Prefeitura de Ilhéus emitiu um alerta e começou a exigir documentos que comprovassem a utilização dos veículos, tais como: mapas de quilometragem; relatório gerado pela empresa Vale Mais (que administra o vale combustível); e relatórios de abastecimento gerados pelo SIGA.

O responsável pela fiscalização do contrato, Anderson Souza, passou a juntar aos processos de pagamento algumas “declarações” atestando que os veículos da frota fantasma de fato não foram abastecidos.

Fiscal de contrato reforça pedido da Controladoria. Imagem do processo de pagamento nº 3394 de março de 2018.

 

O aluguel foi pago, porém, conforme a declaração, o carro não foi abastecido. Imagem do processo de pagamento nº 3394 de março de 2018.

 

Em alguns processos, Anderson Souza encaminhou comunicação interna ao secretário de administração Bento Lima (gestor do contrato com a empresa Sol Dourado), pedindo documentos capazes de provar que os veículos foram abastecidos. De maneira curiosa, o próprio Anderson anexou declarações afirmando que os carros não receberam combustíveis pagos pelo erário, ou seja, Anderson respondeu a si mesmo.

Uma fonte que pediu para não ser identificada nos enviou duas listas com as placas de todos os veículos abastecidos pela Prefeitura de Ilhéus em 2017 e 2018.

As listas, segundo a fonte, estão no SIGA do TCM-BA e foram declaradas pelo governo Marão.

Nas duas os veículos fantasmas não aparecem. Confira.

Lista 2017.

Lista 2018.

Será que o prefeito Mário Alexandre e os secretários de administração e de serviços urbanos abasteceram os carros com dinheiro do próprio bolso? Quem usou esses carros? A empresa Sol Dourado foi denunciada pelo Ministério Público Federal por suposta fraude em licitação do transporte escolar de Guanambi.

O BG recebeu cópias integrais dos processos de pagamento, cujos números constam na relação abaixo.

Por volta das 15 horas desta quarta-feira, enviamos pedidos de esclarecimento ao secretário de comunicação social, Hélio Ricardo, e a um assessor de imprensa da Secom-Ilhéus. Até a publicação da reportagem não recebemos resposta.



One response to “Exclusivo. Governo Marão pagou aluguel de seis “carros fantasmas”; veículos nunca foram abastecidos pela prefeitura

  1. EM DEFESA DA VERDADE: A bem da verdade esses carros nada tinham de “fantasmas” pois foram devida e regularmente abastecidos com Gases naturais (FLATOS) que, se não reaproveitados como combustível veicular, certamente seriam liberados na forma de peidos e bufas podres nos corredores dos gabinetes do poder. Espero haver contribuído em contra argumentação ao blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *