O abandono do templo do futebol ilheense.

Situação atual do Estádio Mário Pessoa. Foto: José Nazal.

A quem interessa o abandono do Estádio Mário Pessoa? A resposta a essa questão é óbvia: o sucateamento do estádio interessa ao governo Mário Alexandre, que pretende transformar a área num shopping center.

Em janeiro, o BG publicou uma matéria informando aos leitores que a administração do estádio aproveitou espaços ociosos do gramado para plantar melancias, dentro das quatro linhas, e quiabos na lateral da arquibancada. Largado à própria sorte pelo governo Marão, não possibilitou que o Colo Colo disputasse a 2ª divisão do campeonato baiano em 2019.

Inaugurado em 28 de junho de 1942, o Mário Pessoa foi o palco histórico de grandes vitórias do esporte ilheense. Dentre os momentos importantes, recebeu Pelé (Rei do Futebol) nos anos 60 e viu brilhar o inesquecível time do Colo Colo, Campeão Baiano de 2006. Fica o lamento do BG e de inúmeros fãs do futebol.



2 responses to “O abandono do templo do futebol ilheense.

  1. tem que fazer shopping mesmo! Ilhéus precisa de emprego e renda!….. time de futebol não enche a barriga de ninguém, apesar de esporte ser cultura/lazer….é só fazer um acordo com Itabuna e o colo colo jogar lá…. quem quiser vai p Itabuna ver os jogos,simples assim!

  2. Quanta ignorância! Shopping numa área central de Ilhéus, principalmente com o novo sistema viário em função da nova ponte. Temos vários opções em Ilhéus, por exemplo: área próxima hospital do cacau, área próxima Centro Convenções . Aí transita no seu entorno mais de 10.000 alunos e este Estádio e o IME quando construído era para abrigar um centro desportivo . Vamos tirar nossos jovens do mundo da droga, transforme o Estádio Mário Pessoa numa vila olímpica .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *