Óleo nas praias: capitão da Marinha pede que as pessoas não espalhem mensagens falsas

Capitão Giovani Andrade faz alerta sobre mensagens falsas. Imagem retirada de vídeo.

O Capitão de Corveta, Giovani Andrade, informou em vídeo que circula nas redes sociais, que a unidade da Marinha de Ilhéus está recebendo grande parte do material encontrado em Ilhéus e Itacaré e enviou para o Rio de Janeiro para análise. O objetivo é verificar se há correlação com o material que tem sido encontrado nas praias do Nordeste.

O Capitão informou que é preciso que a população evite postar ou encaminhar mensagens com este teor sem saber a procedência da informação, pois causam alarde e pânico e acabam atrapalhando o trabalho daqueles que estão empenhados em garantir a segurança. “Muitos materiais foram encontrados, fragmentos na praia de Olivença e em Itacaré e todos foram enviados para ver se existe relação com o outo material. São pequenos fragmentos e as pessoas ficam com medo acreditando ser o óleo que está vindo” destacou ele.

Ele explicou também que o óleo é muito denso e grosso, e que vem por baixo da superfície aquática, não tendo como ser reconhecido via satélite nem visualmente. O óleo é aflorado quando chega perto da margem e fragmentado depois que passa pelas ondas. Os materiais que têm aparecido na região são solidificados e pode ser que já estivessem no local há algum tempo em virtude da bacia de petróleo que existe em Camamu ou dos navios que passam pela área.

Além desses fatores, há pessoas que utilizam esse material para fazer selagem das embarcações de pesca e os resíduos que caem na água chegam à margem, e por esse motivo as pessoas acabam associando uma coisa à outra. “Não podemos descartar qualquer hipótese, mas é preciso ter cuidado com as informações”, afirmou o Capitão Giovani Andrade.

Sinebahia Ilhéus oferta vagas de trabalho nessa quarta-feira (23)

Sinebahia Ilhéus tem vaga para manicure.

Confira abaixo as vagas de emprego disponíveis nessa quarta-feira, 23 de outubro, na agência do Sinebahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro. Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

TAPECEIRO
Ensino Fundamental Completo
Experiência mínima de 06 meses comprovada em carteira de trabalho
01 VAGA

MONTADOR DE MÓVEIS
Ensino Fundamental Completo
Experiência mínima de 06 meses comprovada em carteira de trabalho

01 VAGA

 

CONFEITEIRO
Ensino Médio Incompleto
Experiência mínima de 06 meses comprovada em carteira de trabalho
01 VAGA

(mais…)

Eleições para reitoria da UESC: Professores Guilhardes Júnior e Agna Menezes registram chapa

Guilhardes Júnior e Agna Menezes .

Uma UESC Humanizada é possível. Foi com esse slogan que na tarde desse dia 22 de outubro, os professores Guilhardes Júnior e Agna Menezes requereram o registro da chapa que concorre às eleições para a Reitoria da UESC. Advogado e Agrônoma, respectivamente, ambos se colocam como chapa alternativa à atual administração da Universidade. Com ampla experiência à frente de seus Colegiados e Departamentos, desejam agora levar as práticas de gestão para a Administração Superior da instituição.

Junto com o requerimento de inscrição, os candidatos apresentaram uma Proposta de Gestão, com diversos pontos relativos às atividades acadêmicas e administrativas da Universidade, focadas no respeito às pessoas e na sustentabilidade institucional e ambiental. “Nossa candidatura é movida pelo entusiasmo e pela expectativa positiva de técnicas, técnicos, docentes e estudantes que se comprometem com uma mudança verdadeira para melhor”, dizem os candidatos.

As eleições para a Reitoria da UESC acontecem no dia 26 de novembro, e a homologação das chapas deve ser divulgada pela Comissão Eleitoral até o dia 29 de outubro. A campanha oficial se dará entre os dias 04 e 22 de novembro, período em que poderão ocorrer as passagens em salas, distribuição de material e debates. Os três segmentos votam em proporção paritária de votos, com o peso de 1/3 para cada segmento. Após a votação, o Conselho Universitário elaborará uma lista tríplice a ser enviada ao governador do Estado, que escolherá os futuros Reitor e Vice-Reitor que tomarão posse no próximo ano.

Pacientes do Hospital Regional Costa do Cacau reconhecem a estrutura e qualidade de atendimento

Hospital Regional da Costa do Cacau. Foto: Ascom/HRCC.

Da Assessoria de Comunicação do HRCC.

Em um momento de lazer, aconteceu um imprevisto com João Victor de Azevedo Ribeiro: uma queda de bicicleta ocasionou uma fratura no braço direito. O paciente foi atendido pela equipe do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC) e passou por uma cirurgia ortopédica no cotovelo. Ribeiro ficou impressionado com a estrutura do hospital e principalmente com o atendimento da equipe, solicitando assim, dar seu depoimento para que outras pessoas tivessem conhecimento da qualidade do Hospital do Cacau

“Quero agradecer a toda equipe do hospital, aos médicos Ramon Alves e Marcus Puentes, que fizeram uma cirurgia menos invasiva possível, fui operado no dia 15 e hoje, dia 16, já estou de alta indo de volta para casa. Só tenho que agradecer pelo acolhimento e pela forma que fui atendido”, declarou João Ribeiro.

João Victor acrescentou ainda que a equipe é excelente. “Tive um atendimento espetacular, na verdade surpreendente, não esperava a estrutura, a qualidade de atendimento, tanto da enfermagem, quanto dos médicos, a estrutura física e limpeza, tudo nota dez. É como se estivesse em um hospital de primeiro mundo”, complementou a avaliação positiva.

A acompanhante Domingas Barbosa, do paciente Antônio Novais Oliveira, submetido a uma hernioplastia incisional (cirurgia de hérnia), disse que o HRCC é um hospital muito bom. “Tem um atendimento ótimo, é muito legal aqui, gostei muito daqui, foi dez. As meninas, as enfermeiras passam até meia-noite cuidando dos pacientes, nem precisa ficar chamando”, avaliou. (mais…)

Danos do óleo no litoral do Nordeste vão durar décadas, dizem oceanógrafos

Oceanógrafos, químicos e autoridades estaduais avaliaram o impacto da movimentação da mancha pela costa do Nordeste. Victor Uchôa/BBC BRASIL NEWS.

Fonte: BBC Brasil

“A contaminação química dura muito mais tempo do que aquilo que a poluição visual pode sugerir.”

Essa não é uma afirmação boa de ouvir, quando se trata da mancha de óleo que atinge boa parte do litoral brasileiro desde 30 de agosto, mas é a realidade expressada pela oceanógrafa Mariana Thevenin, uma das articuladoras do grupo de voluntários Guardiões do Litoral, que se formou em Salvador para limpar praias, estuários e manguezais desde que a contaminação chegou à costa da Bahia.

Em um cenário ideal, aponta Thevenin, o derivado de petróleo deveria ter sido barrado antes de chegar à areia e entrar pelos rios. Entretanto, se o óleo já chegou à costa, a limpeza deve ser feita na maior velocidade possível, na tentativa de evitar que ele volte para o mar com o movimento das marés ou que as substâncias tóxicas ali contidas se entranhem nos variados sedimentos costeiros.

Ainda assim, não se pode criar ilusões. Mesmo quando, para os olhos, parece limpo, o risco pode seguir oculto por muitos anos.

“Essas substâncias contaminam todos os organismos do ambiente e isso facilmente cai na cadeia alimentar. Um pequeno peixe, por exemplo, pode comer algo que esteja contaminado. Isso entra na cadeia até chegar no peixe que consumimos”, alerta Thevenin, criadora do perfil Oceano para Leigos, no Instagram. (mais…)

Praias de Morro de São Paulo são interditadas após chegada de óleo

Equipes da prefeitura de Cairu e voluntário atuam na retirada do óleo das praias.
(Foto: Divulgação/Prefeitura de Cairu)

Fonte: Correio 24 horas

As manchas de óleo que atingem o litoral nordestino acabaram de chegar a Morro de São Paulo, no município de Cairu. As primeiras manchas de óleo foram constatadas por por volta das 2h da madrugada desta terça-feira (22), segundo informações da prefeitura de Cairu. A Segunda e a Terceira Praia, que são as mais afetadas, estão interditadas por tempo indeterminado. O Passeio Volta a Ilha também está suspenso até que os danos ambientais sejam mensurados.

Equipes das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Sustentável e Especial do Morro que estavam de prontidão, acompanhados por voluntários, desde as primeiras horas realizam o processo de remoção do material. A empresa responsável pela limpeza pública também se encontra no local auxiliando.

Na praia da Cueira, em Boipeba, e na Ponta do Quadro, em Garapuá, fragmentos das manchas de óleo também foram encontrados. O processo de limpeza está sendo realizado por equipes da Prefeitura e voluntários.

Desde quando as manchas de óleo, do que já é o maior desastre ambiental de todo o Nordeste do Brasil, atingiram a Bahia, a Prefeitura de Cairu, por meio da equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável, iniciou o monitoramento das praias do arquipélago e a adotou as estratégias do plano de emergência ambiental, obedecendo as recomendações do INEMA (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) e IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). (mais…)

Blues Jazz Festival de Serra Grande terá atrações locais e espaço kids

Foto: Ascom/Uruçuca.

A primeira edição do Blues Jazz Festival Serra Grande acontecerá nós dias 15 e 16 de novembro, na Praça Pedro Gomes, em Serra Grande, Uruçuca, litoral sul da Bahia.

O evento tem o apoio da Prefeitura de Uruçuca. Entusiasta do Blue Jazz, o Prefeito Moacyr Leite Júnior determinou que as equipes responsáveis cuidem de cada detalhe para que seja realizado um Grande Festival para a comunidade e turistas. “O Festival Blues Jazz, assim como o Festival de Arte e Gastronomia serão realizados todos os anos e faremos de tudo para melhorar a cada ano.

Com uma extensa e variada gama de atrações locais, o Blues Jazz Festival Serra Grande terá em sua programação diferentes formas de apresentações artísticas, shows musicais de artistas locais e de expressões nacional, oficinas gratuitas de música e instrumentos e ações de cuidado com o meio ambiente. (mais…)

Projeto a (mar) divulga orientações sobre o que fazer com as manchas de óleo

Voluntários ajudam na retirada de petróleo cru em praias do Nordeste.

Seguem algumas orientações técnicas e informativas feitas pela Equipe do Projeto (a)mar. O momento agora não é de pânico, mas sim de buscar entender o que fazer nessa situação.

Achou mancha de óleo?

🆘Faça fotos e vídeos com coordenada geográfica e envie para os órgãos ambientais da sua cidade (Ibama, Inema, Marinha, Prefeitura,ONGs relacionadas ao assunto)

🆘 Evite compartilhar imagens e matérias em redes sociais sem saber a procedência e a veracidade da informação. Cuidado com as Fake News!

🆘 Não toque no óleo sem luvas, evite contato direto com pele, mucosas, olhos. Evite inalação.

🆘Não deixe crianças, gestantes e idosos terem contato com o material.

🆘Busque ler conteúdo informativo disponibilizado gratuitamente na internet pelos órgãos ambientais (há informações diárias no site do IBAMA, por exemplo).

🆘Se informe na Prefeitura sobre capacitações de voluntários para eventuais mutirões de limpeza em situação de emergência de óleo.

🆘Se encontrar animal oleado (vivo ou morto), não pegue o animal nem devolva-o ao mar! Acione IMEDIATAMENTE o IBAMA e os projetos que atuam com fauna marinha na sua região (aqui no sul da Bahia tem o Projeto (a)mar: 73-998122850) para receber as instruções de acordo com a situação.

🆘Para ajudar no recolhimento do óleo utilize os EPIS pra sua segurança e se informe sobre o acondicionamento e descarte do material na sua região (informe-se na Prefeitura do município) (mais…)

Produções artísticas e literárias dos estudantes da rede estadual serão destaque na Flica 2019

Flica 2019 acontece na cidade de Cachoeira.

O município de Cachoeira, às margens do Rio Paraguaçu, mais uma vez, será palco para os estudantes da rede estadual apresentarem suas produções artísticas e literárias durante a Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), que acontece entre os dias 24 e 27 de outubro. A programação no Espaço Educar para Transformar terá oficina de turbante, sarau literomusical e apresentações dos projetos de Arte e Cultura desenvolvidos pelos estudantes nas áreas da poesia, literatura, arte, música e dança.

O evento será aberto com uma apresentação da Fanfarra do Colégio Estadual de Cachoeira, nas ruas da cidade, às 9h. Na Fundação Hansen, o público presente poderá conferir de perto as habilidades dos estudantes nas obras expostas com quadros e esculturas do projeto Artes Visuais Estudantis (AVE) e álbuns do projeto Educação Patrimonial e Artística (EPA). No mesmo espaço, haverá uma oficina de turbantes, na qual o visitante conhecerá um pouco da origem dos turbantes no Brasil ao discutir questões como ancestralidade, identidade e valorização da cultura negra.

Já na praça Teixeira de Freitas, o Grupo Black Dance, composto por estudantes e artistas locais, farão performances de dança de rua para animar ainda mais o público participante composto por turistas e nativos. Estudantes, professores e visitantes participarão do “rolezinho cultural”, pelas ruas da cidade histórica.

O evento também contará com uma reunião de líderes de classe, recital das obras do Concurso Festa Literária, hackathon, ação acessibilidade, alcateia e recital mulheres pretas. Além disso, também serão realizadas diversas oficinas como dança, histórias em quadrinho, Língua Inglesa, “Literatura Periférica”, “Eu Escritor”, linguagens interativas, Black Dance, bonecas Abayomi e dança.

A programação contempla ainda rodas de conversas sobre temas como “Meninas na Ciência”, “Criô”, “Grêmios Estudantis” e “Parlamento Jovem Brasileiro 2019”, dentre outras atividades como encontros literários, palestras e lançamentos de livros.

Caixa antecipa calendário de saques de até R$ 500 do FGTS

Todas as retiradas serão liberadas até o fim deste ano.

Os trabalhadores com contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) poderão sacar até R$ 500 de cada conta antes do fim do ano. A Caixa Econômica Federal antecipou o calendário de retiradas para não correntistas do banco.

Os saques de até R$ 500 por conta do FGTS começaram na sexta-feira (18) apenas para os não correntistas do banco nascidos em janeiro. O calendário original previa a liberação gradual conforme o mês de nascimento do trabalhador, até que os nascidos em dezembro pudessem sacar os recursos em março de 2020.

O novo calendário ficou da seguinte forma:

  • Aniversário em janeiro: saque a partir de 18/10
  • Aniversário em fevereiro e março: saque a partir de 25/10
  • Aniversário em abril e maio: saque a partir de 8/11
  • Aniversário em junho e julho: saque a partir de 22/11
  • Aniversário em agosto: saque a partir de 29/11
  • Aniversário em setembro e outubro: saque a partir de 6/12
  • Aniversário em novembro e dezembro: saque a partir de 18/12

Ao todo 62,5 milhões de trabalhadores sem conta na Caixa Econômica Federal poderão retirar até R$ 25 bilhões. Para os correntistas do banco, o dinheiro foi depositado automaticamente ao longo do último mês nas contas-correntes ou de poupança abertas até 24 de julho deste ano. Os depósitos automáticos beneficiaram 37 milhões de trabalhadores, num total de R$ 15 bilhões. (mais…)

Câmara Técnica da Costa do Cacau ganha certificação do Ministério do Turismo

Ilhéus. Foto: Arquivo

A Câmara Técnica de Turismo da Costa do Cacau é a primeira instância de governança institucionalizada da Bahia a ser reconhecida com certificação pelo Ministério do Turismo (MTur). O grupo já tem inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), funciona como uma espécie de associação e tem como mantenedores os 11 municípios da zona turística, dentre eles, Ilhéus e Itacaré.

Instituídas pela Lei Estadual do Turismo, as câmaras reúnem participantes do poder público, entidades da iniciativa privada e da sociedade civil. Sua finalidade é articular o desenvolvimento do turismo numa região.

Segundo o diretor de Regulação e Certificação de Serviços Turísticos da Secretaria do Turismo da Bahia (Setur-BA), Divaldo Borges, a Câmara da Costa do Cacau é a única a já funcionar nesse modelo. “Com isso, é possível levantar fundos para realização de ações como promoção do destino e a também captar recursos governamentais para investimento, por exemplo”, explicou Borges.

De acordo com o novo mapa do turismo brasileiro, construído pelo MTur com apoio da Setur-BA, os municípios que compõem a Costa do Cacau são Ilhéus, Itacaré, Maraú, Ipiaú, Una, Canavieiras, Itabuna, Uruçuca, Santa Luzia, Pau Brasil e São José da Vitória. A partir de 2021, somente os municípios que participarem de câmaras técnicas institucionalizadas poderão se manter ou ingressar no mapa turístico.

Para a empresária Cida Aguilar, presidente da Câmara Técnica da Costa do Cacau, o reconhecimento do Ministério é a prova de que o turismo na região está se profissionalizando. “Estamos super felizes por sermos a primeira câmara reconhecida na Bahia. Esse reconhecimento nos dá credibilidade para desenvolver ações voltadas ao desenvolvimento da nossa zona turística”, pontuou.

Rui se reúne com Marinha e Governo Federal sobre de óleo no litoral baiano

Foto: Manu Dias/GOVBA

O governador Rui Costa se reuniu, na tarde da segunda-feira (21), com o vice-almirante André Luiz Santana, comandante do 2º Distrito Naval, e com o ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto para discutir novas ações de análise das manchas de óleo no litoral baiano, seus impactos socioambientais, as causas e soluções para o problema que atinge todo o nordeste. O encontro aconteceu no Comando do 2º Distrito Naval, no bairro do Comércio, em Salvador.

“Agradeço ao ministro da integração, ao almirante e toda a Marinha pela recepção republicana que tive hoje. Aceitei prontamente o convite de vir a essa reunião, onde houve um relato sobre o que está sendo feito pelos órgãos federais. Da nossa parte, foi apresentada a inquietação de como a situação pode ser conduzida a fim de reduzir impactos e danos à natureza”, afirmou Rui.

Ainda de acordo com o governador, foi solicitada à Marinha indicação de especialistas que possam visitar os estuários atingidos. Dos nove pontos de manguezal do Litoral Norte, sete foram atingidos pelo derramamento, sendo eles Jacuípe, Inhambupe, Imbassaí, Itaririri, Itapicuru, Subauma e Pojuca. “O objetivo é saber se há alguma solução técnica de limpeza, além da limpeza manual que já está acontecendo. A preocupação do Estado é a contaminação desenfreada dos manguezais, que são tão sensíveis e de extrema importância para a vida marinha e dos rios”, pontuou. (mais…)