Exclusivo. Após denúncia do BG, Ministério Público vai investigar “carros fantasmas” no governo Marão

Promotor vai investigar carros fantasmas do governo Marão/Bento. Fotos: Internet e Secom-Ilhéus.

Diante da inércia do governo Marão em responder a este blog sobre a existência ou não dos “carros fantasmas” alugados à Prefeitura de Ilhéus, e que nunca foram abastecidos pelo erário, o BG enviou e-mail ao promotor, Frank Ferrari, da 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus.  Buscamos saber se o MP já tinha conhecimento das publicações, e caso tivesse, se pretendia adotar alguma providência diante da gravidade do que foi publicado.

O promotor enviou resposta com a seguinte informação: o MP instaurou inquérito civil para apurar o caso, com a justificativa de que pode ter ocorrido possível pagamento de locação de veículos não disponibilizados aos órgãos da administração pública municipal.

Segundo o promotor, por se tratar de procedimento sigiloso, exigido pela conveniência das investigações, o MP se reserva a informar apenas da existência da investigação, se isentando de fornecer mais detalhes ao blog.

A abertura do procedimento investigativo foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da Justiça (veja aqui na página 605).

O caso dos “carros fantasmas” foi publicado com exclusividade pelo BG no dia 2 de outubro. Passados 21 dias, não conseguimos qualquer resposta do prefeito Mário Alexandre e do secretário de gestão e tecnologia, Bento Lima.



2 responses to “Exclusivo. Após denúncia do BG, Ministério Público vai investigar “carros fantasmas” no governo Marão

  1. Só lamentamos que apenas e tão somente investigar, nada resolve. É preciso julgar e condenar, se couber, os verdadeiros transgressores da lei que usurparam o dinheiro público para si quando seria para a saúde, educação, saneamento, etc.

  2. Há de investigar, também, desvios de peças dos tratores da SUTRAN, que deveriam fazer manutenções em ESTRADAS rurais de Ilhéus é superfaturamento de empresas tercerizadas nesse setor tão importante para comunidades distantes da sede.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *