PSOL divulga notas em defesa de Shi Mário

Shi Mário recebeu notas de defesa das executivas municipal e estadual do PSOL.

Na última quinta-feira, 31, policiais civis cumpriram mandado de busca e apreensão expedido pela 2ª Vara Crime de Ilhéus, na residência de Mário Bittencourt Schneider, no bairro Hernani Sá. Os investigadores afirmam que por meio da página “IlheusDaDepressao”, hospedada no Facebook, Shi Mário, como é conhecido, disseminou acusações sem provas contra o promotor do MPE-BA, Paulo Sampaio, da 11ª Promotoria de Ilhéus. Crime,  que segundo as investigações, ocorreu nos dias 17 e 19 de setembro deste ano.

Na casa do servidor municipal foram apreendidos dois smartphones e um notebook que segundo a polícia, serviam para difundir ofensas e acusações sem provas na internet. Segundo a polícia, Shi Mário, se valendo do anonimato, acusou o promotor dos crimes de corrupção e prevaricação enquanto autoridade que fiscaliza o transporte público no município. Clique aqui para saber mais.

Em defesa do servidor público, o partido ao qual ele é filiado emitiu uma nota da executiva municipal e outra da executiva estadual do PSOL. Leia na íntegra as notas enviadas ao Blog do Gusmão.

NOTA PSOL ILHÉUS

A Executiva Municipal do Partido Socialismo e Liberdade – PSOL de Ilhéus, vem travando uma verdadeira batalha contra os abusivos aumentos da tarifa do transporte coletivo de passageiros. Vale lembrar que em dezembro de 2018 o Diretório Municipal do partido entrou com uma representação no Ministério Público do Estado da Bahia. Além do PSOL, outras três organizações também questionaram o aumento da tarifa e as precárias condições do transporte, o que evidencia o possível descumprimento do contrato de concessão envolvendo Prefeitura e as empresas prestadoras do serviço. As denúncias ao MP geraram o Inquérito Civil de nº 001.9.217708/2018, instaurado em 07/01/2019, através da Portaria nº 001/2019, que hoje está na 11a. Promotoria de Justiça sob responsabilidade do promotor Dr. Paulo Sampaio. Em 08/07/2019 o representante legal do partido no município, Jorge Luiz, protocolou no MP requerimento solicitando CERTIDÃO DE OBJETO E PÉ do inquérito instaurado. Em agosto/2019 a certidão foi fornecida, porém sem apontar avanços efetivos, apenas informa que ofícios foram enviados às empresas.

Já se passaram dez meses após a instauração do Inquérito Civil e a providencias não aparecem, a tarifa continua alta, o serviço de péssima qualidade, enquanto isso estudantes e população em geral sofrem dia a dia as consequências desse caos e a morosidade das autoridades em adotar providências. Essa situação tem indignado os militantes do PSOL e mais ainda, a população usuária do transporte coletivo.

O PSOL Ilhéus e a sua militância não vão se calar. A nota de repúdio da Executiva Estadual do PSOL Bahia (que segue abaixo) também expressa o sentimento de toda a direção e militância do PSOL municipal.

Executiva Municipal do PSOL Ilhéus, em 02 de novembro de 2019.

PSOL BAHIA: Nota de repúdio a perseguição política a Shimário Shineider, do PSOL de Ilhéus.

A Executiva Estadual do PSOL Bahia vem manifestar irrestrita solidariedade ao militante do partido, Shimário Shineider, fiscal de posturas da cidade de Ilhéus e ativista do Direito a Cidade e em defesa do transporte público e para todos.

Em um evidente espetáculo promovido com o objetivo de constranger e perseguir Shimário Shineider que vem denunciando o cartel do transporte público na cidade de Ilhéus sem que as autoridades competentes tomem providências a respeito, a Polícia Civil, a mando do promotor do MPE Paulo Sampaio, da 11a. Promotoria de Ilhéus, expediu mandado de busca e apreensão na casa de Shimário, apreendendo computadores e smartphone, e conduziu o militante a delegacia para prestar depoimento. Isso tudo em função das acusações que Shimário pretensamente teria feito no perfil do Facebook “Ilhéus da Depressão” sobre a leniência das autoridades do judiciário quanto ao cartel do transporte na cidade de Ilhéus.

Impressiona que diante de tantos e graves crimes cibernéticos cometidos cotidianamente sem a ação eficaz das autoridades judiciárias, o caso de Shimário tenha recebido atenção desproporcional em uma evidente tentativa de constranger e perseguir um militante que se dedica cotidianamente a lutar pelo Direito a Cidade, a Reforma Urbana e por Transporte Público acessível a todos a todas.

Nós do PSOL reiteramos a nossa solidariedade a Shimário, colocamos assessoria jurídica a disposição do filiado para tomarmos as todas as medidas cabíveis e faremos uma ampla denúncia, em nível municipal, estadual e federal, através de nossa bancada parlamentar e de nossos militantes nos movimento sociais, reverberando por todo país o clima inquisitorial que querem impôr na cidade de Ilhéus.

Democracia popular já!

Em defesa de Shimário Shineider!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *