Vídeo revela nova polêmica com Najila Trindade em Ilhéus

Najila Trindade.

Um vídeo publicado pela Rede TV! e que viralizou nas redes sociais nesta quinta-feira, 07, traz mais uma polêmica envolvendo Najila Trindade. Najila ficou conhecida mundialmente após acusar o jogador Neymar de agressão e por ele ter disseminado fotos íntimas dela na internet. A Rede TV! afirma que Najila teria sido denunciada por moradores do Condomínio Aldeia Atlântida por causa de brigas e confusões na residência onde morava com o secretário de Turismo de Ilhéus, Fábio Junior. Vale lembrar que o BG noticiou com exclusividade, em agosto, a nova moradia de Najila em Ilhéus, como pode ser visto aqui.

Veja o vídeo:

Porto Sul: Acordo firmado por MPF e MPBA prevê R$ 45 milhões para evitar impactos ambientais em Ilhéus

Área prevista do Porto Sul, em Aritaguá. Foto: Google/reprodução.

Termo de Compromisso Socioambiental (TCSA) firmado pelo Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA) prevê aporte financeiro superior a R$ 45 milhões, aplicados durante seis anos, para implementação de medidas voltadas a prevenir danos ambientais evitáveis e mitigar impactos não evitáveis na região do Complexo Portuário e de Serviços Porto Sul. O empreendimento está previsto para ser instalado no distrito de Aritaguá do município de Ilhéus, a 452 km de Salvador. O TCSA, homologado pela Justiça Federal em 17 de outubro, foi celebrado com o Estado da Bahia e a mineradora Bahia Mineração (Bamin) – empreendedores do Porto Sul –, o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e o Município de Ilhéus (BA).

O acordo foi firmado após o ajuizamento de quatro ações civis públicas, recomendações e outras medidas. Com o acordo, três dessas ações foram extintas. Segundo o Termo, os recursos deverão ser aplicados, em seis parcelas, para o fortalecimento dos órgãos de controle e fiscalização ambiental dos três entes federativos (R$ 3,6 milhões); apoio e estruturação das Unidades de Conservação (UC) Federais e Estaduais da região (R$ 14 milhões); e o restante do valor para medidas preventivas e precaucionais de danos ambientais prognosticados em estudos desenvolvidos em escala de paisagem, como a implementação de Sistema de Gestão Ambiental Integrada, com o desenvolvimento e aprimoramento de ferramentas de Planejamento Territorial da região, aprimoramento do sistema de Monitoramento e Controle Ambiental, mediante aquisição e instalação de Plataforma de Coleta Automática de Dados Hidrológicos e Pluviométricos e de Unidades de Monitoramento Remoto (UMR’s), entre outras.

O recurso deverá ser gestado e executado por uma instituição privada sem fins lucrativos ou uma instituição financeira que será escolhida, no prazo de 90 dias, pelo Estado do Bahia por meio de processo seletivo. A instituição selecionada ficará responsável por receber e gerir os R$ 45 milhões, destinando-os em conformidade com o previsto no Termo, e prestar contas, semestralmente, da aplicação dos recursos. Um Comitê Técnico de Execução do TCSA, composto por servidores do Estado e do Inema, fará o acompanhamento, fiscalização, avaliação e prestação de contas aos MPs e demais signatários do acordo. Eventual descumprimento do Termo gera multa de R$ 10 mil por obrigação descumprida (total ou parcialmente), cumulada com multa moratória correspondente a R$ 3 mil a cada 30 dias de atraso, enquanto persistir a inadimplência, além da multa em caso de atraso no pagamento dos valores acordados.

Assinaram o acordo o procurador da República Tiago Modesto Rabelo (MPF); a promotora de Justiça Regional do Meio Ambiente Aline Valéria Salvador; o governador da Bahia Rui Costa; além dos secretários da Casa Civil e do Meio Ambiente; procurador-geral do Estado; diretora e procurador-geral do Inema; promotores do Núcleo de Patrimônio Público e Meio Ambiente do Estado da Bahia; diretor-presidente e advogados da Bamin; o prefeito e o procurador-geral do Município de Ilhéus.

Ao menos duas praias atingidas por óleo estão impróprias para banho no sul da BA

Ao menos duas praias no sul da Bahia estão impróprias para o banho por causa das manchas de óleo — Foto: Rafaela Ribeiro/G1 BA

Fonte: G1 Bahia

Ao menos duas praias que foram atingidas pelo óleo na cidade de Ilhéus, no sul da Bahia, estão na lista de impróprias para banho, divulgada pela Coordenação de Monitoramento dos Recursos Ambientais e Hídricos (Comon), do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).

As praias impróprias são Barra de São Miguel e a Praia da Avenida. Em contrapartida, outras três praias que também registraram o aparecimento do óleo estão na lista de praias próprias para banho: Ponta da Tulha, Praia dos Milionários e Cururupe.

A recomendação do Inema é de que os banhistas evitem as áreas afetadas. Caso a população encontre manchas de óleo na praia, a orientação é ligar para o Corpo de Bombeiros ou para a Delegacia da Capitania dos Portos de Ilhéus.

As manchas de óleo chegaram à cidade de Ilhéus na manhã do dia 25 de outubro. No dia 30, uma tartaruga coberta de óleo foi encontrada na Praia da Avenida, também na cidade de Ilhéus.

Atualmente, a Bahia tem 31 cidades atingidas pelo óleo, além do Parque Nacional Marítimo de Abrolhos, que está com visitação suspensa até o 14 de novembro por causa da substância. A última cidade onde as manchas chegaram foi em Mucuri, que é o limite entre a Bahia e o estado do Espírito Santo. (mais…)

Segundo dia do Enem terá segurança de 3.134 policiais militares

PMBA fará policiamento no segundo dia de Enem.

A Polícia Militar da Bahia (PMBA) preparou um planejamento operacional que mobilizou 3.134 militares e 700 viaturas para o policiamento do segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), com o objetivo de oferecer mais segurança aos 400 mil estudantes inscritos na Bahia. O exame será realizado em 160 municípios baianos.

O policiamento (a pé e motorizado) será empregado no entorno dos 983 locais de aplicação de prova. As ações da PM foram iniciadas na semana passada, antes do primeiro dia de Enem, com a escolta dos malotes contendo as provas até as escolas e da coleta dos exames realizados.

“Além de promover mais segurança para o aluno no período do Enem, o planejamento operacional da Polícia Militar visa garantir o sigilo na distribuição e aplicação das provas, com base em convênio firmado entre a SSP [Secretaria da Segurança Pública] e o Inep [Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira]”, destaca o comandante de Operações Policiais Militares (COPPM), coronel Humberto Sturaro.

Senado aprova PEC Paralela da Previdência em primeiro turno

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Fonte: Agência Brasil

O plenário do Senado aprovou, em primeiro turno, o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 133, conhecida como PEC Paralela da Previdência. Foram 56 votos a favor e 11 contrários. O projeto foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na manhã de ontem (6). Foram apresentados quatro destaques, que serão votados na próxima semana.

O texto necessitava de 49 votos para ser aprovado, o equivalente a três quintos do Senado mais um parlamentar. A PEC ainda será analisada em segundo turno. De acordo com o regimento, são necessárias cinco sessões antes da votação do texto em segundo turno. Somente após a segunda aprovação o projeto seguirá para a Câmara dos Deputados.

A PEC Paralela foi uma saída encontrada pelo relator da PEC da Reforma da Previdência, Tasso Jereissati (PSDB-CE), para fazer alterações na reforma sem que o texto original tivesse que voltar para a Câmara dos Deputados. Assim, ele não alterou a PEC original, a PEC nº 06, e levou alterações para a PEC Paralela.

No aspecto fiscal, a principal medida é a inclusão de servidores de estados e municípios na proposta. Esses entes e o Distrito Federal poderiam adotar integralmente as mesmas regras aplicáveis ao regime próprio de Previdência Social da União por meio de lei ordinária. A expectativa é de que este ponto seja responsável por uma economia de R$ 350 bilhões em 10 anos. (mais…)

Primeiro edital do Consórcio Nordeste gera economia de R$ 50 milhões

Foto: Heudes Regis/GovernoPE.

A primeira compra coletiva realizada pelo Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste) vai gerar uma economia de quase R$ 50 milhões para a região. A informação foi divulgada pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara, após reunião com representantes dos nove estados nordestinos no Palácio do Campo das Princesas, em Recife, na quarta-feira (6). O governador em exercício da Bahia, João Leão, participou da reunião.

A licitação conjunta para a compra de remédios envolveu a aquisição de 10 itens componentes especializados da assistência farmacêutica. O edital previa o investimento de R$ 133 milhões na aquisição dos medicamentos, mas a empresa vencedora do certame apresentou uma proposta final no valor de R$ 118 milhões. Os preços praticados pelos Estados antes do Consórcio Nordeste poderiam chegar aos R$ 166 milhões.

Os medicamentos são fórmulas restritas para uso exclusivo na rede pública e vão abastecer farmácias de hospitais, ambulatórios e postos de saúde, que atendem uma população de mais de 57 milhões de nordestinos.

Esse foi o primeiro encontro do Consórcio após o desastre ambiental que atingiu o litoral nordestino, com o derramamento de óleo nas praias. Além desses temas, outras agendas de interesse comum foram tratadas, como a universalização do saneamento básico, a destinação de resíduos sólidos e ações de integração entre os integrantes do colegiado. Na reunião desta quarta também foi distribuída a Carta do Recife, relacionando os assuntos discutidos pelos governadores presentes.

Estiveram presentes ainda os governadores Renan Filho (Alagoas), Camilo Santana (Ceará), João Azevêdo (Paraíba), Wellington Dias (Piauí), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte) e Belivaldo Chagas (Sergipe), além do vice-governador Carlos Brandão (Maranhão).