Saiba como está a evolução dos e-Sports na Bahia

A febre dos e-sports no Brasil pode causar estranheza em quem não está habituado com os jogos eletrônicos sendo levados tão a sério. O fato é que mais de 20 milhões de brasileiros já acompanham as competições, que movimentam milhões de reais. Na Bahia, o cenário dos e-Sports ainda não é tão avançado como em alguns outros estados brasileiros, mas já é possível ver sinais de evolução.

O sucesso de games como CS:Go, LoL, DOTA 2 e FIFA se deve, em grande parte, à democratização do acesso ao esporte. Hoje em dia, qualquer um que tenha um notebook gamer já pode se destacar no cenário dos e-Sports.

Atualmente, existem duas game offices em Salvador. Elas funcionam como centros de treinamento de jogadores, com o principal objetivo de alcançar a profissionalização. A presença das game offices é um dos fatores que indica um futuro próspero para os e-Sportistas baianos.

No início do ano, a CelestialWolves Gaming firmou uma parceria com a Arena Fonte Nova, conseguindo um espaço de 1200 metros quadrados nas dependências do estádio, com o objetivo de estabelecer um espaço fixo e duradouro para o treinamento de gamers de todo o estado. O envolvimento de um dos maiores símbolos do esporte baiano, a Fonte Nova, mostra como os e-Sports tem tudo para se consolidar em breve na Bahia.

Além da CelestialWolves, outra equipe baiana que possui gaming office próprio é a Nocaute, localizado no bairro de Pituba, em Salvador. A Nocaute participa de competições nacionais e  atualmente está disputando a Liga Baiana de CS:Go, que também conta com a CelestialWolves, além de outros times como Swing da Cor, Eletronic Tips e Golden Vulpes.

No início de 2018, o Vitória chegou a montar uma equipe de e-Sports, seguindo a tendência de outros clubes de futebol brasileiros. O projeto não foi para frente na ocasião, mas com o fortalecimento da cena local e a profissionalização de mais jogadores, é provável que tanto o Vitória quanto o Bahia em breve estabeleçam seus times.

As principais atividades e eventos de e-Sports no estado são organizados pela FEBAEE, a Federação do Estado da Bahia de Esporte Eletrônico. Ela é a entidade oficial de administração das modalidades em todo o estado e responsável por organizar as competições.

Nosso estado conta com dois jogadores conhecidos nacionalmente. O mais famoso é Rafael Knittel, o Rakin. Ele é natural de Salvador e se tornou jogador profissional de League of Legends, passando por grandes times do mundo. Atualmente ele faz parte do Team Liquid, uma das maiores instituições de e-Sports do planeta, atuando como criador de conteúdo.

Outro conterrâneo de destaque no cenário é Gustavo Gomes, conhecido justamente como Baiano. Ele também é profissional de League of Legends e atualmente é jogador da equipe do Santos de esportes eletrônicos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *