SineBahia Itabuna oferta 28 vagas de emprego nesta sexta-feira (29)

Há cinco vagas para vendedor.

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas estarão disponíveis nesta sexta-feira, 29 de novembro. A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

RECEPCIONISTA (PCD)

Vaga Exclusiva Para Pessoas com Deficiência.

Ensino Médio Completo

Experiência de 06 meses na área.

04 Vagas (Temporária)

AUXILIAR DE PORTARIA(PCD)

Vaga Exclusiva Para Pessoas com Deficiência.

Ensino Médio Completo

Experiência de 06 meses na área.

04 Vagas (Temporária)

OPERADOR DE TELEMARKETING (PCD)

Vaga Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Médio Completo

Não exige experiência

05 VAGAS

SUPERVISOR DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

Ensino Médio Completo

Experiência de 06 meses na função em CTPS

02 Vagas

(mais…)

SineBahia Ilhéus oferece 23 vagas de emprego nesta sexta-feira (29)

Sinebahia Ilhéus tem uma vaga para garçonete.

Confira abaixo as vagas de emprego disponíveis nessa sexta-feira, 29 de novembro, na agência do Sinebahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro. Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

OPERADOR DE CAIXA (PCD)
Vaga exclusiva para Pessoas com deficiência
Ensino Fundamental Completo
Experiência na função
Apresentar Laudo
01 VAGA

GERENTE DE RECURSOS HUMANOS

Ensino Superior Completo em Recursos Humanos ou Administração
Experiência na função comprovada em carteira de trabalho
01 VAGA

RECEPCIONISTA DE HOTEL
Ensino médio completo

Experiência mínima de 06 meses na função
02 VAGAS

ENGENHEIRO MECÂNICO

Ensino médio completo

Experiência mínima de 06 meses comprovada em carteira de trabalho
Conhecimento básico em administração de obras
01 VAGA

(mais…)

Faculdade Madre Thaís realiza Juri Simulado

Imagem: Jonildo Glória/ASCOM-FMT.

Alunos do 7º semestre noturno do curso de Direito da Faculdade Madre Thaís (FMT-Ilhéus) vão realizar no dia 7 de dezembro, no auditório Cid Gesteira, o Júri Simulado. O Objetivo é simular a realização de um julgamento para que os estudantes tenham a experiência prática do que vão encontrar na vida profissional.

O júri será embasado num fato real, entanto, os alunos vão desenvolver todas as pecas e as teses defensivas, com o intuito de, através de metodologia ativa, praticar o que aprenderam na matéria estagio supervisionado 2. Explica a coordenadora da atividade, a professora Lara Kauark,

Segundo o coordenador do curso na FMT Ilhéus, professor Josevandro Nascimento “a intenção do Júri Simulado é que possa ajudar os alunos a desenvolverem ao máximo as habilidades nas áreas da magistratura, advocacia e ministério público e também tomarem suas próprias decisões, baseadas na experiência e conhecimento que já têm da vida acadêmica,” concluiu.

Ilhéus: motorista é afastado após agredir passageira em ônibus

Imagem extraída de vídeo.

Na noite da quarta-feira, 27, um vídeo circulou no WhatsApp e deixou algumas pessoas revoltadas. No vídeo, um motorista da empresa de ônibus ViaMetro e uma mulher discutem no interior do veículo. O homem tenta retirar a mulher à força do ônibus e ela resiste. As imagens foram gravadas no bairro Teotônio Vilela.

Em resposta ao BG, a ViaMetro afirmou que está apurando os fatos e que o motorista foi agredido e fez a ocorrência e exame de corpo de delito. Ele prestou queixa e estava com leves arranhões no rosto. A autora, desconhecida até o momento, não registrou ocorrência na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM).

Segundo o representante da empresa, a mulher se negou a pagar passagem. Por meio de nota a empresa lamentou o ocorrido e informou que afastou o motorista da função.

 

Prefeitura de Uruçuca entrega alimentos para famílias carentes atendidas pelo PAA

Foto: Ascom/Uruçuca.

A Prefeitura de Uruçuca, por meio da Secretaria de Assistência Social e Secretaria de Desenvolvimento Econômico do município, realizou a entrega de alimentos para 300 famílias do Programa de Aquisição Alimentar (PAA). A entrega foi feita na terça-feira, 26, em Serra Grande, e nesta quarta-feira, 27, na Sede. A ação já ocorre desde o início desta gestão, onde uma vez por mês a entrega é realizada no CRAS em Uruçuca e também em Serra Grande.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Aguido Muniz, o programa beneficia tanto o agricultor familiar do município como a população carente. “O programa é uma parceria do Governo do Federal, pelo ministério da cidadania e garante que os alimentos produzidos pelos próprios agricultores da cidade sejam entregues as famílias cadastradas na Assistência Social. E hoje, com o trabalho que vem sendo desenvolvido pela secretaria, a cerca da diversidade de cultura na nossa região, já podemos ver o resultado, com a entrega de produtos como: maxixe, abóbora, tangerina, pepino, couve, aipim, mamão, banana da terra, entre outros. A população também tem a garantia de estar recebendo alimentos de qualidade. Nossa equipe está aqui presente na entrega para supervisionar e atestar a qualidade”.

Para o agricultor Joel Santos, da região do Curisco, que entrega produtos para o PAA, o programa é muito importantes para o agricultor. “Tradicionalmente nós cultivamos o cacau, mas com o incentivo da diversidade de cultura, temos a chance de entregar outros alimentos, o que nos permite participar do programa e ter uma renda extra, que nos beneficia.”

Família pede ajuda para tratamento de criança de 11 meses

A família da pequena Ágatha Guimarães Costa, de 11 meses, pede colaboração de pessoas que possam contribuir no tratamento dela. Ágatha nasceu com linfangioma ou higromacístico, uma má formação congênita rara do sistema linfático.

Pra que ela tenha uma vida normal é preciso fazer um tratamento em São Paulo, cujo custo não é coberto pelo plano de saúde.

Interessados podem ajudar com doações por meio deste link.

Nordeste enfrenta seca intensa e 636 municípios estão em situação de emergência

A seca no Piauí. Foto: Governo do Piauí.

Fonte: O Eco

O óleo nas praias não é o único desafio enfrentado pelos estados do Nordeste atualmente. As secas, tão presentes historicamente na região, estão mais intensas, conforme mapeamento do Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites (Lapis) publicado no início da semana. De acordo com o professor Humberto Barbosa, coordenador do Lapis, o atual quadro de baixa umidade registrado esse mês é mais grave em relação aos outros meses. “Em novembro, praticamente todo o semiárido está com umidade abaixo de 10%, percentual considerado muito baixo. É normal para essa época do ano, naturalmente seca. Mas no Nordeste, as chuvas estão abaixo da média. As temperaturas também estão mais altas, 1 a 2 graus acima da média. Não temos nenhum sinal de la Niña ou de el Niño no Pacífico, então o Oceano Atlântico é quem está influenciando o clima. Alta Subtropical do Atlântico Sul (ASAS) está dominando para as chuvas estarem abaixo da média. O resultado é chuvas abaixo da média e altas temperaturas, em relação à média histórica”, analisa.

O mapeamento é realizado semanalmente pelo Laboratório e, de acordo com Barbosa, “é o melhor indicador agrometeorológico e a ferramenta mais prática é mais rápida para informar ao agricultor sobre a condição da umidade do solo propícia à produção”. A radiografia da seca foi feita com base na análise da umidade dos solos de cada município, obtidas a partir de imagens de satélites. A umidade dos solos é um índice de secas que fornece um panorama atualizado do avanço do fenômeno em cada área da região.

Os mapas, divulgados por estado, mostram que o Nordeste brasileiro enfrenta atualmente uma condição de seca intensa. Na Bahia, por exemplo, 377 municípios estão com percentual de umidade dos solos abaixo de 10%, considerado muito baixo. O número corresponde a 90% dos municípios do estado que enfrentam seca. Já no Piauí, 221 municípios, 98% das localidades do estado, estão com solos abaixo de 10% de umidade. Na Paraíba, 216 municípios (97%) estão nessa situação.

De acordo com dados dos municípios com reconhecimento federal de situação de emergência obtidos no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres, da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), 636 municípios estão nessa situação no Nordeste. O estado com maior número de municípios nessa situação é a Bahia, com 189. Esse reconhecimento permite que o governo federal transfira recursos para ações de resposta aos impactos da seca nos locais mais afetados. “Ainda há um despreparo dos municípios no monitoramento da seca, da redução da cobertura vegetal, da umidade dos solos e do nível das águas nos reservatórios. Falta planejamento e a grande maioria dos municípios não possuem plano de contingência para enfrentarem a seca. Todos os anos, dependem de medidas emergenciais. Trabalhamos isso no livro ‘Um século de secas”, quando fizemos um levantamento das lições deixadas por mais de 100 anos de políticas públicas na região”, informou o pesquisador.

Senado aprova criação do Médicos pelo Brasil

MP que institui programa perderia validade nesta quinta-feira. REUTERS / Adriano Machado

Fonte: Agência Brasil

O Senado aprovou, na tarde de ontem (27), a medida provisória (MP) que cria o programa Médicos pelo Brasil. A MP expiraria nesta quinta-feira (28) e perderia a validade de não fosse votada. A matéria vai agora à sanção presidencial.

Na terça (26), o texto foi aprovado na Câmara dos Deputados e chegou ao Senado para uma aprovação rápida, sob risco de expirar. No entanto, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), havia se comprometido a votar a MP, mesmo com pouco tempo para apreciação da matéria. “Ela [MP] é importante, tem que votar, vou falar com os senadores. Mesmo faltando um dia [para expirar] a gente vai botar para votar”, disse ele, na semana passada.

Assinada pelo presidente Jair Bolsonaro em 1º de agosto, a MP amplia em pouco mais de 7,3 mil o número de médicos nas áreas mais carentes do país – 55% dos profissionais serão contratados para atender as regiões Norte e Nordeste.

O programa Médicos pelo Brasil, lançado em substituição ao Mais Médicos, criado em 2013, também define novos critérios para realocação dos profissionais considerando locais com maior dificuldade de acesso, transporte ou permanência dos servidores, além do quesito de alta vulnerabilidade. A nova proposta ainda prevê formação de especialistas em medicina da família e comunidade.

De acordo com as regras do programa, os profissionais deverão ser selecionados para duas funções: médicos de família e comunidade e tutor médico. Todos deverão ter registro no Conselho Regional de Medicina (CRM). (mais…)