‘Ela assumiu o risco’, diz coronel da PM sobre turista piauiense estuprada em Itapuã

Foto: Maiana Belo/G1.

Fonte: Correio 24 horas

A declaração do coronel da Polícia Militar, Eurico Costa, foi um dos assuntos mais comentados em vários sites de Salvador e de toda Bahia. Ao comentar o caso da turista que foi estuprada na praia de Itapuã, o militar afirmou que “Foi um comportamento de risco. O que uma pessoa vai fazer numa praia deserta das 19h às 23h? Vai fazer o quê? Ela assumiu o risco”, declarou ele na manhã da sexta-feira (10). Ele disse também que a Polícia Militar não pode ser responsabilizada pelo que aconteceu com o casal. “Trabalhamos constante na região, mas não temos efetivo para garantir a segurança somente daquelas pessoas que estavam naquele horário, num local onde não havia ninguém”, informou.

A piauiense de 19 anos foi estuprada e seu namorado, de 27 anos, assaltado na noite da terça-feira (7), na praia de Itapuã, em Salvador. A turista e o namorado foram surpreendidos por dois criminosos quando caminhavam na praia. Os dois, que são de Teresina (PI), estavam curtindo alguns dias de folga na capital baiana.  O autor do estupro se apresentou na 12ª Delegacia (Itapuã) nesta manhã e foi levado para a Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur), onde está preso. Já o comparsa dele está internado no Hospital Geral do Estado (HGE), após ter sido espancado por populares durante um assalto no bairro de Sussuarana. Leia mais sobre o crime clicando aqui.

O tenente-coronel Eurico Filho Silva Costa. Imagem: Reprodução/TV Bahia.

 

Ainda segundo o militar, o comportamento do casal foi de risco e, portanto, eles devem assumir as consequências. “O casal teve um tipo de comportamento que não podemos nos responsabilizar. Se um carro trafega a 200 km/h, o motorista assume as consequências, o risco de bater, capotar. Foi a mesma coisa que aconteceu”. Após a repercussão negativa do comentário, o coronel pediu desculpas afirmando que nunca defendeu a culpabilização da mulher e que se solidariza com  a vítima.

Ontem, o BG recebeu mensagens de muitas mulheres indignadas com a insensibilidade do coronel diante do sofrimento da jovem.

Veja abaixo a nota enviada pela Polícia Militar sobre o caso:

Nota do Comando Geral da Polícia Militar da Bahia

O Comando Geral da Polícia Militar da Bahia (PMBA) informa que as declarações do comandante da 15ª CIPM já estão sendo tratadas internamente e ressalta que, em nenhuma circunstância, uma vítima deve ser culpabilizada. A Polícia Militar da Bahia tem como missão cuidar das pessoas e, para isso, realiza o policiamento ostensivo com o objetivo de prevenir o cometimento de crimes.

A PMBA lamenta profundamente o crime cometido contra o casal de turistas e se solidariza com as vítimas, bem como reafirma o compromisso de fazer o melhor sempre para garantir a segurança de baianos e turistas. Comandante da 15ª CIPM pede desculpas.

O tenente-coronel Eurico Filho Silva Costa, comandante da 15ª Companhia Independente da Polícia Militar (Itapuã), pediu desculpas pelas declarações na tarde desta sexta-feira (10). “Peço desculpas se fui mal interpretado pelas minhas declarações. Como policial militar, nunca defendi culpabilização de vítimas. Não seria diferente no caso absurdo envolvendo turistas em Salvador. Meu respeito e total solidariedade às vítimas de uma cruel violência contra as mulheres. Continuarei na trincheira em nome da segurança da sociedade e sendo intolerante contra qualquer tipo de violência”, falou o comandante.



2 responses to “‘Ela assumiu o risco’, diz coronel da PM sobre turista piauiense estuprada em Itapuã

  1. Não discordo do Ten/Cel. Eurico. Acho que ele está corretíssimo. A polícia não é onipresente. Em parte, devemos zelar por minimamente por nossa própria segurança, principalmente enquanto turista, evitando por desconhecimento os logradouros e pontos negros dominados por marginais principalmente à noite. Todas as semanas um motorista visitante ou turista é morto ou gravemente ferido a tiros quando ao chegar ao Rio via BR 101, erra o trevo de acesso e entra por engano na comunidade dominada pelos traficantes. Dessa mesma forma foi vítima o casal turista do Piauí. Praia de Itapuã à noite, nem o soteropolitano se arrisca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *