Estudantes de Ilhéus participam de campeonato organizado pela Fórmula 1 

Alunos participarão de etapa em Salvador. foto enviada via WhatsApp.

Projetar um carro movido a gás carbônico, desenvolver um plano de negócio, estratégia de marketing e ações sociais. Esse é o desafio que a equipe Aslan, composta por 5 alunos da escola Sesi e orientada pelo professor de robótica Felipe Oliveira vai ter. Os alunos participarão do programa ‘F1 in Schools’ que desafia estudantes de 9 a 19 anos matriculados em escolas SESI a criarem empresas para competir em uma pista de corrida em miniatura.

O campeonato, que faz parte de um projeto internacional realizado pela própria Fórmula 1, reproduz desafios profissionais envolvidos em uma corrida de carros do início ao fim, desde a criação da escuderia até o enfrentamento nas pistas.

Não é só a velocidade que conta: é necessário utilizar diversos recursos tecnológicos para projetar, modelar e testar um protótipo de um carro de F1. Nessa preparação para o mundo profissional, os jovens competidores precisam pensar em marketing, patrocínio, plano de negócios e estratégias em mídias sociais. Além de desenvolver a escuderia para participar da primeira etapa estadual que será na capital, também está sendo desenvolvido um projeto social que conta com o apoio da população e de empresários da região.

A escuderia Aslan formada por alunos da escola SESI Adonias Filho estará participando da primeira etapa do campeonato ‘F1 in Schools’ nos dias 8 e 9 de fevereiro em Salvador. Até lá a equipe realizará algumas ações sociais como aulas de robótica em creches e doações de alimentos em abrigos.

Para que essas ações sociais possam ser realizadas de uma forma mais efetiva a equipe conta com o apoio de todos. Quem tiver interesse em apoiar a equipe com a doação de alimentos ou como patrocinador, pode conhecer mais sobre o projeto por meio do Intagram @eqpaslan.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *