Feminicídio em Banco Central: idosa foi estuprada e morta

Imagem enviada pelo WhatsApp.

Um crime bárbaro estarreceu a comunidade do Banco Central, localizada da zona rural (noroeste de Ilhéus).

Na tarde deste sábado, 8, uma senhora conhecida com “Rai”, de idade avançada, foi estuprada e morta dentro da própria residência.

Moradores revoltados desconfiam de um suspeito e estão fazendo buscas armados com facas e facões. Banco Central não dispõe de policiais plantonistas, por isso, pode acontecer um linchamento.

O Blog do Gusmão recebeu imagens fortes do estado da vítima após o crime.

A comunidade aguarda a presença da Polícia Militar.

A péssima condição da estrada vicinal que dá acesso à localidade dificulta ainda mais o trabalho da PM.

Foto enviada pelo Whatsaap.

Atualizado às 22 horas.

Policiais militares da 70ª CIA prenderam um homem suspeito de cometer o crime. O caso será investigado pelo Núcleo de Homicídios da 7ª Coorpin.

O vídeo abaixo, gravado por moradores de Banco Central, mostra como parte da comunidade reagiu à prisão.



9 responses to “Feminicídio em Banco Central: idosa foi estuprada e morta

  1. Banco central está esquecida. É um local de difícil acesso, não tem policiamento, estao ocorrendo diversos roubos na estrada, e em fazendas. A violência está crescendo cada vez mais, e as autoridades não fazem nada. Os políticos só lembram que lá existe quando está perto das eleições. Tudo que é tipo de bandido vai se esconder lá e fazem o que bem quer. Quado isso vai mudar?

  2. A região de Banco Central está abandonada inúmeros assaltos e roubos de carro está acontecendo na região e mais essa agora estupro e assassinato. Estamos abandonado pelo poder público. Não temos estrada não temos segurança querem roubar nossa dignidade querem roubar o nosso direito de ir e vim.

  3. Meu Deus não dá nem pra acreditar que fizeram uma maldade dessa com d. Rai .

    Roubos de carros e agora isso meu Deus ,tá fazendo medo ….banco central é um lugar bom pra morar ,titirando a falta de médico e a estrada que no mapa tem asfalto ,asfalto invisível né .

  4. Esse era um local ótimo para passear. Hoje a violência está metendo medo. assalto a fazendas com espancamento de trabalhadores e pessoa baleada. Assalto na estrada de acesso. Arrombamento de casas. Estupro e feminicidio. Assassinatos bárbaros. Virou terra sem lei.a polícia militar que constitucionalmente é ostensiva só aparece depois de consumado o crime. É POLÍCIA OSTENSIVA OU JUDICIÁRIA A PM DAÍ DESSA TERRA SEM LEI

  5. Cem conta com os assaltos a estrada horrível população esquecida jaja chega a hora dos vermes chegarem pedindo voto cheios de promessas

  6. Banco central.tinha dois policiais que trabalhava certo lembro-me quando viajava porai era seguro não tinha vagabundagem mais enfilismente tem aquele ditado quem procura o que não perde encontra o que não quer.foram os próprios moradores que fizeram de tudo pra tirarem eles sair.foi baixa assinada reclamações feita por moradores e administradores que gostava de coisas erradas aí deu no quê deu.agora quem paga e as pessoas inocentes que não tem nada a ver com a ganância dos outros e erros de moradores.

  7. Meu deus do céu Raí e conterrânea das antigas nesse lugar porq isso foi acontecer com essa pobre coitada coitada isso e muito revoltante e tem que ter justiça

  8. isso e uma vergonha oq esta acontecendo no nosso interior queremos chama a atencao do prefeito de ilheus cader om prefeito isso e o cumulo nao consigo acredita que isso aconteceu em um luga tao humilde como nosso luga um luga bom de viver e isso acontecer queridos vamos compatilhar pra ver o prefeito e o gorvenador da um jeito de conbater o creme nesse luga porque eu nao moro ai mas mas sinto a dor de quem estar morando ai

  9. A comunidade está entregue as traças.Estrada ruim sem manutenção nenhuma dificultando ainda mais o acesso da polícia quando acionada .Não temos somente roubo .Temos diversos problemas e não sabemos a quem recorrer.A localidade está entregue nas mãos do crime e tudo o que não presta de fora vem parar aqui na comunidade por conta das leis que aqui não existe.Muito difícil viver nesse local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *