Blitz do descarte consciente é realizada no Hospital Regional Costa do Cacau

Foto: Ascom/HRCC.

Com foco principal em conscientizar colaboradores sobre a importância do descarte correto de resíduos hospitalares, a equipe do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, realiza durante todo o mês de fevereiro, a Blitz do Descarte Consciente com o objetivo principal de garantir a   segurança dos profissionais e pacientes, além de contribuir positivamente, reduzindo o impacto causado ao meio ambiente.

Esta atividade contempla as ações do Plano de Gerenciamento dos Resíduos dos Serviços de Saúde (PGRSS) do HRCC. A segregação correta desses objetos hospitalares evita o acidente com a exposição a materiais biológicos e perfurocortantes. A medida tem abrangência na Resolução da Diretoria Colegiada – RDC 222/2018 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

De acordo com Bruna Sobral, engenheira de Segurança do Trabalho do HRCC, a blitz está ocorrendo in loco, conscientizando as equipes quanto ao descarte correto dos resíduos dos serviços de saúde, conforme RDC 222/2018. “Essa resolução se aplica aos geradores de Resíduos de Serviços de Saúde (RSS), envolve o gerenciamento desses resíduos, sejam públicos e privados, filantrópicos, civis ou militares, incluindo os que desenvolvem pesquisas”, disse.

Para Almir Gonçalves, diretor assistencial do HRCC, o lixo hospitalar pode representar risco à saúde humana e ao meio ambiente se não houver adoção de procedimentos técnicos adequados no manejo dos diferentes tipos de resíduos gerados. “O lixo infectante deve ser separado do restante do lixo hospitalar, sendo o treinamento de funcionários para esta função uma exigência do Conselho Nacional do Meio Ambiente”, destacou.

Gonçalves garante que a unidade hospitalar atende as normas e leis vigentes, além das boas práticas para oferecer um serviço de saúde pública de qualidade. “Uma das marcas do HRCC é a preocupação com pacientes, equipe e familiares, neste contexto a educação continuada e blitz como esta, estão cada vez mais presentes em nossa instituição”, concluiu.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *