Quedas de energia causam prejuízos aos consumidores de Ilhéus

Consumidores têm sofrido com as constantes quedas de energia.

Há cerca de dois anos, consumidores de Ilhéus reclamam de quedas de energia ocasionadas pela falta de investimento e manutenção da Coelba.

Neste verão o problema se intensificou e tem causado mais transtornos. Aparelhos de TV, máquinas de lavar, aparelhos de som e eletrodomésticos em geral têm queimado após as oscilações.

Nesses momentos, a variação da voltagem costuma danificar painéis e circuitos internos desses aparelhos.

Para obter reparação, os consumidores são obrigados a recorrer à Coelba que faz uma série de exigências como laudos técnicos e orçamentos. Muitas pessoas insatisfeitas acabam recorrendo à justiça.

O problema é que as quedas não param e acontecem quase todos os dias, principalmente nas madrugadas.

O setor turístico também tem suas reclamações. A diretoria da Associação de Turismo de Ilhéus – ATIL, após reunião, decidiu enviar um ofício ao Ministério Publico Estadual, pedindo que a Coelba seja acionada para resolver o problema da instabilidade, que tem gerado problemas aos comerciantes e incômodo aos hóspedes.

Esse vídeo mostra o momento em que a energia oscila e apaga e acende repetidas vezes a mesma lâmpada:



One response to “Quedas de energia causam prejuízos aos consumidores de Ilhéus

  1. O litoral norte pede socorro, é quem mais sofre aqui em Ilhéus, por falta de investimento da coelba, as oscilações no fornecimento de energia são diárias, principalmente em época de verão quando o número de visitantes aumenta, precisamos de melhorias por parte da colega, o litoral norte ainda é classificado como área rural, por isso falta investimentos, Ilhéus como cidade turística precisa mudar essa situação urgente, na minha casa a bomba queimou 3 vezes do natal até hj por conta dessa oscilação que acontece durante a noite, com a vinda do porto sul esperamos que investimentos sejam feitos por parte da coelba pra mudar essa situação urgente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *