Diagnóstico descarta coronavírus em paciente atendida em Ilhéus

Imagem ilustrativa.

O resultado da amostra coletada com materiais de uma turista de 21 anos, de Israel, que buscou assistência hospitalar em Ilhéus no último sábado (29), de acordo com informações prestadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (LACEN-BA), deu negativo para infecção do Covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus, mas positivo para Influenza B.

De acordo com a chefe do setor de imunização de Ilhéus, Walkiria Freitas, o Ministério da Saúde resolveu antecipar a vacinação contra a Influenza visando reforçar as ações preventivas de combate ao coronavírus. “A vacina contra a H1N1, H3N2 e Influenza Sazonal permite que os profissionais de saúde descartem esses casos ainda na triagem. É uma estratégia que vai auxiliar o diagnóstico célere para o coronavírus”, explicou.

Freitas pontuou que serão disponibilizadas em âmbito nacional cerca de 20 milhões de doses na primeira fase da campanha. O público alvo é composto por crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) e idosos. O período de vacinação tem previsão de início para o dia 23 de março. Posteriormente, as doses serão disponibilizadas para os demais grupos: profissionais de saúde, pessoas com comorbidades e indígenas. O Ministério realiza o repasse para a Sesab, que encaminha as doses de vacina para Ilhéus por meio do Núcleo Regional de Saúde.

Medidas de prevenção e controle – De acordo com a Sesau, a população precisa adotar medidas e cuidados básicos para reduzir o risco geral de contaminação como lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos; usar desinfetante à base de álcool para as mãos; evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas; evitar contato próximo com pessoas doentes; Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo; limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência. Profissionais de saúde devem utilizar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e medidas de precaução padrão de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção). O tratamento é de suporte conforme a sintomatologia do paciente.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *