Segundo Bebeto, conversar com Marão é normal; outros políticos também conversaram por “civilidade”

Mário Alexandre e Bebeto Galvão.

Em resposta à publicação sobre conversas que estão acontecendo entre Bebeto Galvão e o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, o ex-deputado federal entrou em contato com a redação do BG para dar sua versão.

Bebeto afirmou que conversar com Cacá Colchões, Nilton Cruz ou com Marão é normal. Segundo o ex-deputado, outros políticos também conversaram com o prefeito por civilidade.

Bebeto disse que nas conversas reclamou da situação lamentável que envolve os servidores municipais afastados em janeiro de 2019.

Quando questionado sobre as sinalizações feitas pelo próprio Mário, de uma possível aliança, Bebeto disse: “Acho que o desejo pode ser verbalizado, conforme ele disse numa emissora, mas ele falou disso com vários partidos como o PT, PCdoB e PSB, até o PP. A dedução de fatos, neste momento, de algo que o PSB não debateu, não é verídica. Nossa tradição, responsabilidade e comportamento político, com a cidade e nossos filiados, principalmente quando há alguma decisão, é discutir internamente e depois tratar do assunto publicamente e anunciá-lo à imprensa”.

O presidente do PSB de Ilhéus, Diego Messias, salientou que o partido mantém a pré-candidatura de Bebeto, o que não inviabiliza a conversa do PSB com PP, PT, PCdoB ou PSD. “Atualmente o foco do partido está voltado para as filiações de pré-candidatos a vereador (a)”.



2 responses to “Segundo Bebeto, conversar com Marão é normal; outros políticos também conversaram por “civilidade”

  1. É inacreditável que o Bebeto Galvão queime pela segunda vez o seu filme. Nas últimas eleições fez uma opção errônea por isso agora sem mandato, integra o segundo escalão em cargo de pouca relevância. Agora quer carregar o Marão nas costas? Faz isso não Bebeto, você é um homem inteligente, tem muitos méritos, votos, confiança e simpatia dos eleitores. É muito peso pra você. Há riscos de ser esmagado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *