Cacá Colchões defende propostas de apoio às empresas

Cacá Colchões.

O empresário e pré-candidato a prefeito de Ilhéus, Cacá Colchões, divulgou um texto em que sugere algumas medidas que podem ser adotadas por empresas para  manter empregos e gerar renda. Veja na íntegra a proposta:

Ilheenses,

Estamos enfrentando uma crise jamais vista, nas últimas décadas. Uma crise global, que atinge empresas e trabalhadores.
Há um debate em torno de ações, reações e omissões dos governos. As autoridades estão sendo testadas em relação à capacidade de liderar Nações, Estados e Municípios. Trata-se do bem maior de uma sociedade: preservar a Vida.

É dever das lideranças políticas e da sociedade civil se manifestarem quanto aos melhores caminhos para atenuar os graves efeitos da Pandemia. Cabe crítica à atuação dos governantes, mas prefiro apresentar propostas exequíveis, que a situação requer.
O momento exige decisões corajosas e urgentes. A preservação das empresas e os empregos dos trabalhadores é responsabilidade dos governos.

Os prefeitos discutem com o governo federal medidas que reforcem os orçamentos municipais. Algumas medidas já foram aprovadas. Portanto haverá mais recursos para a Saúde e proteção dos segmentos mais carentes da Sociedade.

As medidas adotadas pelos governos, restringindo o funcionamento de diversas atividades do comércio, industria e serviços, acarretará recessão de grandes proporções. A seguir, nossa proposta visando a preservação do emprego e renda das empresas instaladas no município de Ilhéus:

1 – Isenção Total da Taxa de Licença e Localização -TLL para todas as empresas ativas do município e para as novas empresas que vierem a se instalar no exercício de 2020;

2 – Renovação automática das Licenças de Funcionamento de 2020 das empresas ativas do município com prorrogação do vencimento da Taxa de Fiscalização e Funcionamento – TFF/ALVÁRA do exercício de 2020, para 30/12/2020 sem a incidência de juros e multa;

3 – Possibilidade de parcelamento da Taxa de Fiscalização e Funcionamento – TFF/ALVARÁ do exercício 2020, para as empresas ativas do município com limite de pagamento da ultima parcela até 30/12/2020;

4 – Paralisação e interrupção por 6 meses dos ajuizamentos de Dívida Ativa referentes a todos os tributos municipais;

5 – Prorrogação do vencimento do Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana – IPTU do exercício de 2020 para 30/12/2020 sem a incidência de juros e multa;

6 – Prorrogação do vencimento do Imposto Sobre Serviços – ISS para as empresas ativas do município referente as competências 03 (março), 04 (abril ) e 05 ( maio) para 05/06; 05/07 e 05/08, respectivamente;

7 – Elaboração de Projeto de Lei de REFIS, permitindo:
a) Pagamento da Dívida Ativa (IPTU, ISS, TAXAS e demais tributos municipais) com isenção de 100% de multa e juros com possibilidade de parcelamento em até 12 vezes, a contar do fim das medidas restritivas referente à Pandemia;
b) Pagamento da Dívida Ativa (IPTU, ISS, TAXAS e demais tributos municipais) com isenção de 80% de multa e juros com possibilidade de parcelamento em até 18 vezes, a contar do fim das medidas restritivas;
c) Pagamento da Dívida Ativa (IPTU, ISS, TAXAS e demais tributos municipais) com isenção de 80% de multa e juros com possibilidade de parcelamento em até 24 vezes, a contar do fim das medidas restritivas;
d) Pagamento da Dívida Ativa (IPTU, ISS, TAXAS e demais tributos municipais) com isenção de 60% de multa e juros com possibilidade de parcelamento em até 30 vezes, a contar do fim das medidas restritivas referente à Pandemia.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *