Coronavírus: secretário de saúde de Ilhéus afirma que não há número de testes suficiente

Nas redes sociais surgem a todo o momento comentários, áudios e vídeos sobre a ineficácia do combate ao coronavírus em Ilhéus. Os questionamentos são dirigidos à Secretaria Municipal de Saúde que não estaria atendendo adequadamente pessoas desconfiadas da contaminação.

Fontes da Sesau afirmam que a secretaria estadual de saúde não está em condições de enviar o número ideal de testes. Os atendimentos são realizados pela vigilância epidemiológica e seguem todos os protocolos.

De acordo com servidores da Sesau, nem sempre é possível rastrear todos os casos quando o quadro é de pandemia e não há testes suficientes. Dessa forma, uma pessoa só será submetida ao teste se os sintomas forem graves.

Já que o número de testes está longe do ideal, muitas pessoas com sintomas leves podem estar infectadas, mas não farão o exame. Há também os assintomáticos, cujos protocolos também não exigem o procedimento. Ambos (com sintomas leves e assintomáticos) possibilitam a disseminação do vírus.

Infelizmente, pelo Brasil afora casos serão concluídos com óbito, sem que tenha ocorrido em vida o exame necessário. É por isso que a OMS (Organização Mundial de Saúde) tem enfatizado a necessidade de mais testes, providência que aparentemente o governo brasileiro tem buscado.

O secretário de saúde, Geraldo Magela, disse que 83 testes foram realizados em Ilhéus e até às 20 horas desta terça-feira, 24, nenhum indicou resultado positivo. Disse que o município, por conta própria, está tentando comprar kits, mas tem encontrado dificuldades para encontrar fornecedores com material disponível.

Segundo Magela, o grande gargalo e motivo das reclamações é o número reduzido de testes que a Sesab tem enviado, por não ter o ideal à disposição. O secretário deu um exemplo: “a equipe da vigilância identifica 18 casos com possível contaminação, mas a Sesab só manda quatro kits. Esse é o problema. Porém, a coleta pode ser realizado em até 11 dias. Peço que as pessoas tenham paciência, pois o governo federal tem prometido disponibilizar mais kits”.



2 responses to “Coronavírus: secretário de saúde de Ilhéus afirma que não há número de testes suficiente

  1. Infelizmente é a realidade brasileira nesse caso on secretário não pode ser responsabilizado a gestão municipal tem se esforçado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *