Carta aberta da Associação dos Comerciantes de Material de Construção da Bahia

A Associação dos Comerciantes de Material de Construção (Acomac Bahia) segue atenta aos desdobramentos desta grave crise que se abateu sobre o nosso país e com o objetivo de participar ativamente da campanha de enfrentamento da situação provocada pela circulação do Covid-19 (novo coronavírus) no Estado está mobilizando seus associados para que intensifiquem nas suas empresas as boas práticas de prevenção junto a seus colaboradores, clientes e fornecedores, bem como intensificar a higienização de todos os equipamentos que possibilitem eventual contaminação, para evitar a proliferação do vírus.

Além disso, a Acomac Bahia está estimulando seus associados a tomarem medidas de contingenciamento dos seus negócios com a finalidade de diminuir o fluxo da contaminação, tais como: restrição no horário de funcionamento, liberação dos funcionários que se enquadram no grupo de risco, alternar os dias de trabalhos para aqueles que dependem de transporte público, férias, dentre outras medidas para manter o atendimento essencial para toda a sociedade.

Apesar dos riscos envolvidos, as lojas de materiais de construção são fundamentais e de primeira necessidade, diante do confinamento e isolamento social por tempo indeterminado.

A população precisa ter à sua disposição condições seguras de habitabilidade residencial, que lhe permitam conforto e situações básicas de higiene e manutenção das suas moradias.

Os países europeus, também afetados pelo coronavírus, atribuíram a essencialidade das lojas de materiais de construção para garantir a oferta de produtos fundamentais para o perfeito funcionamento de uma residência.

O que fazer diante de um vazamento provocado pela ruptura de alguma tubulação, quando lavar bem as mãos pode fazer toda a diferença? O que fazer diante a uma pane na rede elétrica da casa por um disjuntor queimado? Como resolver o problema de uma resistência de chuveiro queimada? Sem falar da utilização de todo este tempo confinado nas residências para realização de pequenas melhorias adiadas por falta de tempo.

Mas não apenas as necessidades particulares dos lares justificariam a abertura das lojas de material de construção, mas todos os negócios considerados essenciais, e, em pleno funcionamento, como hospitais, supermercados, padarias e postos têm uma alta probabilidade de necessitarem dos materiais de construção.

Portanto, e, principalmente, com esse pleito, a Acomac Bahia busca garantir que o impacto na qualidade de vida dos baianos seja minimizado ao assegurar as condições para se manterem em suas residências com toda segurança, conforto e bem-estar.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *