O Marão “bonzinho” com os rodoviários é o mesmo que afastou 268 servidores

O bonzinho e o mau.

Editorial do Blog do Gusmão.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, compartilhou nas redes sociais, na segunda-feira, 30, uma publicação em que se mostra sensibilizado com as demissões de trabalhadores do transporte coletivo de Ilhéus. Segundo a empresa Viametro, os desligamentos ocorreram por conta da suspensão do serviço como forma de conter a transmissão do coronavírus.

O prefeito afirma ter conseguido um acordo para os trabalhadores que passa pela redução dos salários, férias coletivas, verbas indenizatórias entres outras medidas menos drásticas.

A ação com certeza vai beneficiar famílias, mas, voltemos a janeiro de 2019 quando o prefeito demitiu 268 servidores municipais, dentre eles, mais de 100 trabalhadores da educação. De lá para cá disputas judiciais, falsas promessas de retorno aos postos de trabalho, diálogos entre sindicatos e prefeitura aconteceram, mas nada foi resolvido.

A interferência do prefeito para resolver tão rapidamente a questão dos funcionários da empresa de ônibus é válida, porém, destoa da humilhação que o mesmo gestor impôs aos servidores afastados que lutam para retornar ao trabalho.

A suposta bondade do prefeito Mário Alexandre com os rodoviários é uma manifestação hipócrita (em ano eleitoral) de um político inegavelmente impiedoso com 268 servidores sem condições de empregabilidade.

Secretário prevê mais casos da Covid-19 em Ilhéus; cidade vai receber 2.500 testes rápidos até sexta-feira

Geraldo Magela.

Em conversa com o BG na tarde desta terça-feira, 31, o secretário de saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, informou que para Ilhéus são esperados entre seis a dez casos (ao todo) da Covid-19. Magela não estipulou o prazo uma vez que há 40 pessoas à espera do teste.

Segundo o secretário, de acordo com a taxa de contaminação uma pessoa pode passar o vírus para três ou cinco, por isso não há possibilidade do município ter um número de casos inferior a 10.

O BG repetiu o questionamento sobre a perspectiva de tempo para que a cidade atinja o número de 10 contaminados. O secretário respondeu que esse dado só pode ser respondido a partir do gráfico de contaminação. Esse indicador tem como base a semana de contaminação, denominada “pós Txai” que ocorreu entre os dias 9 e 14 de março. “As pessoas de Ilhéus foram contaminadas entre os dias 15 e 21 de março e as repostas desses exames estão chegando aos poucos, por isso nós mantemos a expectativa de haver mais casos no município”, explicou o secretário.

Questionado sobre o número insuficiente de testes, o secretário afirmou que Ilhéus deve receber até a próxima sexta-feira (03) cerca de 2.500 testes rápidos. A secretaria montou a estratégia de realizar, em caso de necessidade, o ‘cordão sanitário’ nos bairros em que houver pessoas contaminadas para evitar mais casos.

Sobre as medidas que flexibilizaram o funcionamento do comércio, adotadas pelo prefeito Mário Alexandre ontem (30), no mesmo dia em que o ministro da saúde pediu isolamento total, o secretário respondeu que a estratégia de manter alguns locais abertos serve para que a comunidade não entre em colapso. Ele explicou que de acordo com as respostas dos resultados dos exames, as medidas poderão ser mais duras para a população.

“Vai chegar o dia em que precisaremos fazer “lockdown” (isolamento total), mas por enquanto, manter essa estrutura mínima de funcionamento ainda é possível. Se tivéssemos 15 pacientes doentes, eu recomendaria o fechamento total. Algumas pessoas que estão sendo acompanhadas por nós já estão saindo da quarentena. O momento exige bom senso”, declarou Magela.

Bahia registra total de 217 confirmações de Covid-19; Ilhéus tem 6 casos até o momento

A Bahia registra 217 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 3,7% do total de casos notificados. Até o momento, 1393 casos foram descartados e houve dois óbitos, ambos de pessoas residentes em Salvador que apresentavam comorbidades associadas.  Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas desta terça-feira (31). Ao todo, 17 pessoas estão curadas e 42 encontram-se internadas. 

Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais. 

Dentre os casos confirmados, 54,38% são do sexo masculino e 45,62% do sexo feminino. O coeficiente de incidência por 100.000 habitantes foi maior na faixa de 70 a 79 anos (3,44), indicando o maior risco de adoecer entre os idosos. 

Ressaltamos que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus. 

Para acessar o boletim completo, clique aqui. 

Diagnóstico laboratorial de infecção pelo SARS-CoV-2

Pacientes com suspeita de COVID-19 devem ter amostras coletadas e enviadas para o Lacen-BA quando estiverem em um dos seguintes critérios abaixo-relacionados:

1. Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;

2. Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;

3. Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;

4. Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;

5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas.

Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não têm indicação para coleta de amostras.

Prefeitura de Itajuípe confirma três casos de coronavírus

Nesta terça-feira o município de Itajuípe confirmou três casos positivos para o coronavírus. Segundo o prefeito Marcone (PSD), as três pessoas estão em isolamento social.

O prefeito vai realizar um pronunciamento a partir das 18 horas para anunciar novas medidas na cidade.

Vale lembrar que a prefeitura fez os testes particulares, pois via governo do estado tem um novo protocolo que dificulta a realização dos testes.

Paciente de Ilhéus infectado pelo coronavírus não respeita a quarentena

Informação exclusiva do Blog Agravo afirma que paciente de Ilhéus contaminado pelo coronavírus não está respeitando o isolamento e continua a circular pela cidade.

O secretário Geraldo Magela confirmou a informação, e disse que vai acionar o Ministério Público estadual para que as medidas judiciais sejam tomadas contra o paciente.

Magela não informou a identidade do paciente que está desobedecendo a quarentena.

Aulas continuam suspensas no IFBA de Ilhéus

O Comitê Local de Prevenção e Acompanhamento da Ameaça do Coronavírus (COVID-19) do IFBA Campus Ilhéus informa que, em consonância com a deliberação do Conselho Superior do IFBA – CONSUP, todas as atividades presenciais do Campus Ilhéus estão suspensas por tempo indeterminado, considerando os riscos apresentados pela pandemia da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. Nesse sentido, as aulas do Campus Ilhéus, que retornariam no dia 02 de abril, continuam suspensas.

Confira todas as informações sobre as ações do Instituto com relação ao COVID-19 no site do Campus: portal.ifba.edu.br/ilheus.

Ilhéus tem o 5º caso de Covid-19 confirmado

Imagem ilustrativa.

O secretário de saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, em entrevista à TV Cabrália, confirmou a ocorrência de mais um caso da Covid-19 em Ilhéus.

O município conta agora com 5 casos da doença.

Pela manhã dois novos casos foram confirmados envolvendo jovens de 33 e 28 anos.

O quinto caso é de um idoso, motorista de táxi que trabalha no Aeroporto Jorge Amado.

Exclusivo. 70% dos profissionais de enfermagem da UPA da Conquista foram afastados por suspeita de contaminação

Upa da Conquista. Foto: Secom-Ilhéus.

Informações obtidas pelo BG junto à Secretaria de Saúde de Ilhéus indicam que 70% dos profissionais de enfermagem da UPA da Conquista estão afastados.

Os servidores foram colocados em quarentena por terem dividido o ambiente de trabalho com o médico Luiz Roberto, a primeira vítima da Covid-19 na cidade.

Alguns apresentam sintomas, outros não. Não há servidor em estado grave que tenha necessitado de internamento.

Até ontem (segunda-feira, 30), quase seis mil e quinhentos profissionais de saúde foram contaminados e 51 médicos morreram na Itália.

No Brasil, as equipes trabalham com escassez de equipamentos de proteção e número insuficiente de testes.

Juvenal Maynart deixa o comando do Hospital de Base

Juvenal Maynart pediu exoneração do cargo de Diretor Presidente da Fundação de Atenção a Saúde de Itabuna – FASI. O pedido foi enviado ao prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, na manhã desta terça-feira, 31.

De acordo com o pedido, Juvenal acredita que seu trabalho não se faz necessário, especialmente por ter observado, na segunda-feira, 30, uma mudança, considerada perigosa por ele, nas ações de enfrentamento ao coronavírus (Covid-19) na cidade.

Ontem o BG publicou que Juvenal Maynart estava com a difícil missão de transformar o Hospital de Base de Itabuna em unidade de atendimento exclusivo para os casos da Covid-19. Juvenal faz parte do grupo de risco da doença por ser diabético e comandava a linha de frente da luta contra o coronavírus, possibilitando condições de trabalho aos profissionais de saúde.

“Essa mudança, se constituiu na esperança de um atendimento mais eficaz, porque direcionado a um só fim. Também seria mais seguro para a comunidade em geral, visto que já não iriam ser misturados pacientes que procurassem nossa unidade por outros motivos, aos que estivessem tratando da Covid-19, dado o alto risco de contágio”, afirmou Juvenal.

A cidade somaria cerca de 150 leitos equipados com respiradores para o tratamento da Covid-19. Para Juvenal, se o hospital voltar a ser ‘portas abertas’ e receber todos os tipos de pacientes, que já podem estar infectados pelo coronavírus, a região terá uma situação temerosa diante da pandemia. “Temo que muitas vidas podem ser perdidas”, salientou ele.

Veja a carta de Juvenal na íntegra: (mais…)

Mais dois casos de COVID 19 em Ilhéus

Imagem ilustrativa.

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), mais dois casos de coronavírus foram registrados na manhã desta terça-feira (31) em Ilhéus, subindo para quatro casos de pacientes com a doença. Os dois novos casos foram confirmados envolvendo jovens de 33 e 28 anos, respectivamente, o que reafirma a importância de todos permanecerem em isolamento social, ficando em casa e adotando as medidas de proteção contra o COVID-19.

 De acordo com o secretário de Saúde, Geraldo Magela, é preciso consciência diante da situação. “Se alguém precisar fazer uma saída emergencial, tome todos os cuidados para não se contaminar. Feito isso, cobrir o nariz e a boca em casos de tosse e espirros; usar máscaras e lenços caso esteja espirrando ou tossindo; evite aglomerações se estiver doente; manter hábitos de vida saudáveis e uma boa hidratação e não compartilhar objetos de uso pessoal”, orientou o secretário.

“Há semanas atrás o Coronavírus era algo que estava acontecendo fora, longe de nós. China e a Itália viviam o choque. No Brasil, o vírus tomou conta das ruas, das pessoas, preocupando governos. O Coronavírus é muito rápido e sorrateiro, fazendo vítimas a cada dia. Por isso, defendo o isolamento social, fique em casa, somente assim, iremos ajudar a frear o contágio em nosso município.”, finalizou Mário Alexandre.

Disk – Qualquer cidadão pode entrar em contato através dos telefones: (73) 99982-9490 / (73) 99909-2265 ou (73) 99981-1706, das 8h às 18h, e à noite, das 18h às 23h, nos números (73) 99913-1356 ou (73) 99857-8690, e ainda está disponível através do endereço eletrônico: [email protected]

MP atua para defender direitos das crianças e adolescentes

Imagem ilustrativa.

Promotorias de Justiça com atuação na área da criança e do adolescente estão trabalhando em todo estado para defender direitos dessa população, como foco no combate ao coronavírus. Recomendações e ofícios estão sendo expedidos com orientações a diversos Municípios para enfrentamento da pandemia. O atendimento presencial está suspenso temporariamente e a atuação está focada em proteger crianças e adolescentes do coronavírus, mas os promotores de Justiça seguem trabalhando para atender as demandas da população em todo seu escopo de atuação.

Em Salvador, o atendimento está sendo realizado através dos telefones 3103-0357/0358/0359/0360/0361/0362 e 0534 , pelo e-mail [email protected] ou através da ferramenta Fale Conosco, que pode ser acessada no site do Ministério Público (www.mpba.mp.br). As demandas são atendidas pelos servidores, que atuam normalmente em esquema de teletrabalho, e distribuídas para os promotores de execução pela coordenadora do Centro de Apoio da Criança e do Adolescente (Caoca), promotora de Justiça Márcia Rabelo.

Além do atendimento remoto, atividades presenciais indispensáveis à segurança de Crianças e Adolescentes foram mantidas, a exemplo das 53 inspeções realizadas durante o mês de março (incluindo o período que antecedeu a chegada da pandemia à Bahia) pela Central de Atendimento Técnico Interdisciplinar (Cati) nas unidades de acolhimento institucional e 4 nas unidades de medidas socioeducativas, abrangendo capital e interior. Os relatórios das visitas estão sendo elaborados pelos servidores, em teletrabalho, e encaminhados aos promotores de Justiça e servirão de base para a instrução dos relatórios que serão remetidos ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

O Grupo de Trabalho, Articulação e Monitoramento da Criança e do Adolescente (GTI), por meio de um canal criado pela Diretoria de Tecnologia da Informação do MP (DTI), continua atuando nos assuntos referentes a conselhos tutelares, acolhimento institucional e sistema socioeducativo, inclusive realizando reuniões com promotores de Justiça da capital e do interior do estado. (mais…)

Ministro do STF encaminha à PGR pedido de afastamento de Bolsonaro

Foto : Nelson Jr/SCO/STF.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, encaminhou à Procuradoria-Geral da República (PGR) um pedido de afastamento do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido). A informação foi confirmada pelo próprio magistrado. A medida tem como base as ações de Bolsonaro na condução do país na crise do coronavírus, que já matou mais de 159 pessoas no Brasil.

Na condição de relator da ação, Marco Aurélio encaminhou a notícia-crime protocolada pelo deputado federal Reginaldo Lopes, do PT-MG.

Por não ter sido arquivado pelo ministro, o pedido exige que a PGR se posicione e dê um parecer sobre o afastamento, que pode chegar a 180 dias. Procurado, o Planalto não comentou a decisão.

Mais cedo, o ministro declarou ter ficado “pasmo” ao ver o presidente cumprimentando pessoas em Brasília, mesmo com a recomendação do Ministério da Saúde sobre isolamento social.

No pedido feito pelo parlamentar, ele ressalta a quantidade de crimes que teriam sido cometidos por Bolsonaro. “A notícia-crime relata mais de 20 vezes em que o presidente pôs o país em risco. E ainda há novos fatos a serem incorporados”, disse Lopes sobre a peça.

Do Metro1.

Senado aprova benefício de R$ 600 a autônomos e informais

Foto: Jane de Araújo/Agência Senado.

Fonte: Agência Brasil

O Senado aprovou ontem (30) o pagamento de um auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600, destinado aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa. Chamada de “coronavoucher”, a ajuda vem para reparar as perdas de renda para algumas fatias da sociedade durante o período de isolamento, quando as oportunidades de trabalho para essas categorias estão escassas.

A aprovação foi unânime, com 79 votos favoráveis e apoio dos senadores da oposição e do governo. O líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), foi um dos vários parlamentares que se manifestaram. “Estamos precisando de tais iniciativas de injetar na veia o dinheiro para o cidadão comprar comida e sobreviver a essa calamidade. A primeira vez que o dinheiro vai chegar na mão do povo vai ser nesse projeto. É calamidade, as pessoas estão precisando.”

Tramitação

O plenário da Câmara dos Deputados havia aprovado no último dia 26 o pagamento do auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600. Inicialmente, o valor proposto pela Câmara era de R$ 500. Após negociações com o líder do governo, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), o governo federal decidiu aumentar para R$ 600.

Em transmissão ao vivo pela internet no dia 25, o presidente Jair Bolsonaro destacou que o auxílio é voltado aos trabalhadores informais (sem carteira assinada), às pessoas sem assistência social e à população que desistiu de procurar emprego. A medida é uma forma de amparar as camadas mais vulneráveis à crise econômica causada pela disseminação da covid-19 no Brasil, e o auxílio será distribuído por meio de vouchers (cupons).

Consenso (mais…)