Bahia registra 568 casos de Covid-19

A Bahia registra 515 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 5,54% do total de casos notificados. Até o momento, 3.404 casos foram descartados e houve 19 óbitos, sendo 11 do município de Salvador e oito nos municípios de Lauro de Freitas (1), Itapetinga (1), Utinga (1) e Adustina (1), Araci (1), Itagibá (1), Uruçuca (1) e Ilhéus (1).

Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas desta quinta-feira (9). Ao todo, 146 pessoas estão recuperadas e 51 encontram-se internadas, sendo 26 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais. A Secretaria de Saúde Ilhéus atualizou o número de infectados de 25 para 27 mesta quinta-feira.

Os casos confirmados estão distribuídos em 63 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (54,93%). A mediana de idade é 39 anos, variando de 4 dias a 96 anos. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 27,99% do total. Porém, o coeficiente de incidência por 100 mil habitantes foi maior na faixa de 50 a 59 anos (7,34/100.000 hab) , indicando o maior risco de adoecer entre essa faixa etária.

(mais…)

Ilhéus confirma 27 casos de infecção por Covid-19

Até às 18 horas desta quinta-feira (9), Ilhéus registrou mais cinco casos de infecção pelo novo coronavírus, subindo para 27 o total de diagnósticos positivos na cidade. Os números são do boletim da Secretaria Municipal da Saúde (Sesau), divulgado nesta quinta-feira (9). Trata-se de três mulheres, de 65, 56 e 25 anos, residentes no Nelson Costa, Residencial Sol e Mar e Banco da Vitória, respectivamente e de um homem, de 65 anos, morador do Salobrinho. Uma menina de quatro anos também está entre os infectados.

De acordo com as informações, a cidade contabiliza 144 casos descartados, oito sob investigação (aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública – Lacen), 204 casos suspeitos de síndrome gripal, monitorados pela Central Covid-19 e 115 atendimentos, entre informações, dúvidas e demais solicitações, além de seis curas clínicas do coronavírus.

“Meu apelo é para que todos permaneçam em casa, pois a curva de infecção projetada para os próximos dias é preocupante. Só saiam em casos de extrema urgência. Precisamos manter o distanciamento social para quebrar a cadeia de transmissão viral. A responsabilidade de combate à Covid-19 é de todos, não apenas das equipes que atuam na linha de frente. Vamos somar esforços, cada um fazendo o seu papel”, ressaltou Geraldo Magela, secretário municipal de Saúde.

A Sesau também informou o primeiro caso de paciente com coronavírus internado na UTI. Trata-se de uma mulher, de 55 anos.

Exclusivo. Mulher com Covid-19 afirma que foi abandonada pela Secretaria de Saúde de Ilhéus

Imagem ilustrativa.

Em primeira mão.

Nesta quinta-feira, 09, o BG ouviu o relato dramático de uma moradora da zona norte de Ilhéus que foi infectada pelo coronavírus.

O BG recebeu cópia do exame que deu positivo para Covid-19, feito pelo Laboratório Central da Bahia (Lacen).

A mulher é casada e tem filho (a) pequeno (a). Não informaremos identidade e endereço para manter a segurança da família e impedir possíveis agressões.

A mulher tem entre 18 e 27 anos, fez o exame no dia 4 de abril e recebeu o resultado três dias depois. Vive dias muito difíceis uma vez que ela e o esposo estão desempregados.

Reclama que o resultado do exame foi passado de maneira inoportuna por uma funcionária da Vigilância Epidemiológica de Ilhéus.  A equipe foi até a residência dela, mas preferiu não entrar.  Antes de comunicar que ela estava doente, a servidora não buscou condições que possibilitassem privacidade. Alguns vizinhos escutaram e a partir desse momento ela e o marido passaram a ser olhados com desconfiança. O impacto a deixou muito nervosa e trêmula. Sem dar justificativas, a Vigilância Epidemiológica não fez o exame no marido e no filho (a).

A paciente afirma não ter recebido máscaras, luvas, álcool gel e qualquer tipo de apoio da Secretaria de Saúde de Ilhéus. As máscaras que ela e o marido utilizam foram compradas com parte dos poucos recursos que ainda restam.

Ela questiona a Sesau por não ter viabilizado consulta com um infectologista. Afirma que está se sentindo muito mal, mas a secretaria lhe afirmou que não há infectologista disponível para atendimento em domicílio.

Nos áudios é possível perceber que a paciente também necessita de acompanhamento psicológico. A condição financeira precária e o receio de já ter contaminado o marido e o filho (a) abalam seu estado emocional.

Alguns parentes sensibilizados com a situação organizaram uma “vaquinha” para pagar uma consulta médica. Ela demonstra gratidão pela atitude dos familiares, mas lamenta o abandono do SUS.

A partir do relato dessa paciente, fica a desconfiança de que a Sesau-Ilhéus não apoia os pacientes contaminados que necessitam de alimentos e equipamentos de proteção individual.

Por voltas das 17h21min., tentamos falar com o secretário municipal de saúde, Geraldo Magela. Fizemos três tentativas, mas ele não atendeu nossas ligações.

Ilhéus: comitê solidário une esforços para doar alimentos à população carente

Para ajudar no combate à pandemia do coronavírus, Ilhéus conta agora com o Comitê Solidário. O grupo, formado por membros de entidades como Lions, Rotary, Sindicato Rural e Sicomércio, tem o objetivo de recolher doações de alimentos não perecíveis para repassar a pessoas em situação de vulnerabilidade.

Os alimentos arrecadados serão levados à sede do Corpo de Bombeiros de Ilhéus, onde serão produzidas cestas básicas para serem entregues às comunidades carentes. A campanha segue até o domingo, 12, e os alimentos podem ser entregues em toda rede de supermercados Meira, Rondelli Supermercados, no Corpo de Bombeiros (Barra), e nos postos de combustíveis Renascer, Pontal, Centenário, Carioca e Brasil.

Neste final de semana, equipes estarão realizando a campanha “Máscara do bem”, na qual a pessoa doa um alimento e recebe uma máscara de proteção contra o vírus. A ação vai acontecer nos mercados Itão, Big Meira, Rondelli, Meira do Centro, G. Barbosa e Meira do Nelson Costa.

Bahia registra 559 casos de Covid-19 e 19 mortos

A Bahia registra 559 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19). Deste total, 43 são profissionais de saúde. Até o momento, 3.404 casos foram descartados, 146 pessoas estão recuperadas e houve 19 óbitos, sendo 11 do município de Salvador e oito nos municípios de Lauro de Freitas (1), Itapetinga (1), Utinga (1) e Adustina (1), Araci (1), Itagibá (1), Uruçuca (1) e Ilhéus (1). Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 12 horas desta quinta-feira (9).​

Ao todo, 51 pessoas encontram-se internadas, sendo 26 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.​

Ilhéus: vítima fatal da Covid-19 morava no Salobrinho e tinha problema respiratório crônico

A primeira morte por da Covid-19 em Ilhéus, foi a de um idoso de 65 anos que residia no Salobrinho.

O homem tinha um  histórico de pneumopatia crônica e foi internado em 4 de abril em um hospital público de Ilhéus.

O idoso faleceu no dia seguinte ao internamento.

*Com informações do Jornal Bahia Online.

Rui Costa anuncia aplicativo para monitorar Coronavírus

Rui Costa. Foto: Fernando Vivas (GOV-BA).

O governador Rui Costa utilizou as redes sociais para anunciar, na manhã desta quinta-feira (9), o aplicativo “Monitora”, que possibilitará o registro de informações de pessoas com suspeita da Covid-19, viabilizando o atendimento remoto, monitoramento e acompanhamento dos cidadãos. O app já está disponível gratuitamente na plataforma android, sendo, posteriormente, disponibilizado para iOS. Para localizá-lo, é preciso fazer a busca digitando “monitoracorona”, com as duas palavras juntas, e fazer a seleção do aplicativo “Monitora Covid-19”, de cor azul, de autoria do “Governo da Bahia”, ou acessar diretamente este link: https://bit.ly/2UYHR9L.

Na live, transmitida em seus perfis oficiais no Facebook e Instagram, Rui pediu que todos baixem a ferramenta e ressaltou a importância de permitir que o aplicativo tenha acesso à localização dos usuários. “Vamos monitorar, em toda a Bahia e os outros estados do Nordeste vão fazer o mesmo, onde estão os casos suspeitos e quem apresenta sintomas. Além disso, vamos tirar as dúvidas das pessoas sobre a doença e as medidas tomadas pelo governo para combater o novo coronavírus. Nós queremos georeferenciar os casos na Bahia e em Salvador. Saber em que bairro ou em que cidade estão aparecendo mais casos, de modo a ter uma demonstração visual da realidade da doença em todo o território estadual”, explicou o governador.

Por meio do aplicativo, desenvolvido pelas secretarias de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Saúde (Sesab), em parceria com a FESF-SUS, o internauta poderá acessar informação, segura e de qualidade, e ter o acompanhamento do seu estado de saúde. Além disso, serão solicitadas informações sobre a sua saúde e, caso seja identificado o risco, um médico entrará em contato em até 24 horas, pelo celular, orientando as medidas para o autocuidado, que devem ser adotadas no próprio domicílio, evitando que o paciente se dirija a uma unidade de saúde e se exponha sem que haja a real necessidade. Caso seja indicado, o médico informará qual o serviço de referência mais próximo. (mais…)

Ilhéus: homem de 65 anos é a primeira morte por Covid-19 na cidade

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informa que registrou, nesta quinta-feira (9), o 19º óbito pelo novo coronavírus (Covid-19) no estado. O paciente era um homem de 65 anos, residente em Ilhéus, com histórico de pneumopatia crônica.

O paciente foi internado em 4 de abril em um hospital público de Ilhéus e veio a falecer no dia seguinte. O resultado do exame laboratorial que confirmou o diagnóstico para Covid-19 foi divulgado na noite de ontem (8).

Criança de 2 anos está entre os dois novos casos da Covid-19 em Itabuna

Imagem ilustrativa.

A Secretaria de Saúde/Vigilância Epidemiológica de Itabuna confirmou, na quinta-feira, 08, mais dois casos da Covid-19 na cidade.

Itabuna já soma 19 casos confirmados da doença.

Os dois pacientes estão em isolamento domiciliar. Um dos deles é uma criança de 2 anos de idade e o outro tem 35 anos.

Uruçuca: casos confirmados de Covid-19 chegam a oito e prefeitura ressalta importância do isolamento

A Secretaria de Saúde de Uruçuca, frente ao aumento do número de casos confirmados no município, que chegaram a oito nesta quarta-feira, 8, esclarece alguns pontos epidemiológicos relevantes para o momento. Na missão de quebrar a cadeia de transmissão da doença, todos os casos suspeitos estão sendo identificados e coletados material para envio ao Laboratório Central da Bahia – Lacen, em Salvador..

Os suspeitos e seus contatos próximos são colocados em quarentena, impedidos de praticar a livre circulação, até receber os resultados dos exames. Todos os kits de coleta solicitados foram disponibilizados. Isso permite acompanhar melhor a situação que se encontra no município, mesmo ainda não sendo possível ter esses resultados em tempo real.

O Prefeito Moacyr Leite diz que aumento de casos nesse momento assusta, e ressalta que a Vigilância Epidemiológica está ativa e atenta. .”Precisamos neste momento que todas as pessoas evitem ao máximo a aproximação com outras pessoas. O afastamento social é fundamental. Só assim diminuiremos a rapidez do contágio em nossa comunidade.”, concluiu.

Estado suspende transporte intermunicipal em mais 7 cidades; total chega a 69

Foto: Arquivo.

Estão suspensas a partir de sexta-feira (10) a circulação, a chegada e a saída de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans, nos municípios de Araci, Aurelino Leal, Euclides da Cunha, Gongogi, Itagi, Itatim e Serrinha. A decisão está publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (9) e tem validade até 15 de abril. A medida visa diminuir a circulação de pessoas nas ruas, como forma de combate à disseminação do novo coronavírus na Bahia.

Com a inclusão de 7 novas cidades no decreto, a medida preventiva do governador Rui Costa passa a abranger 69 cidades baianas: Salvador, Feira de Santana, Porto Seguro, Prado, Lauro de Freitas, Simões Filho, Vera Cruz, Itaparica, Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Camaçari, Luís Eduardo Magalhães, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Guanambi, Vitória da Conquista, Santa Maria da Vitória, Correntina, Entre Rios, Jequié, Brumado, Conceição do Jacuípe, Juazeiro, Teixeira de Freitas, Nova Soure, São Domingos, Canarana, Ipiaú, Itagibá, Itamaraju, Itororó, Pojuca, Dias D’Ávila, Alagoinhas, Barra, Candeias, Coaraci, Itajuípe, Medeiros Neto, Santa Cruz Cabrália, Barra do Rocha, Eunápolis, Belmonte, Conde, Uruçuca, Itapetinga, Conceição do Coité, Utinga, Adustina, Cachoeira, São Félix, Gandu, Ibirataia, Itarantim, Palmeiras, Piripá, Barra do Choça, Campo Formoso, Catu, Ibotirama, São Francisco do Conde, Araci, Aurelino Leal, Euclides da Cunha, Gongogi, Itagi, Itatim e Serrinha.

Em algumas cidades sem casos confirmados de coronavírus, o sistema de transporte intermunicipal foi suspenso porque está integrado ao de municípios com registros da doença.

Valderico Junior sugere doação de cestas básicas com recursos da merenda escolar

Valderico Junior.

Na noite dessa quarta-feira (8), o presidente do DEM-Ilhéus, Valderico Junior, sugeriu que a prefeitura doe cestas básicas às famílias dos estudantes da rede municipal de ensino. Segundo Junior, isso pode ser feito com os recursos da merenda escolar, pois as aulas estão suspensas desde o último dia 16 devido à pandemia do novo coronavírus.

Num vídeo publicado nas redes sociais, Valderico destacou que “de 11 de março a 2 de abril, Ilhéus recebeu 379 mil reais do governo federal para a merenda escolar”.

Dirigindo-se ao prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre (PSD), Junior lembrou que a medida já foi adotada em cidades como Salvador e Feira de Santana, mesmo antes da autorização expressa dada ontem (7) pelo Ministério da Educação. Também enfatizou a importância desse gesto para as famílias que convivem com incertezas sobre o dia de amanhã, no meio da guerra contra o vírus.

Os dados sobre a merenda escolar citados no vídeo são do portal da transparência do FNDE, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. As transferências feitas para Ilhéus nos últimos 30 dias estão nas duas primeiras páginas deste link. A imagem abaixo também mostra o resultado da consulta no site.

 

Da: ASCOM/DEM-Ilhéus

Laboratório brasileiro desenvolve teste nacional para covid-19

© Divulgação/Josué Damacena (IOC/Fiocruz).

Fonte: Agência Brasil

O Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA) anunciou hoje (08), por meio de nota, que está trabalhando em uma versão nacional dos kits de diagnóstico rápido de covid-19. O novo teste será produzido com insumos nacionais e terá um índice de detecção superior ao dos kits importados.

“A cada novo país o vírus sofre mutações e vai se adaptando. Os kits diagnósticos produzidos com anticorpos e antígenos importados podem ter baixa sensibilidade de detecção no Brasil, uma vez que não são adaptados à nossa realidade viral, por isso a necessidade de produção de um kit com insumos nacionais para atender à específica e crescente demanda brasileira”, afirmou Fábio Calderaro, gestor do CBA.

Segundo Calderaro, a técnica de produção com materiais e antígenos nacionais poderá ser distribuída para diferentes centros de produção, o que seria suficiente para suprir a demanda nacional mínima determinada pelo ministério da Saúde, que é de 30 mil testes por dia. A medida, no entanto, necessita do aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e, de acordo com o gestor, a meta só poderá ser atingida daqui a 4 meses, após a autorização do órgão.

Calderaro afirmou ainda que o novo kit de detecção – desenvolvido com antígenos de brasileiros que foram infectados pela doença – é mais eficaz e mais sensível ao vírus. “A cada novo país o vírus sofre mutações e vai se adaptando. Os kits de diagnósticos produzidos com anticorpos e antígenos importados podem ter baixa sensibilidade de detecção no Brasil, uma vez que não são adaptados à nossa realidade viral”.

Até o momento, o Brasil utiliza dezessete marcas diferentes de kits para diagnóstico rápido de Covid-19, todos autorizados pela Anvisa. “Todas [as marcas de kits] utilizam anticorpos e demais insumos importados, em sua maior parte, da China. Portanto somos dependentes do mercado externo, que atualmente também demanda muito dos mesmos insumos por conta da crise pandêmica”, apontou Calderaro.

Diagnóstico

O kit nacional de detecção do vírus SARS-cov-2 será parecido com o que já é utilizado para diagnóstico de HIV e de dengue. O paciente usa uma fita descartável, onde uma amostra de sangue ou saliva é depositada. A amostra passa por uma reação química, e a indicação da presença ou ausência do vírus vem alguns minutos depois. De acordo com o doutor em biotecnologia e pesquisador Diogo Castro, líder do estudo, grande parte do projeto do teste já está pronta. “Já temos a plataforma de produção de anticorpos e antígenos consolidada e estamos trabalhando para inseri-los na fita do teste rápido e disponibilizar para a sociedade”, afirmou.

Estrutura

Segundo Calderaro, a produção em massa dos kits de diagnóstico rápido no estado do Amazonas poderá ser utilizada, futuramente, como polo de produção em massa do produto, mas para o diagnóstico de doenças diferentes. “A mesma fábrica adotada pelo CBA para a covid-19 poderá ser utilizada para produção de outros anticorpos e testes para diagnóstico de outras doenças de importância regional e nacional”, afirmou.