Bahia registra 640 casos de Covid-19

A Bahia registra 640 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 6,82% do total de casos notificados. Até o momento, 3.405 casos foram descartados e houve 21 óbitos, sendo 11 do município de Salvador e dez nos municípios de Lauro de Freitas (2), Gongogi (1), Itapetinga (1), Utinga (1) e Adustina (1), Araci (1), Itagibá (1), Uruçuca (1) e Ilhéus (1). Dos casos confirmados, 66 são profissionais de saúde.

Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas deste sábado (11). Ao todo, 146 pessoas estão recuperadas e 60 encontram-se internadas, sendo 29 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Os casos confirmados estão distribuídos em 70 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (55,16%). Quanto ao sexo dos casos confirmados, 340 (53,12%) são do sexo feminino. A mediana de idade é 39 anos, variando de 4 dias a 96 anos. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 28,59% do total. Porém, o coeficiente de incidência por 100 mil habitantes foi maior na faixa de 50 a 59 anos (8,13/100.000 hab), indicando o maior risco de adoecer entre essa faixa etária.

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui. (mais…)

Ilhéus próxima do caos e o governo Marão só comprou 5 respiradores

Notinhas.

Até o momento, Ilhéus possui 29 casos confirmados da Covid-19 e a prefeitura continua tendo dificuldades para controlar o número de pessoas que teimosamente está indo às ruas.

A contaminação é comunitária, o que torna impossível saber de onde surgem os novos casos. O próprio secretário municipal de saúde, Geraldo Magela, disse que a projeção é que Ilhéus tenha 35 mil infectados até o final de maio. O descontrole é mais do que real e vai matar muitas pessoas.

Apesar do cenário de forte tensão que beira o caos, no que diz respeito a leitos de UTI’s, até agora a única medida que o governo Marão fez foi comprar cinco respiradores para os cinco leitos inacabados do Hospital de Ilhéus.

O release publicado pela Secom-Ilhéus neste sábado, 12, afirma que “ao prever a necessidade de mais equipamentos para a saúde, o Prefeito Mário Alexandre, ainda no mês de janeiro, solicitou a compra dos novos ventiladores para atender o Município com as futuras necessidades em razão da pandemia”.

Se prefeito tinha consciência em janeiro que a pandemia atingiria a cidade, por que comprou apenas cinco respiradores?

O que impediu Marão, que é médico, de comprar mais equipamentos?

Ontem o BG informou que a Secretaria de Saúde de Ilhéus recebeu cerca de R$ 3.2 milhões de recursos extras para combater a pandemia do coronavírus. Até agora não se sabe como o governo Marão vai usar esse recurso. 

Asma e hipertensão também oferecem ameaças em caso de contágio pelo coronavírus

Imagem ilustrativa.

Do Correio Braziliense.

A pandemia causada pelo coronavírus trouxe uma série de dúvidas e de informações imprecisas. Virou senso comum, por exemplo, a Covid-19 ser letal apenas para idosos. De fato, pessoas acima dos 60 anos estão mais propensas a terem complicações quando infectadas pela doença, mas especialistas alertam que há outros grupos de risco que devem ser levados em consideração.

A Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que o Distrito Federal tem um percentual da população com asma e câncer maior do que média nacional. Pessoas com essas e outras doenças podem ter quadros graves caso contaminadas pelo coronavírus. Das 10 primeiras mortes no DF por conta da Covid-19, apenas em um caso a vítima não tinha nenhum diagnóstico preexistente.

Com a morte de mais uma paciente confirmada ontem, os óbitos chegam a 14. Uma mulher de 76 anos, moradora do Jardim Botânico, foi o caso mais recente. Ela estava internada, desde 19 de março, no Hospital Brasília, e faleceu na quinta-feira. Assim como a maioria dos outros registros, ela também tinha comorbidades: era cardiopata. Até o fechamento desta edição, a Secretaria de Saúde contabilizava 563 casos, dos quais 148 se recuperaram. Do total, 44 apresentam infecções moderadas e 16 estão em quadro clínico grave.

Segundo a pesquisa do IBGE — os dados mais recentes disponíveis são de 2013 —, 4,4% dos brasileiros têm diagnóstico de asma. A média no DF, no entanto, é maior: 6%. São 123 mil moradores da capital, com 18 anos ou mais, asmáticos. De acordo com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai), pacientes com essa patologia não estão mais propensos a serem contaminados pela Covid-19, mas, sim, a desenvolverem complicações caso infectados. Por isso, a preocupação com a pandemia é dobrada. (mais…)

Se quiser siga o exemplo, mas depois não reclame

Não seja progressista nem conservador, nem Vasco nem Flamengo, nem ateu ou crédulo nesta hora, mas apenas responda usando a inteligência: Você tem à sua disposição a estrutura de atendimento médico-hospitalar que Jair Bolsonaro tem à disposição dele?

Por: Julio Gomes

Aconteceu novamente, na quinta e na sexta-feira desta semana: o Presidente Jair Bolsonaro voltou a circular pelas ruas de Brasília, sem máscaras, abraçando pessoas, apertando mãos e tirando selfies, sem manter nenhum tipo d

e distanciamento em relação a comerciários, a apoiadores e a seu próprio staff. Como se não bastasse, ainda se alimentou no balcão de uma padaria onde esteve na sexta-feira Santa, contrariando frontalmente as normas sanitárias locais, que só permitem a venda, mas não o consumo de alimentos em panificadoras e estabelecimentos congêneres.

Para pessoas mais atentas que assistiram as imagens deste fato no Jornal Nacional que foi exibido na noite de sexta-feira, não passou despercebido que ontem pela manhã o Presidente também esteve no HFA – Hospital das Forças Armadas, situado em Brasília.

Perguntado por repórteres sobre o motivo de sua ida ao Hospital, que não estava prevista em sua agenda oficial, Bolsonaro respondeu que foi fazer “teste de gravidez”, conforme amplamente noticiado ontem por órgãos de imprensa através de sites como www.jornaldebrasilia.com.br, www.brasil247.com e www.metrojornal.com.br, sempre com a atitude grosseira e debochada que o caracteriza.

Nosso Presidente já fez – e continua fazendo – tudo o que está ao seu alcance para que a política de isolamento social para conter a disseminação da COVID-19 fracasse. Tentou veicular propagandas na TV, mas o STF – Supremo Tribunal Federal impediu a veiculação; tentou demitir o Ministro da Saúde, mas a ala militar do governo se impôs e o desautorizou; tentou usar a popularidade que ainda possui para mobilizar a população contra o isolamento, mas foi rechaçado por panelaços durante vários pronunciamentos. (mais…)

66 profissionais de saúde já foram contaminados na Bahia

A Bahia registra 635 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19). Até o momento, 3.405 casos foram descartados e houve 21 óbitos, sendo 11 do município de Salvador e dez nos municípios de Lauro de Freitas (2), Gongogi (1), Itapetinga (1), Utinga (1) e Adustina (1), Araci (1), Itagibá (1), Uruçuca (1) e Ilhéus (1). Dos casos confirmados, 66 são profissionais de saúde, sendo 17 médicos.

Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 12 horas deste sábado (11). Ao todo, 146 pessoas estão recuperadas e 60 encontram-se internadas, sendo 29 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Após denúncia e abertura de investigação, Prefeitura de Ilhéus lança edital da coleta de lixo

No dia 20 de fevereiro deste ano, o advogado Mesaque Soares denunciou o governo Mário Alexandre ao Ministério Público Estadual por conta do contrato suspeito e sem licitação com a CTA Empreendimentos Eireli.

A empresa presta serviço de coleta de resíduos sólidos (lixo) em Ilhéus.

Em 06 de abril, o BG publicou que a promotora Mayanna Ferreira instaurou inquérito civil contra o prefeito para apurar suposto ato de improbidade administrativa.

Mesaque Soares denunciou contrato da prefeitura de Ilhéus ao MPBA.

Há mais de um ano a Prefeitura de Ilhéus mantém contrato suspeito com a CTA. O valor chega a um milhão e quinhentos mil reais, por mês, e tem sido renovado a cada três meses.

Após abertura do inquérito civil que vai investigar o contrato, na última quinta-feira, 09, o governo Mário Alexandre publicou de última hora um edital que comunica o pregão presencial para contratação de uma nova empresa.

Governo do Estado repudia atitude do prefeito de Itamaraju ao negar a implantação de leitos de UTI para tratar o coronavírus

Marcelo Angênica, prefeito de Itamaraju.

Se depender do prefeito de Itamaraju, Marcelo Angênica, os 464 mil baianos de 13 municípios do extremo-sul da Bahia ficarão desassistidos em infraestrutura para o tratamento do coronavírus (Covid-19), doença que já matou milhares de pessoas no mundo inteiro e que está se espalhando no Brasil e na Bahia. A implantação de 20 leitos de UTI para a Covid-19 no Hospital Geral de Itamaraju havia sido combinada entre o prefeito, o governador Rui Costa e o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas em reunião por telefone, na última quinta-feira (9). Quando os técnicos da Sesab chegaram ao local, para vistoriar a unidade, o prefeito voltou atrás na sua palavra e impediu que os leitos de UTI fossem montados. O hospital é uma das maiores unidades do extremo-sul e está, em parte, ociosa.

O secretário Fábio Vilas-Boas destaca o risco de morte, a que a população está exposta, caso não seja montada uma estrutura de atendimento na região. “Os pacientes acabam evoluindo dentro de 24 horas para necessidade de entubação, ventilação mecânica, sendo necessários equipamentos altamente qualificados como respiradores artificiais. Eu espero, com essa decisão que o prefeito tomou, de deixar a população exposta, sem acesso à UTI, sem acesso à ventilação mecânica, que o prefeito não precise se arrepender, caso pessoas venham a morrer no seu município nos próximos dias”.

Vilas-Boas explica que a implantação dos leitos havia sido acordada com o prefeito. “Na última quinta-feira (9), eu participei de uma reunião telefônica com o governador Rui Costa e com o prefeito de Itamarajú, Marcelo. Nessa reunião ficou combinado que o Hospital Geral de Itamaraju seria transformado em uma unidade dedicada ao atendimento de pacientes portadores de coronavírus na região. O prefeito ofereceu a unidade para que nós colocássemos lá 20 leitos de terapia intensiva, que funcionasse também como porta de entrada de leitos de enfermaria de retaguarda”. (mais…)

Coeficiente de incidência da Covid-19 em Ilhéus é maior do que Salvador, Feira de Santana e Itabuna

O coeficiente de incidência por contaminação de coronavírus em Ilhéus é maior do que o de Salvador, Feira de Santana e Itabuna, e é terceiro da Bahia até o momento, perdendo apenas para Uruçuca e Ipiaú.

Este índice mede a incidência do vírus em relação à população e calcula o risco que uma pessoa corre de desenvolver a doença.

O coeficiente de Ilhéus é de 17,87 por 100 mil habitantes.

Em cidades como Salvador, que tem o maior número de casos confirmados, o índice é de 11,87. Itabuna, cidade vizinha, que conta com 19 casos confirmados da doença até a manhã deste sábado, 11, tem o índice de 8,91.

A situação de Ilhéus é bem preocupante. Muitas pessoas ainda não entenderam a facilidade de contágio da doença que já matou mais de 1000 pessoas no Brasil.

Veja as dez cidades com o maior índice de coeficiente de incidência na Bahia:

Clientes de baixa renda terão isenção da tarifa de energia até 30 de junho

Imagem ilustrativa.

Clientes da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) considerados de baixa renda e que consomem mensalmente até 220kWh ficarão isentos do pagamento da conta de energia entre os dias 1º de abril e 30 de junho deste ano. O benefício, concedido em caráter extraordinário para o enfrentamento da pandemia de Covid-19, segue critérios definidos na Medida Provisória Nº 950, de 8 de abril de 2020, editada pelo Governo Federal.

Nos quatro estados em que o Grupo Neoenergia, proprietário da Coelba, tem concessão de fornecimento de energia – Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Mato Grosso do Sul – há 2,6 milhões de clientes que se encaixam nestes critérios.

No entanto, segundo a empresa, o número de beneficiários pode aumentar com a atualização do cadastro de famílias que possuem o Número de Inscrição Social (NIS), mas que ainda não estão inscritas na Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE).

Outros consumidores já inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, mas que consomem acima de 220 kWh por mês, têm a possibilidade de reduzir o consumo mensal para ter acesso a 100% do desconto na tarifa.

Para facilitar o acesso de novos clientes ao benefício da Tarifa Social, a Coelba disponibiliza nesta segunda-feira (13) a possibilidade de cadastro de novos clientes de baixa renda via WhatsApp (71) 3370-6350, desde que atendam aos critérios previstos em lei. O cadastramento também pode ser realizado pelo e-mail [email protected] e pelo site da concessionária.

Basta informar o número da conta contrato da Coelba (localizável no canto superior direito) e o Número de Identificação Social – NIS. A distribuidora de energia fará a confirmação no banco de dados do Governo Federal. Após a checagem dos dados, o prazo para inclusão na Tarifa Social de Energia é de cinco dias úteis e o cliente passa a ter o benefício na próxima fatura.

Para o beneficiário que não é o titular da conta contrato da Coelba, será necessário a inclusão do CPF e do RG do portador do NIS. Neste caso, é necessário enviar uma foto do CPF, RG e NIS anexada ao e-mail ou fotografar a documentação e enviar pelo WhatsApp, juntamente com o número do NIS.

Do Metro1.

Brasil ultrapassa mil mortes por covid-19; 19,6 mil estão infectados

Fonte: Agência Brasil

O Ministério da Saúde divulgou ontem (10) os números atualizados do novo coronavírus. De acordo com a pasta, o número de infectados, no momento, é de 19.638. o que representa aumento de 1.781 casos em relação ao balanço divulgado na quinta-feira (9). Além disso, o número de mortes superou hoje os mil casos. Até o momento, foram registradas 1.056 mortes pela doença. A taxa de letalidade do vírus no Brasil é de 5,4%.

O estado de São Paulo ainda concentra o maior número de casos (8.216) e de mortes (540). O Rio de Janeiro vem em segundo lugar, com 2.464 casos e 147 mortes. Na Região Norte, o Amazonas concentra o maior número de casos, com 981, além de 50 mortes.

No Nordeste, o Ceará se destaca, com 1.478 casos e 58 mortes. No Centro-Oeste, o Distrito Federal tem o maior número de casos, muito à frente dos demais, com 555 casos e 17 mortes. Os estados do Sul do país apresentam números de casos mais próximos. Santa Catarina é o estado da região com mais casos, 693, e o Rio Grande do Sul com menos casos, 636.