Valderico Junior passa presidência da CDL para facilitar diálogo com a Prefeitura

Valderico Junior e Anselmo Clement.

Na terça-feira (14), o empresário Valderico Junior, presidente do DEM-Ilhéus, passou a presidência da CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas) para Anselmo Clement, proprietário da Quality Medic Hospitalar.

“Nossa diretoria entendeu que esse é o melhor caminho. A CDL de Ilhéus precisa de um diálogo franco com a prefeitura para enfrentar a pandemia do novo coronavírus. O governo dificultou esse contato enquanto estive na presidência. Se existia um problema político por causa da minha pré-candidatura, não existe agora”, explicou Valderico Junior.

Valderico destacou o fortalecimento da entidade lojista. “Em pouco mais de um ano, com o trabalho em conjunto entre comerciários e comerciantes, a CDL se fortaleceu muito e aumentou sua presença na vida de Ilhéus”.

Junior não vai deixar de contribuir com a instituição. Continua no quadro de associados. Também confia na competência do novo presidente. “Anselmo tem todas as condições de mediar esse diálogo com a prefeitura, sem a sombra de diferenças partidárias”.

Ontem à noite, logo após a transmissão do cargo, o governo municipal convidou Anselmo Clement para uma reunião nessa quarta-feira (15). “Isso já mostra que escolhemos o caminho certo”, concluiu o presidente do DEM-Ilhéus.

Da Ascom/DEM-Ilhéus.

Alimentação em tempos de covid-19: algumas reflexões

Nestes tempos em que estamos confinados em casa, gastamos menos energia do que quando trabalhamos ou estudamos normalmente. Por isso, coma sem excessos e, se possível, faça uma alimentação mais leve. Isso deverá fazer você se sentir melhor

Por Julio Gomes.

Todos sabem das restrições à circulação de pessoas e quanto às recomendações referentes a isolamento que as autoridades sanitárias têm feito para contenção do avanço da pandemia de Corona Vírus.

Também são vinculadas, por meio de diversas mídias, recomendações quanto à higienização das mãos, de objetos amplo manuseio e de uso pessoal como maçanetas, celulares máscaras de proteção e outros.

Há, porém, algumas reflexões que podem ser propostas com relação à alimentação nesta conjuntura, o que ouso fazer, baseado sobretudo em minha realidade e vivência pessoal, que é a de quem – graças ao bom Deus – dispõe de recursos para se alimentar adequadamente e procura fazer uma alimentação saudável.

Vamos às dicas:

– Nestes tempos em que estamos confinados em casa, gastamos menos energia do que quando trabalhamos ou estudamos normalmente. Por isso, coma sem excessos e, se possível, faça uma alimentação mais leve. Isso deverá fazer você se sentir melhor;

– Se você é adepto de frutas, verduras e legumes frescos, agora mais do que nunca os higienize adequadamente, fazendo imersão destes alimentos em uma solução de uma colher de sopa de água sanitária diluída para cada litro de água, e deixando-os ali por algum tempo; (mais…)

Bahia tem 884 casos confirmados de Covid-19

A Bahia registra 884 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 8,86% do total de casos notificados. Até o momento, 5.267 casos foram descartados e houve 28 óbitos, sendo 15 no município de Salvador e 13 nos municípios de Lauro de Freitas (2), Gongogi (1), Itapetinga (1), Utinga (1), Adustina (1), Araci (1), Itagibá (1), Uruçuca (1), Ilhéus (1), Belmonte (1), Vitória da Conquista (1) e Itapé (1). Um caso confirmado que anteriormente havia sido notificado como Bom Jesus da Lapa tem como registro do provável local de infecção a cidade de Salvador. Um dos óbitos que estava sendo registrado em Ilhéus é de uma paciente residente em Itapé.

Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas desta quarta-feira (15). Ao todo, 218 pessoas estão recuperadas e 99 encontram-se internadas, sendo 38 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Os casos confirmados estão distribuídos em 83 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (58,71%). Quanto ao sexo dos casos confirmados, 494 (55,88%) foram do sexo feminino. A mediana de idade foi 42 anos, variando de 4 dias a 96 anos. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 28,28% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 habitantes também foi maior nesta faixa etária (108,97/ 1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer passou a ser maior entre os adultos jovens, seguida da faixa de 50 a 59 anos (101,83/ 1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui. (mais…)

Ilhéus chega a 53 casos confirmados de Covid-19

Subiu para 53 o número de casos confirmados de Covid-19 em Ilhéus, de acordo com o boletim da Secretaria Municipal de Saúde.

De ontem para hoje, 15, o município aumentou em seis o número de casos.

Trata-se de três mulheres, de 42, 43 e 61 anos, residentes nos bairros Hernani Sá, Malhado e Nelson Costa, respectivamente, e de três homens com idade entre 28 e 59 anos, moradores do Malhado, Sapetinga e Banco da Vitória.

Direção do Hospital Regional Costa do Cacau agradece doações recebidas para o combate ao COVID-19

Hospital Regional da Costa do Cacau.

Momentos de dificuldade são aqueles que mais podem nos unir em torno de um objetivo comum. Hoje, o mundo atravessa uma guerra contra um inimigo central, o novo coronavírus (COVID-19). Muitas pessoas e instituições se mobilizam, com o objetivo de criar condições mais favoráveis e amenizar o problema enfrentado, por meio de gestos e atitudes nobres, o que deve ser reconhecido por todos.

A direção do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, em reconhecimento ao apoio para combate ao COVID-19, agradece as doações enviadas pelas seguintes entidades: Usina Santa Cruz, localizada em Santa Cruz Cabrália; Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira, localizado em Ilhéus; e o 5º Grupamento de Bombeiros Militar (5º GBM), também em Ilhéus.

A Usina Santa Cruz doou 300 litros de álcool líquido 70%, que o HRCC utiliza para higienização e desinfecção de objetos e superfícies na unidade. Vale salientar, que segundo a direção da usina, este mesmo produto também foi doado para outras instituições e organizações sociais.

O CEEP em Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira disponibilizou 100 litros de sabão líquido concentrado para o HRCC, produzido com envolvimento dos estudantes do curso técnico em Química. O material enviado ajuda o HRCC na limpeza das áreas externas do hospital, de difícil higienização, que recebem, posteriormente, a aplicação de solução com hipoclorito de sódio a 1 por cento para desinfecção das superfícies. (mais…)

Governo do Estado prorroga até 3 de maio a suspensão das aulas na Bahia

Aulas seguem suspensas.

O Governo do Estado prorrogou até o dia 3 de maio a suspensão das aulas em toda a Bahia. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (15), que altera o Decreto n° 19.586, e visa o isolamento social para conter a disseminação do novo coronavírus na Bahia.

A medida também prorroga, até o dia 3 de maio, em toda a Bahia, a suspensão de eventos e atividades com a presença de público superior a 50 pessoas, sejam religiosos, shows, feiras, circos, eventos científicos, passeatas e afins. Da mesma forma, continuam suspensos a abertura e o funcionamento de zoológicos, museus e teatros, bem como a realização de jogos de campeonatos de futebol, profissionais e não profissionais.

Secretário de Vigilância do Ministério da Saúde pede demissão

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, em coletiva de imprensa Foto: Reprodução.

De O Globo.

O secretário Nacional de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, pediu demissão do cargo na manhã desta quarta-feira . A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do ministério por volta das 12h. Ele fazia parte do chamado “núcleo duro” da equipe do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Wanderson é enfermeiro e doutor em epidemiologia. Ele já teve passagens pelo Ministério da Saúde, mas atuava como pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) antes de assumir a Secretaria de Vigilância em Saúde, com a chegada de Mandetta. Além de ser reconhecido na pasta pela performance nos bastidores durante epidemias, como a do zika.

É considerando o grande estrategista da ação do ministério contra o novo coronavírus. Foi Wanderson quem elaborou, com sua equipe, as chamadas “medidas não farmacológicas” de combate à Covid-19, que engloba o distanciamento social.

Nas últimas semanas, em meio a pressões para que o ministério abandonasse o discurso de isolamento mais amplo, Wanderson confidenciava a pessoas próximas sua vontade de se dedicar a dar aulas. Ele se diz “professor por natureza”. Para se esquivar de temas mais políticos, costumava dizer que “estou gestor”, mas sou “técnico”.

A saída de Wanderson acontece em meio ao aumento dos rumores sobre a demissão de Mandetta. Desde domingo, quando ele concedeu uma entrevista ao programa “Fantástico”, da TV Globo, o ministro perdeu o apoio que tinha de parte da ala militar do governo que vinha tentando mantê-lo no cargo apesar da intenção do presidente Jair Bolsonaro de demiti-lo.

Mandetta e Bolsonaro vêm divergindo sobre a condução da crise causada pela epidemia do novo coronavírus há semanas. Mandetta e sua equipe defendem a adoção de medidas de distanciamento social ampliado como forma de diminuir a força da epidemia no país. Bolsonaro, por outro lado, defende o distanciamento social seletivo, no qual apenas alguns grupos considerados de risco seriam submetidos ao isolamento social.

Segundo o último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, o Brasil tem 25262 casos confirmados de Covid-19 e 1531 mortos.

Marão toma bronca de secretário estadual por manter a Central de Abastecimento do Malhado em funcionamento

Notinhas.

Imagem extraída de vídeo.

Na videoconferência que aconteceu na terça-feira, 14, entre os prefeitos do sul da Bahia, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, tomou uma bronca do secretário estadual de saúde, Fábio Vilas-Boas, por manter a Central de Abastecimento do Malhado em pleno funcionamento. Marão contra-argumentou ao dizer que a “Central” vende alimentos. A bronca pode ser vista aos 1min40seg de vídeo.

O secretário não aceitou a justificativa. Advertiu que o funcionamento da principal feira livre viola as normas da nota publicada por duas secretarias estaduais, SEAGRI/SEAP (Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura e da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização).

O secretário Vilas-Boas tem usado as redes sociais há alguns dias para chamar a atenção dos moradores do sul da Bahia. “A região sul está se destacando num surto crescente no número de casos, superando o município de Feira de Santana, que hoje [fala de terça-feira, 14] está com 48 casos confirmados, enquanto apenas Ilhéus e Itabuna, juntas, somam 75 casos”, ressaltou o secretário durante o encontro.

No vídeo fica patente a fraqueza de Marão como gestor, no momento em que pediu ao secretário para transmitir um pedido de ajuda ao Comandante Geral da Polícia Militar da Bahia, Anselmo Brandão.

Como autoridade maior do município, Marão poderia fazer uma reunião virtual com os comandantes das três Companhias de Polícia Militar de Ilhéus. Caso eles recusassem ajuda, possibilidade bem improvável, só a partir daí o prefeito deveria pedir auxílio direto ao Comando Geral da PM.

A forma como o prefeito se dirige ao secretário para pedir ajuda reforça o argumento utilizado pela antropóloga Georgia Couto em entrevista ao BG.

A professora afirmou que grande parte da população não respeita o prefeito, por ele passar a imagem de “menino/malandro”, que não consegue fazer valer sua vontade legalmente conferida pelos munícipes.

Veja o vídeo:

Bahia registra 807 casos confirmados de Covid-19

A Bahia registra 807 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), sendo 77 profissionais de saúde. Até o momento, 5.268 casos foram descartados e houve 27 óbitos, sendo 14 no município de Salvador e 13 nos municípios de Lauro de Freitas (2), Gongogi (1), Itapetinga (1), Utinga (1), Adustina (1), Araci (1), Itagibá (1), Uruçuca (1), Ilhéus (2), Belmonte (1) e Vitória da Conquista (1).

O 27º óbito foi registrado ontem (14), em um hospital particular da capital. O paciente era um homem de 52 anos, sem comorbidades. Ele foi internado no dia 7 de abril e apresentava febre, tosse, desconforto respiratório e dispneia.

Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 12 horas desta quarta-feira (15). Ao todo, 208 pessoas estão recuperadas e, do total de casos confirmados, 90 encontram-se internados, sendo 33 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Valderico Junior afirma que vai reintegrar servidores afastados, desde que haja condições legais

Valderico Junior durante reunião com diretoria da APPI.

A APPI (Associação dos Professores Profissionais de Ilhéus) convidou o presidente municipal do DEM, Valderico Junior, para uma reunião com dirigentes do sindicato. O encontro ocorreu nessa segunda-feira, 13, na sede da entidade. Representantes dos servidores municipais afastados pelo Decreto 128/2018, publicado em 7 de janeiro de 2019, também participaram, assim como membros de outros partidos.

A comissão apresentou dados sobre a folha salarial do município. Conforme o sindicato, o custo dos contratos temporários feitos após o afastamento é duas vezes maior do que a despesa que o município tinha com os servidores afastados.

Depois de avaliar as informações do sindicato, Valderico concluiu que “o prefeito afastou servidores contratados antes de 1988, mas encheu a prefeitura de aliados”.

Na reunião, Junior tratou a postura do prefeito Mário Alexandre como “maldosa”, porque afastou os trabalhadores sem demiti-los formalmente. Dessa forma, não garantiu o direito dos servidores ao pagamento correspondente à rescisão dos contratos. “Deixou sem nada e abandonou”.

“É importante lembrar que essas pessoas, pais e mães de família, entraram legalmente no serviço municipal, há mais de 30 anos. Naquela época, o concurso público não era uma exigência legal. Por isso, assumo o compromisso de devolver esses trabalhadores aos seus cargos, se houver as condições jurídicas para isso”, comprometeu-se o pré-candidato a prefeito.

Atualmente, boa parte das famílias dos servidores afastados depende das cestas básicas coletadas pelos sindicatos, inclusive a APPI, presidida pelo professor Osman Nogueira.

Além disso, segundo a APPI, os afastados não podem obter o auxílio de emergência do governo federal, medida contra a crise do coronavírus. Isso porque a declaração do imposto de renda exigida é a de 2018, quando ainda estavam no serviço público.

Da ASCOM/DEM-Ilhéus.

O que a luta dos ThunderCats contra Mumm-Ra tem a nos explicar sobre os embates entre Mandetta e Bolsonaro?

O problema é que no meio dessa luta entre os ThunderCats e Mumm-Ra existe uma legião cada vez maior de despossuídos e desesperançados. São milhares de brasileiros(as) para os quais a esperança virou um grito sem eco.

Por Caio Pinheiro.

Já não sei mais se devo odiar ou amar Bolsonaro. Explico! Nesses dias de quarentena, quando minha obsessão pela pátria foi potencializada, o mito e sua estupidez calculada acionaram lembranças desencadeadoras de sentimentos paradoxais.  Na verdade, sei lá o porquê, comecei a associar o presidente-mito a alguns personagens malignos dos desenhos animados que adorava na infância. Hoje resolvi rememorar dos ThunderCats e seu arqui-inimigo, um ser do mal chamado Mumm-Ra, “o rei de vida eterna”. Mas o que tem alhos com bugalhos?

Seguindo o roteiro comum das animações, os ThunderCats falavam de valores hoje muito caros: amizade, solidariedade, obstinação, bom-senso, superação e empatia. Não era possível perceber nos episódios uma ordem hierárquica (níveis de importância) entre esses valores, mas, no conjunto, todos acabavam remetendo ao ideal de um mundo mais inclusivo e justo.

Lion-O e os ThunderCats Cheetara, Panthro, Tygra, WilyKit, WilyKat e Snarf lutavam para proteger o “Olho de Thundera” – fonte de poder dos ThunderCats – que se encontrava incrustado na empunhadura da “espada justiceira”. A principal ameaça era Mumm-Ra, que, contando com o apoio dos mutantes, queria tornar-se senhor absoluto do “Terceiro Mundo”. O egoísmo e a frouxidão das suas convicções, sempre adequadas às conveniências, faziam desse personagem uma criatura odienta.

Transpondo-me para nosso mundo, que, nessa altura, mais parece uma realidade ficcionada, a marcha dos despautérios presidenciais autoriza-me a apelidar Bolsonaro de “BolsoMumm-Ra”. Recorrendo à comparação, penso que Luiz Henrique Mandetta (ministro da saúde), sua equipe e milhões de brasileiros compromissados com o enfretamento da Covid-19 fundamentados em evidências científicas, podem ser comparados aos ThunderCats. No lado sombrio, BolsoMumm-Ra, amante do mal, lança mão da hipnose retórica para assassinar centenas de vidas nesse cantinho do “Terceiro Mundo” não ficcional. (mais…)

Vale-alimentação: Estado disponibiliza número de Whatsapp para atualização de CPF de estudantes

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) está realizando a atualização cadastral dos estudantes da rede estadual de ensino, cujo CPF da mãe, do pai ou responsável não foi informado à escola, no ato da matrícula. O objetivo é fornecer o número do CPF dos estudantes da rede, para que tenham acesso à alimentação direto no supermercado ou receba o cartão alimentação do banco, neste período de pandemia do novo coronavírus.

Nesta terça-feira (14), o governador Rui Costa falou sobre o vale-alimentação. Serão destinados recursos da ordem de R$ 44 milhões do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza e cujo projeto de lei foi aprovado pela Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). “Nós estamos realizando esforços para que este benefício chegue rápido para as famílias desses estudantes. Para aqueles que forem fazer a compra diretamente no supermercado, será necessário apresentar o documento com RG e CPF e poderá levar para casa apenas itens de alimentação. Acredito que ainda esta semana conseguiremos viabilizar essa logística”.

Para atualizar o CPF, o estudante não precisa sair de casa. Basta entrar em contato, por telefone ou WhatsApp, com a escola onde estuda. Outra opção é atualizar pela internet, no Portal da Educação ou direto no link do SIADIANTE (siadiante.educacao.ba.gov.br/login). Este sistema de acesso pela internet estará disponível a partir das 14h, desta quarta-feira (15). Em caso de dúvidas, basta entrar em contato pelo número 0800 2840011; pelo WhatsApp 071 999117631; ou pelo e-mail [email protected] (mais…)

Mandetta avisa equipe que será demitido, diz coluna

Foto: Renato Strauss/Ministério da Saúde.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, avisou a sua equipe na pasta, na noite de ontem (14), que o presidente Jair Bolsonaro já está em busca de um nome para o seu posto e que deve ser demitido nesta semana.

De acordo com a coluna Painel, da Folha, Mandetta falou com integrantes da pasta em clima de despedida depois da entrevista coletiva em que participou no Palácio do Planalto.

Ele avisou que combinou de esperar a escolha do substituto e permanecer no cargo até a exoneração ser oficializada.

Antes da coletiva, Mandetta esteve na reunião do conselho, com Bolsonaro e os demais ministros, onde ficou em silêncio, segundo a coluna.

Do Metro1.

MP viabiliza emissão de documentos para pessoas que têm direito ao benefício emergencial do Governo Federal

Reunião do Comitê Estadual de Sub-Registro Civil.

O Ministério Público estadual, por meio do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça Cíveis, Fundações e Eleitorais (Caocife) e do Núcleo de Promoção da Paternidade Responsável (Nupar), está viabilizando a emissão de documentos para assegurar que pessoas em situação de vulnerabilidade social tenham acesso ao benefício emergencial que será concedido pelo Governo Federal por conta da pandemia do coronavírus.

A iniciativa foi do Comitê Gestor Estadual do Plano Social de Registro Civil de Nascimento e Documentação Básica, órgão colegiado coordenado pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), do qual o MP faz parte. Também integram o Comitê representantes das secretarias de Saúde, Administração, Planejamento e Cultura, Unicef, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Defensoria Pública do Estado da Bahia.

Segundo a promotora de Justiça Leila Adriana Vieira, coordenadora do Caocife, o MP já está realizando atendimento para a população em caráter emergencial e prestando orientações diversas. Além disso, faz os devidos encaminhamentos e pede urgência para os cartórios e órgãos como o Instituto Pedro Mello na emissão dos documentos. Os atendimentos são feitos por meio dos telefones do Nupar (3321-2931/2282 e 3327-1976) e do Caocife (3103-6536/6664/6663/6660/6650) das 9h às 15h.

“Caso as pessoas não tenham algum documento que seja essencial para pedirem esse auxílio emergencial do Governo, nós auxiliamos esses cidadãos pedindo a gratuidade e urgência na emissão dos mesmos. Inclusive já acertamos nas últimas reuniões do Comitê Estadual de Sub-Registro Civil que os documentos serão feitos por meio digital com assinatura eletrônica para facilitar a liberação dos mesmos”, afirmou.

Os atendimentos são feitos por telefone para evitar a formação de aglomerações por conta das medidas de contenção do coronavírus. Além do MP, a população poderá entrar em contato com a SJDHDS e Defensoria Pública para emitir os documentos que tenha perdido. Os cidadãos que residem no interior do estado devem procurar o Cartório de Registro Civil dos seus municípios. O Comitê Estadual de Sub-Registro Civil tem como objetivo erradicar o sub-registro civil de nascimento e ampliar o acesso à documentação básica na Bahia, focando as ações na população mais carente do estado.