Bahia está em 14º lugar em transparência sobre a Covid-19

Arte do site da OKBR.

A Bahia está em 14ª posição no ranking que mede a transparência das informações sobre a Covid-19.

A pesquisa foi feita pela Open Knowledge Brasil (OKBR), organização não-governamental presente em 66 países que trabalha em prol do conhecimento livre em vários campos da sociedade e na esfera política.

O levantamento analisou a qualidade dos dados e informações relativos à pandemia do novo coronavírus que têm sido publicados pela União e pelos estados brasileiros em seus portais oficiais.

A principal falha da Bahia é não informar o índice de ocupação dos leitos de UTI’s. O estado fica na frente apenas do Distrito Federal (15ª), Sergipe (16ª), Acre e Goiás, ambos ocupando a 17ª posição.

Em primeiro lugar estão Pernambuco e Ceará, em segundo está o Espírito Santo e empatados em terceiro os estados do Maranhão, Paraná e Rio de Janeiro.

O Índice de Transparência da Covid-19 utiliza dados como idade, sexo e hospitalização dos pacientes confirmados, além de informações sobre a infraestrutura de saúde, como ocupação de leitos e testes disponíveis e aplicados.

Assista o vídeo da matéria do BATV.

Bahia tem 1.504 casos confirmados de Covid-19

Imagem Ilustrativa.

A Bahia registra 1.504 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 14,22% do total de casos notificados. Até o momento, 5.358 casos foram descartados e houve 48 óbitos, registrados nos municípios de Adustina (1); Araci (1); Belmonte (1); Feira de Santana (1); Gongogi (2); Ilhéus (3); Ipiaú (1); Itabuna (1); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5), um dos óbitos era residente no Rio de Janeiro; Salvador (24), um dos casos era residente em Água Fria; Uruçuca (2); Utinga (1); Vitória da Conquista (1). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 17 horas desta terça-feira (21).

O 48º óbito ocorreu ontem (20) em um hospital público da capital. A paciente era uma mulher de 54 anos, residente em Água Fria.

Ao todo, 376 pessoas estão recuperadas e 163 encontram-se internadas, sendo 64 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Os casos confirmados ocorreram em 99 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (61,3%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Utinga (677,86), Ilhéus (566,76) Santa Luzia (555,69) e Barra do Rocha (525,03).

A mediana de idade foi 39 anos, variando de 4 dias a 99 anos. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 29,58% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos e mais (270,62/ 1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa, seguida de 30 a 39 anos (179,59/ 1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui. (mais…)

SESAB diz que Ilhéus tem 92 casos de Covid-19; governo Marão diminui para 85

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde da Bahia, Ilhéus está com 92 casos confirmados da Covid-19.

Já o governo Marão, diminuiu o número de casos para 85, conforme publicação feita praticamente no mesmo horário numa rede social.

Ontem, 20, o respeitado site Pimenta publicou uma matéria sobre a falta de transparência com os dados da Covid-19 em Ilhéus.

Segundo a publicação, por ordem do secretário de Saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, os dados devem ser divulgados apenas por meio de cards (espécie de panfleto eletrônico) e não mais no site oficial, cuja última atualização é do dia 16.

Card da Prefeitura de Ilhéus com número menor de casos.

Ilhéus tem 85 casos confirmados da Covid-19

Nesta terça-feria, 21, Ilhéus está com 85 casos confirmados da Covid-19.

No dia 14 de abril, há oito dias, a cidade tinha 47 pacientes com a doença.

Atualizado às 19h07min.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde da Bahia, Ilhéus está com 92 casos confirmados da Covid-19.

Já o governo Marão, diminuiu o número de casos para 85, conforme publicação feita praticamente no mesmo horário numa rede social.

Ontem, 20, o respeitado site Pimenta publicou uma matéria sobre a falta de transparência com os dados da Covid-19 em Ilhéus.

Segundo a publicação, por ordem do secretário de Saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, os dados devem ser divulgados apenas por meio de cards (espécie de panfleto eletrônico) e não mais no site oficial, cuja última atualização é do dia 16.

Ex-secretário questiona demora do governo Marão para entregar cestas básicas às famílias dos estudantes

Paulo Moreira ex-secretário de educação de Ilhéus.

Da ASCOM-DEM-Ilhéus.

O ex-secretário de educação do município, Paulo Moreira, afirma que a Prefeitura de Ilhéus demonstra “falta de respeito e sensibilidade” social, pois demora muito para converter os recursos da merenda escolar em cestas básicas para os estudantes. Os alunos das escolas municipais estão sem aula desde o dia 16 de março, devido à pandemia do novo coronavírus.

Na avaliação do ex-secretário, a demora não tem justificativa plausível, porque o governo federal autorizou a medida há duas semanas.

Paulo Moreira deu sua opinião hoje (21), num vídeo publicado nas suas redes sociais. Além de questionar a demora do governo municipal, sugeriu que a Secretaria de Educação considere priorizar os pequenos e médios comerciantes da cidade.

Segundo Moreira, a Secretaria de Educação do Estado errou ao concentrar os recursos do vale-alimentação dos alunos nas grandes redes de supermercados, ao invés de distribuir também para outros estabelecimentos. Paulo sugere que a prefeitura não escolha o mesmo caminho.

Veja o vídeo:

Rui garante compra de novos respiradores para o Sul da Bahia e reforça uso de máscaras

O governador Rui Costa garantiu durante reunião virtual com prefeitos da região Sul da Bahia, realizada na manhã dessa terça-feira (21), a compra de respiradores para Itabuna e região. A reunião discutiu, ainda, a situação epidemiológica da região, hoje maior foco de preocupação das autoridades de saúde no estado. Atualmente Itabuna possui 54 respiradores e Ilhéus, 67.

Rui detalhou a ações que o estado vem realizando para o combate ao novo coronavírus na Bahia e na região, e chamou a atenção dos prefeitos para os desafios a serem enfrentados em seus municípios. O governador pediu a parceria dos municípios para estimular a população a usar máscaras e a tecnologia, a fim de garantir um freio nas contaminações e também alimentar os bancos de dados sobre a evolução da doença.

“Gostaria que os prefeitos ajudassem a divulgar o serviço de acompanhamento, por meio do número 155, e o aplicativo Monitora Covid, como medidas importantes de prevenção”, pediu. Ele solicitou ainda que estimulassem o uso de máscaras, inclusive atendendo ao novo decreto, publicado ontem.

“Todo empresário deverá fornecer máscaras a seus funcionários, mesmo as de pano, para conseguirmos controlar a disseminação do vírus. O decreto prevê multa de mil reais para as empresas que descumprirem. Em seguida, vamos fazer a distribuição de máscaras, para que todos que saiam às ruas sejam também obrigados a usar máscara. Somente assim poderemos iniciar a liberação gradativa das aulas, do comércio e das demais atividades”.

Estrutura

Com 114 leitos destinados a receber pacientes da Covid-19, os municípios de Ilhéus e Itabuna, no sul da Bahia, estão recebendo o apoio do Governo do Estado para enfrentar a pandemia. A estrutura deve ser ampliada nos próximos dias. Para isso, o município de Ilhéus aguarda ainda o credenciamento de mais 13 leitos no Hospital São José e outros 30 na montagem de um hospital de campanha, além da montagem de 20 leitos no Centro de Convenções. Já Itabuna, aguarda a habilitação do Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães, que poderá ofertar até 21 leitos de UTI e 38 clínicos. O hospital Costa do Cacau é a principal referência na região e conta com 30 leitos de UTI.

Veja o vídeo do governador Rui Costa clicando aqui.

Vídeo da FIFA faz homenagem aos profissionais de saúde

Marta Vieira.

A Federação Internacional de Futebol (FIFA) fez uma homenagem aos profissionais de saúde que salvam vidas todos os dias durante a pandemia da Covid-19.

A instituição reuniu num só vídeo imagens de grandes ídolos do futebol.

Na montagem, os jogadores aplaudem de pé esses profissionais, que têm arriscado suas vidas para salvar inúmeras pessoas.

Veja o vídeo:

 

Dos casos confirmados de Covid-19 na Bahia, 158 são profissionais de saúde

Imagem ilustrativa.

A Bahia registra 1.489 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19). Até o momento, 5.358 casos foram descartados e houve 47 óbitos, registrados nos municípios de Adustina (1); Araci (1); Belmonte (1); Feira de Santana (1); Gongogi (2); Ilhéus (3); Ipiaú (1); Itabuna (1); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5), um dos óbitos era residente no Rio de Janeiro; Salvador (23); Uruçuca (2); Utinga (1); Vitória da Conquista (1). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 12 horas desta terça-feira (21).

Dos casos confirmados, 158 são profissionais de saúde. Ao todo, 362 pessoas estão recuperadas e 163 encontram-se internadas, sendo 64 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

“A batalha de Lu Cerqueira por moradias dignas nos morros é inspiradora”, afirma Valderico Junior

Valderico Junior e Lu Cerqueira.

O presidente do DEM-Ilhéus, Valderico Junior, externa admiração pela advogada Lu Cerqueira, notável defensora de pessoas socialmente vulneráveis que não possuem uma casa digna para morar.

A trajetória de Lucinea Souza Cerqueira (61 anos) vai muito além. Militante da juventude do PFL, onde chegou à vice-presidência, Lu Cerqueira sempre foi ativa no movimento estudantil. Para ela, as causas sociais nunca pertenceram exclusivamente aos partidos de esquerda.

Em 2014, quando ingressou no PSDB a partir do convite do então ex-deputado federal João Gualberto (e aconselhada pelo ex-governador da Bahia, Paulo Souto), ela cobrou dos dirigentes estaduais do partido mais incentivo à formação de grupos que atuem na ponta, onde as pessoas mais humildes sofrem.

Em Ilhéus, representou voluntariamente como advogada cerca de 200 famílias humildes que, sem opção de moradia, ocuparam as casas inacabadas do Projeto Habitar Brasil no bairro Teotônio Vilela, no final de 2012. A atuação decisiva de Lu Cerqueira propiciou que, posteriormente, cerca de 180 famílias saíssem do Habitar Brasil para residir em apartamentos do Minha Casa Minha Vida no mesmo bairro.

A advogada também é responsável por uma ação que tramita na Justiça Federal, contra gestores da Prefeitura de Ilhéus que em 2010 desviaram recursos enviados pela União (cerca de R$ 10 milhões). O dinheiro tinha o objetivo de evitar desabamentos nos morros da cidade em períodos chuvosos, pois no mesmo ano, duas meninas morreram soterradas no Alto do Seringal. O processo pode gerar a punição dos envolvidos. (mais…)

Médico do Costa do Cacau que morreu com Covid-19 se automedicou com hidroxicloroquina e teve mal súbito

Foto: Reprodução.

Segundo a Folha de São Paulo, o médico Gilmar Calazans, de 55 anos, que morreu no Hospital da Costa do Cacau na última segunda-feira, 20, se automedicou com hidroxicloroquina e azitromicina.

O médico teve os primeiros sintomas da doença em 10 de abril, e na quinta-feira, 16, deu entrada no hospital.

Como os sintomas apresentados foram leves, o médico foi orientado a cumprir quarentena em casa. O resultado do exame foi divulgado no dia 18.

Sem ter sido receitado pelo hospital e por conta própria o médico fez uso da combinação dos dois remédios.

Segundo familiares ele apresentou melhora clínica nos últimos dias, pois a febre e a falta de ar foram controladas.

Na madrugada da segunda-feira o médico foi acometido por um mal súbito e internado às pressas. Ele passou por manobra de reanimação por aproximadamente 45 minutos mas não resistiu.

Fábio Vilas-Boas, secretário estadual de Saúde, disse nesta terça-feira, 21, que antes do uso da medicação, devem ser feitas avaliações cardíacas e eletrocardiograma.

Leia a reportagem completa clicando aqui.

Ilhéus: supermercados terão que restringir o número de clientes após decreto da prefeitura

G Barbosa e Assaí Atacadista de Ilhéus.

A Prefeitura de Ilhéus expediu novo decreto na segunda-feira, 20, prorrogando por mais oito dias a suspensão de atividades como funcionamento de bancos, bares, cabanas de praias, ambulantes e camelôs, aglomerações, atividades esportivas em grupo, templos religiosos, circulação do transporte coletivo, acesso às praias, entre outros.

Os estabelecimentos que têm permissão para funcionar deverão oferecer meios de higienização aos clientes como água, sabonete líquido, álcool em gel ou álcool 70%.

As aulas nas escolas municipais seguem suspensas por mais 15 dias. Vale lembrar também que o consumo de bebidas alcoólicas nas vias públicas está proibido para que não haja aglomeração.

Uma nova medida foi adicionada ao decreto e visa diminuir o volume de pessoas em supermercados. A partir de agora, as redes atacadistas, supermercados, e hipermercados ficam obrigados a limitar o número de pessoas por metro quadrado. A cada 9 m² será permitida a presença de uma pessoa.

Além disso, só será admitida a entrada de uma pessoa por família, exceto no caso de idosos e de pessoas que precisem de acompanhante. Os supermercados terão que higienizar cestas e carrinhos e fornecer álcool 70% por meio de borrifadores aos clientes que entrarem no recinto.

O novo decreto também prevê que as lojas de conveniência só funcionem até às 21h para retirada de produtos, sem consumo no local.

Estudantes de enfermagem da Faculdade Madre Thaís vão atuar no combate ao novo coronavírus

Professora Andréia Dickie.

Estudantes do último ano do curso de Enfermagem da Faculdade Madre Thaís (FMT-Ilhéus), vão atuar nas ações de combate ao novo coronavírus, no Centro de Triagem Covid-19 que está sendo montado no Centro de Convenções de Ilhéus.

O estágio foi autorizado pelo Ministério da Saúde destinado aos alunos matriculados nos dois últimos anos do curso de medicina, e do último ano dos cursos de Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia a trabalharem, em caráter de estágio curricular obrigatório, em unidades de saúde.

A medida é válida para as unidades básicas de saúde, unidades de pronto atendimento, rede hospitalar e comunidades a serem especificadas pelo Ministério da Saúde enquanto durar a situação de emergência de saúde pública decorrente do novo coronavírus.

A professora Andrea Dickie, coordenadora do curso de Enfermagem na FMT-Ilhéus, informou que a Instituição de Ensino Superior providenciou todos os equipamentos de proteção para os estudantes Carine dos Santos Amorim leite, Vanessa Menezes do Nascimento, Adriele Silva Santos, Wagner Santana Campos de Oliveira, Názio Santana da Silva e Ana Priscila Carvalho.

O Centro de Triagem, montado através de uma parceria do Governo do Estado da Bahia com a Prefeitura de Ilhéus, deve começar a funcionar neste final de semana com 20 leitos, sendo 10 salas amarelas, para hidratação e observação dos pacientes, e 10 salas vermelhas, destinadas aos pacientes mais graves que precisarão de UTI.

Os alunos vão estar supervisionados pela professora Andrea Dikie que explica, conforme a portaria do MS, que a FMT-Ilhéus vai utilizar a carga horária dedicada pelos alunos no combate ao Covid-19, como substituta de horas devidas em sede de estágio curricular obrigatório. Os estudantes vão receber, também, um certificado pela UNA-SUS (Universidade Aberta do SUS), com a respectiva carga horária.

Para a professora Andrea Dickie, “a atuação dos alunos é de caráter relevante e deve ser considerada na pontuação para ingresso nos cursos de residência, cuja seleção e a alocação dos alunos é o disciplinadas por ato próprio do Ministério da Saúde e mostra o compromisso da Faculdade para com as questões relacionadas a Ilhéus e Sul da Bahia”, conclui a coordenadora do curso na Faculdade Madre Thaís.

Um dever moral: ficar em casa neste momento

Entendo que estes últimos – os que podem ficar em casa – não somente podem, mas devem, têm a obrigação de ficar!

Por Julio Gomes.

Cada pessoa tem suas singularidades e vive de acordo com condições concretas que dependem de sua posição social, de suas possibilidades econômicas, de seu grau de escolaridade, de sua formação cultural e de outros fatores, que se aglutinam para formar aquilo que vulgarmente enxergamos como sendo os elementos que compõem a personalidade.

Todos nós também temos valores e crenças que, embora não consigam mais ser absolutos em um mundo de tamanhas mutações, devem ser defendidos por nós, sem fundamentalismos, mas por meio de uma atualização constante, raciocinada, crítica, que tenderá a reformá-los, se preciso; ou a confirmá-los e consolidá-los, se coerentes.

Neste período de expansão da COVID-19 no Brasil, temos assistido, pela televisão e por outros meios de comunicação, aos apelos de diversos profissionais para que fiquemos em casa: são trabalhadores da área de saúde, de segurança, de transportes, de infraestrutura e logística; são militares e técnicos da área civil que nos pedem, sob forte emoção, para que fiquemos em casa, de modo a não permitir que a pressão de trabalho sobre eles se torne insuportável e acarrete ainda mais risco às suas atividades e às suas vidas, o que ocorre de forma mais dramática com aqueles que trabalham em hospitais.

Quem tem algum profissional de saúde como parente próximo sabe, nesse momento e de forma ainda mais contundente, a extensão e gravidade do que estamos falando. (mais…)

Médico Julio Guzman está na UTI do Hospital de Ilhéus

O médico infectologista Julio Guzman está internado na UTI do Hospital de Ilhéus desde ontem (segunda, 20).

Guzman é cubano e reside em Ilhéus há muitos anos onde constituiu família.

O médico já trabalhou na Secretaria Municipal de Saúde e foi responsável pelo Programa de Combate às Endemias, em especial, à dengue.

Como médico estava responsável pelas ações do Hospital São José no atendimento aos casos da Covid-19.

Julio Guzman também foi diretor do Hospital Regional de Ilhéus.

Ainda não há confirmação de que o médico foi contaminado pelo coronavírus.

Segundo informações obtidas pelo BG, o médico está com dificuldade para respirar, mas não está intubado. Ele apresentou melhoras na última noite.