Em meio à pandemia, terceirizados do Costa do Cacau estão há 2 meses sem salário

Direção do Costa do Cacau diz que pagamentos estão em dia com a empresa responsável. (Foto: Secom\Ilhéus)

Trabalhadores terceirizados do Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, estão há quase dois meses sem receber salários em plena pandemia do novo coronavírus.

Além do atraso de seus vencimentos, os cerca de 45 funcionários da cozinha relatam que a Nutrivig Refeições Eireli (Vig Serviços) ainda não pagou por férias vencidas de parte dos profissionais.

Segundo o Sindilimp-BA, que intermediou o caso diante da ausência do sindicato da categoria, até agora a empresa não deu qualquer previsão de quando arcará com os seus compromissos. Os trabalhadores também afirmam que a direção da unidade de saúde nada faz para resolver a questão.

Questionada se dispõe de algum plano caso os profissionais decidam paralisar as atividades em meio ao avanço da Covid-19, a Secretaria Estadual de Saúde não respondeu à reportagem.

De acordo com o Sindilimp, os terceirizados são responsáveis por toda a alimentação do hospital, o que inclui demais funcionários, pacientes e acompanhantes.

A Nutrivig Refeições Eireli (Vig Serviços) foi procurada, mas seus representantes não foram encontrados. A direção do Hospital Regional da Costa do Cacau informou, por sua vez, que está em dia com o pagamento da empresa. As informações são do Bahia.Ba.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *