Empenho dos profissionais do Hospital Regional Costa do Cacau fortalece a qualidade da assistência hospitalar

Profissionais de saúde do Costa do Cacau. (Foto: Ascom \ HRCC)

Além de contar com uma equipe profissional e especializada na assistência em saúde, o Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, tem funcionários empenhados e dedicados às suas funções. O que fortalece a qualidade e a humanização no atendimento aos pacientes.

O reflexo da relação respeitosa que o HRCC tem com os seus colaboradores se demonstra em cada retorno de um funcionário à unidade hospitalar e nos esforços por ofertar um serviço de qualidade para a saúde pública. Recentemente, a técnica de enfermagem, Layane Alves Nascimento, expressou o seu sentimento por sua profissão, colegas, amigos, pacientes e local de trabalho.

Nesta semana, por meio de uma rede social, Layane Alves publicou em um post onde lembra que, há um mês, recebeu a notícia do seu diagnóstico positivo para a Covid-19. A técnica de enfermagem relatou que inicialmente, tomou um susto, por não apresentar nenhum sintoma da doença, e iniciou seu isolamento de 14 dias.

Layane descreveu que foram dias difíceis e a única coisa que sentiu foi tédio. “Com a graça do Deus que eu sirvo, não senti uma dor na unha. Fui completamente assintomática. Sempre disse a Deus que estava ali para servir e para cuidar das pessoas doentes que precisam de nós, profissionais, e que nessa pandemia eu iria me dedicar cada vez mais”, confessou.

A técnica de enfermagem chegou a se perguntar: “não entendo. Deus está precisando de tantos profissionais e eu aqui, em um quarto, trancada. Será que não tenho utilidade?” Ao terminar o isolamento, Layane disse que havia voltado para o lugar donde não deveria ter saído: o hospital. A profissional retornou ao local onde tanto se dedica ao cuidado dos pacientes.

Com um propósito planejado, Layane retornou ao trabalho e está atuando na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da ala Covid-19 do HRCC. Ela relata a satisfação: “Deus hoje me colocou em uma UTI Covid. Só agora eu pude entender que Deus ouviu o meu pedido, que era cuidar mais ainda dessas pessoas que precisam nessa pandemia. Ele me trouxe aqui imune e cheia de forças para trabalhar. São momentos difíceis. A luta é grande, mas estamos vencendo”, reconheceu a técnica de enfermagem.

(mais…)

Preocupado com dengue, zika e chikungunya, vereador solicita retorno do “fumacê” em Ilhéus

Solicitação do retorno do fumacê foi feito à secretaria de saúde.

Ilhéus, além dos casos de covid-19, tem passado por outro problema de saúde que é a proliferação do mosquito aedes aegypti.  O mosquito gera a contaminação de doenças como dengue, chikungunya e zika.

Preocupado com a situação o vereador Makrisi Sá solicitou à Secretaria de Saúde que retome o uso do sistema do fumacê, bem como pede às famílias das comunidades que façam a verificação em suas casas, quintais e lajes, a fim de eliminar os possíveis lugares de reprodução do mosquito.

Makrisi também tem cobrado do governo municipal que, por meio de comunicação eficaz, esclareça à população para qual unidade de saúde se dirigir em caso de adoecimento. “Sempre que uma pessoa perde tempo e dinheiro indo para o lugar errado de atendimento por falta de comunicação do poder público acontece uma grande injustiça” ressalta o vereador Makrisi.

‘Apostando na sorte’, Mário quer reabrir comércio com UTI’s lotadas e governador “apelando” pelo isolamento

Prefeito Mário Alexandre. (Foto: Secom\Ilhéus)

Nessa sexta-feira, 29, o governador da Bahia, Rui Costa, “apelou” (termo utilizando pela secretaria estadual de comunicação) para que a população baiana permaneça em suas casas. Rui comentava sobre o alto índice de contaminação por coronavírus entre os jovens da Bahia.

“O distanciamento social é a única maneira de combater o vírus, por isso eu quero pedir que as pessoas respeitem as recomendações das principais autoridades de saúde no mundo”, enfatizou o governador.

Também nessa sexta-feira, o boletim sobre a Covid-19 em Ilhéus, distribuído pela Prefeitura Municipal, mostra que 100% das Unidades de Terapia Intensiva (UTI), exclusivas para o tratamento da doença, permancem ocupadas por 31 pessoas, na cidade. Esse número vem se repetindo desde o dia 21 de maio, período em que também ocorreu um novo registro de óbito pela Covid-19 no município.

Ignorando todos esses dados, e claramente obcecado pela reeleição, o prefeito Mário Alexandre segue determinado em “apostar na sorte” com a rebertura do comércio de Ilhéus na próxima semana. Com a aprovação de um plano elaborado pela secretaria municipal de saúde, um decreto nesse sentido deve ser assinado por Mário nas próximas horas.

Para o prefeito, “se piorar”, o funcionamento será suspenso novamente, e enquanto o comércio “ganha fôlego”, um ou mais pacientes poderão morrer sem ar na fila por uma vaga em UTI.

Itabuna registra mais 1 óbito por Covid-19; 853 casos foram confirmados

35 pessoas já morreram no município.

O município de Itabuna registrou mais 1 óbito em decorrência da Covid-19. A informação foi confirmada pela Prefeitura Municipal, através de boletim. No total, 35 pessoas já morreram no município, sendo 3 mortes em domicílio. De acordo com a secretaria estadual de saúde, 853 casos de Covid-19 foram confirmados até essa sexta-feira, 29. A Prefeitura Municipal confirma 781.

Com 69 casos confirmados, Itajuípe entra na lista dos municípios com maior coeficiente de incidência da Covid-19

Município do sul da Bahia possuí 69 casos confirmados, segundo Sesab.

De acordo com Boletim Epidemiológico da Bahia, atualizado nessa sexta-feira, 29, o município de Itajuípe, com 20 mil habitantes, soma 69 casos confirmados da Covid-19. Os dados são da secretaria estadual de saúde (Sesab). Com isso, o município entrou na lista dos 5 municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes. Além de Itajuípe estão nessa lista: Uruçuca, Itabuna, Salvador e Ipiaú.

* Atualizada às 20h38 para correção das informações.

289 municípios da Bahia apresentam casos de Covid-19

Capital baiana apresenta maior proporção de casos. (Foto: Viagem e Turismo)

De acordo com a secretaria de saúde da Bahia, o estado registra 16.917 casos confirmados de Covid-19. Considerando o número de casos confirmados, 5.502 foram recuperados e 609 pessoas vieram a óbito, enquanto outras 10.806 permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Os casos confirmados ocorreram em 289 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (62,92%).

Boletim Covid-19 (29/05): Sesab confirma 512 casos em Ilhéus

Boletim epidemiológico 29/05.

De acordo com o Boletim Epidemiológico da Bahia, atualizado nessa sexta-feira, 29, o município de Ilhéus soma 512 casos (+9) confirmados da Covid-19. O Boletim reúne dados da secretaria estadual de saúde. Ainda de acordo com esses dados, 483 casos  foram confirmados através de exames laboratorais. Já o Boletim da Prefeitura Municipal de Ilhéus confirma 505 casos (+25), até o momento. O número de óbitos e de pacientes em UTI continuam os mesmos; 29 e 31, respectivamente.

Nessa sexta: Igreja Batista Lindinópolis realiza live em prol do Abrigo São Vicente de Paulo

Nessa sexta-feira, às 19h, o Ministério de Louvor da Igreja Batista Lindinópolis, juntamente com o Ministério de Ação Social, irá realizar uma “Live Solidária” em prol do Abrigo São Vicente de Paulo, em Ilhéus. A transmissão acontecerá no canal da Lindinópolis no Youtube (acesse aqui).

O Abrigo São Vicente conta com a colaboração de todos para arrecadar os seguintes itens: gaze, esparadrapo, ataduras, soro fisiológico, tiras de glicemia g-tech, máscaras cirúrgicas, papel toalha, açúcar, café, Nutren ou Sustagem e adoçante

Câmara de Ilhéus aprova crédito de R$ 12 milhões para governo de Mário Alexandre combater a Covid-19

Crédito especial foi aprovado nessa sexta-feira, 29.

Na sessão da quinta-feira (28), o Poder Legislativo de Ilhéus aprovou o Projeto de Lei n° 015/2020, que abre crédito especial, autorizando o governo de Mário Alexandre a executar despesas no montante de R$ 12.788.850,00 para o desenvolvimento de ações em combate ao Covid-19.

De acordo com informações do legislativo ilheense, a aprovação visa ações de “prevenção, preparação e assistência à população, bem como outras despesas necessárias para o enfrentamento do novo coronavírus, tais como, ações de atenção básica, vigilância, média e alta complexidade, aquisição e distribuição de medicamentos e insumos, aquisição de equipamentos, contratação de serviços de saúde, contratação temporária de pessoal, divulgação de informações população, além de outras despesas necessárias para o enfrentamento do coronavírus”.

Covid-19: pacientes da 2ª onda de contágio na China apresentam sintomas diferentes

Especialistas acreditam que vírus sofreu mutações.

Primeiro país a registrar casos de Covid-19, a China já enfrenta uma segunda onda de contaminações provocadas pelo novo coronavírus. Desta vez, o vírus parece persistir por mais tempo no organismo dos pacientes, o que leva os especialistas a acreditar que ele tenha passado por mutações.

Nessa nova fase, os casos estão concentrados no nordeste do país. A hipótese dos médicos é de que o vírus tenha chegado pela Rússia. Os novos pacientes levaram, agora, mais de duas semanas para apresentar os sinais da infecção.

Os sintomas também são diferentes. Um menor número de pacientes relatou febre e agora o vírus parece estar mais focado nos pulmões dos infectados. A boa notícia é que a maioria dos pacientes – 90% – não evoluiu para quadros críticos. Informações do Metrópoles.

Estendido até 30 de setembro prazo para alistamento militar obrigatório

Prazo vai até 30 de setembro.

Devido à pandemia do novo coronavírus, o governo prorrogou o prazo de apresentação obrigatória para o alistamento militar. Segundo decreto publicado nesta sexta-feira (29) pelo presidente Jair Bolsonaro, brasileiros que completem 18 anos em 2020 passam a ter até 30 de setembro para o alistamento obrigatório.

Antes da crise da Covid-19, esse alistamento deveria ser feito nos seis primeiros meses do ano em que a pessoa chega à maioridade.

O decreto publicado no Diário Oficial da União também altera o prazo de alistamento de brasileiros naturalizados. Antes, eles tinham que se apresentar em 30 dias a partir do momento em que recebem o certificado de naturalização. Agora, o prazo passa para 90 dias.

As mudanças valem para o alistamento de 2020, “devido ao enfrentamento da pandemia dacodiv-19”. Pela lei brasileira, mulheres estão isentas da prestação do serviço militar em tempos de paz, mas podem se alistar de forma voluntária.

O decreto não muda as regras para aqueles que sejam voluntários para a prestação do serviço militar inicial. Nesses casos, o alistamento pode ser feito a partir da data em que o interessado completa 16 anos.

Rui Costa alerta sobre contaminação alta entre jovens

Rui apelou para que a população fique em casa.

O governador Rui Costa pediu, nesta sexta-feira (29), união à população para que a Bahia possa superar a pandemia de Covid-19.

“Nessa semana, em que aumentamos o isolamento social com o feriadão, o resultado apareceu imediatamente. Tivemos quatro dias com um número estabilizado de casos ativos de coronavírus, que são as pessoas internadas ou infectadas há menos de 14 dias, com potencial de transmitir a doença. Não significa que vencemos a guerra, mas estamos dando um passo importante para isso. Ontem, por exemplo, a população deu uma relaxada e algumas cidades mostraram um aumento. Precisamos manter o foco”, alertou.

Rui fez ainda um apelo para que a população fique em casa.

“O distanciamento social é a única maneira de combater o vírus, por isso eu quero pedir que as pessoas respeitem as recomendações das principais autoridades de saúde no mundo e fiquem em casa para que possamos retomar as atividades o quanto antes. É um sacrifício de mais alguns dias para que a gente possa viver muito mais com nossas famílias e amigos”.

Alta contaminação entre jovens

O governador também ressaltou que mesmo a população mais jovem deve seguir as medidas de prevenção.

“Essa não é uma doença que só atinge idosos como muitos pensam. Todos correm perigo, mesmo pessoas com menos idade e que não são doentes crônicos. Já ultrapassamos a marca de 500 mortos na Bahia e cerca de 30% dessas pessoas tinham menos de 60 anos e muitas não tinham um histórico de doenças. Se precisarem sair, usem máscaras, evitem aglomerações e mantenham uma distância de pelo menos dois metros das outras pessoas”.

Bahia prorroga vacinação contra a Febre Aftosa até 30 de junho

A decisão da Adab foi anunciada após consulta ao Mapa e Faeb.

A prorrogação da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa em toda a Bahia foi confirmada nesta sexta (29) pelo diretor-geral da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Maurício Bacelar.

“Embora os registros de venda da vacina tenham superado os 7,5 milhões de doses nas lojas de produtos agrícolas, o que é um indicativo bem positivo da conscientização dos produtores baianos para com a imunização de seus rebanhos, decidimos pela extensão do prazo que acabaria no próximo domingo (31)”, ressaltou.

A decisão da Adab foi anunciada após consulta ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb).

O prazo será um mês mais longo nessa primeira etapa da Campanha de Vacinação de 2020 também em todos os outros estados do Grupo 4 que integram o Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa (PNEFA): Tocantins, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo.

Foram considerados alguns motivos para a extensão do prazo da vacinação. A começar pela difícil logística de distribuição das vacinas através das indústrias, em virtude da pandemia do novo coronavírus, a suspensão das atividades comerciais em diversas cidades baianas, o que dificultou o acesso dos produtores à vacina, a interrupção do transporte intermunicipal e a antecipação dos feriados estaduais e municipais.

“No entanto, apesar do cenário de isolamento que vivemos hoje, podemos dizer que a venda foi bastante expressiva, pois a estimativa é imunizarmos 10 milhões de animais, entre bovinos e bubalinos de todas as idades, o que significa que, até aqui, as vacinas vendidas foram suficientes para imunizar 75% do rebanho”, reforçou Maurício.

(mais…)

Covid-19: projeção internacional para a Bahia é de 5.848 óbitos até agosto

Projeção é de Instituto ligado à Universidade de Washington.

O Instituto para Métrica de Saúde e Avaliação (“IHME”, na sigla em inglês), ligado à Universidade de Washington, nos Estados Unidos, projeta 5.848 óbitos por Covid-19 na Bahia até agosto, caso medidas mais severas de combate ao coronavírus não sejam tomadas no Brasil.

Atualmente, o estado contabiliza 570 mortes pela doença e 15.963 casos confirmados até essa sexta-feira (29). A taxa de ocupação das UTI’s é de 68% na Bahia.

Nesse cenário, a previsão do Instituto é que o Brasil deve ultrapassar os 125 mortos por Covid-19 em agosto, com falta de infraestrutura hospitalar. O modelo do Instituto (veja aqui) leva em conta os efeitos das medidas de distanciamento social, tendências de mobilidade e capacidade de testagem.

O instituto fez projeções por estados brasileiros até o dia 4 de agosto. Veja abaixo:

São Paulo: 32.043 (projeção anterior era de 36.811)
Rio de Janeiro: 25.755 (projeção anterior era de 21.073)
Pernambuco: 13.946 (projeção anterior era de 9.401)
Ceará: 15.154 (projeção anterior era de 8.679)
Maranhão: 3.625 (projeção anterior era de 4.613)
Bahia: 5.848 (projeção anterior era de 2.443)
Amazonas: 3.194 (projeção anterior era de 5,039)
Paraná: 626 (projeção anterior era de 245)
Pará: 13.524 (sem projeção anterior)
Espirito Santo: 2.853 (sem projeção anterior)
Minas Gerais: 2.371 (sem projeção anterior)
Alagoas: 1.788 (sem projeção anterior)
Rio Grande do Sul: 1.165 (sem projeção anterior)
Paraíba: 1.142 (sem projeção anterior)
Goiás: 893 (sem projeção anterior)
Amapá: 529 (sem projeção anterior)
Rio Grande do Norte: 492 (sem projeção anterior)
Santa Catarina: 464 (sem projeção anterior)
Acre: 422 (sem projeção anterior)

25 estabelecimentos e 29 pratos participam do 1º Festival Sabores de Itacaré Delivery

Festival segue até o dia 14 de junho.

Inovar, movimentar a economia da cidade, mostrar a rica culinária de Itacaré e promover a interação entre profissionais da gastronomia local e população.

Esses são os principais objetivos do Primeiro Festival Gastronômico Sabores de Itacaré Delivery, que começa nesta sexta-feira, dia 29 de maio, e vai até o dia 14 de junho, trazendo muitas novidades nas áreas de lanches, petiscos, pratos principais e sobremesas.

O evento conta com a participação de 25 estabelecimentos, que estarão apresentando. E para saborear essas delícias basta fazer o pedido que serão entregues em suas casas, através do sistema delivery.

A abertura do Festival Gastronômico Sabores de Itacaré Delivery será nesta sexta-feira, às 18 horas, com a live que terá a participação da cantora Ronara Criola. A transmissão será pelo canal do Youtube @seturitacare. A realização é da Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Turismo.

Durante a live de abertura será apresentada a programação do festival, os estabelecimentos que pratos que estão participando, horários de funcionamento e todos os detalhes do evento, que chega com um novo formato e novidades.

E uma das inovações é a Live Cozinha Show, que todos os dias vai trazer receitas com grandes chefs, mostrando passo a passo de cada prato. Para isso uma cozinha será montada no Ecoporan Hotel exclusiva para a realização das lives que receberão a presença de chefs locais que mostrarão suas habilidades e ensinarão alguns de seus truques, usando como ingredientes os produtos locais e da agricultura familiar trabalhando com o tema do Festival “Gastronomia Afetiva”.

O Festival Gastronômico Sabores de Itacaré Delivery tem como proposta inovar e fortalecer os empreendedores do ramo da gastronomia para diminuir os impactos socioeconômicos, financeiros e comerciais causados pela pandemia da COVID-19. Para o prefeito de Itacaré António de Anízio, o Festival é uma oportunidade não somente de comercialização das empresas, como também aproximar os estabelecimentos a população, fomentando o comércio e gerando receitas até que as atividades comerciais voltem à normalidade.