“Repugnante”. Defensor Público Tandick Resende afirma ter ficado “arrasado” após ler processo de idosa contra Geraldo Magela

Geraldo Magela.

O Defensor Público Tandick Resende, personalidade do Direito reconhecida pela competência e sensibilidade social, gravou um vídeo em que demonstra estarrecimento com o drama vivido pela idosa de 73 anos, autora de acusações graves contra o secretário de saúde de Ilhéus.

Tandick Resende. Foto: arquivo pessoal.

Dona Clarice de Cunto teria sido vítima de um golpe em 2013, quando vendeu uma casa localizada em Olivença para Geraldo Magela.

No vídeo, Tandick Resende externa indignação: “a que ponto chegou esse senhor Geraldo Magela, atual secretário de saúde. Deixou essa senhora sem o que há de mais primordial, depois da vida, que é ter sua casa própria”.

O defensor público afirma que leu os autos do processo e ficou “muito arrasado”. Com 27 anos de experiência como operador do Direito, Tandick Resende disse que jamais se deparou com algo tão “repugnante”.

Resende pediu que a sociedade de Ilhéus reflita e “que a justiça seja feita em relação a Dona Clarice”.

O vídeo foi gravado no último sábado, 30 de maio. Assista.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *