Exclusivo. Físico da UESC desmente estudo que justificou reabertura do comércio de Ilhéus

 

Gráfico 1 da análise. Em azul, curva de crescimento dos casos de infecção em Ilhéus. Em laranja a curva de crescimento exponencial, segundo estudo do Prof. Dr. Zolacir Trindade.

O Blog do Gusmão obteve, com exclusividade, acesso a um estudo do Dr. Zolacir Trindade de Oliveira Jr., físico e docente da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

O material apresentado pelo professor Zolacir analisa os dados da Covid-19 em Ilhéus e, fundamentalmente, desmente números e gráficos do “estudo técnico” da secretaria municipal de saúde (Sesau), que serviu como justificativa para a reabertura gradual do comércio no município, a partir dessa quarta-feira (03).

O documento da Sesau foi aprovado e assinado pelo historiador, Geraldo Magela, atual secretário da pasta, que não possui formação na área de saúde ou estatística.

Em sua análise, ilustrada a partir da utilização de dados presentes em boletins fornecidos pela própria Prefeitura de Ilhéus, professor Zolacir afirma, “sem risco de errar”, que o município ainda se encontra em fase de crescimento exponencial dos casos da Covid-19, com curva de infecção consistente.

Clique aqui e veja na íntegra o estudo do Prof. Dr. Zolacir Trindade.

O professor relembra que, neste momento, o município ainda figura entre os cinco do estado com maior índice de contaminação por cem mil habitantes, e declara, diante da condição analisada, que a reabertura do comércio caracteriza-se, para ele, como “colocar em risco a população da cidade”.

Dr. Zolacir Trindade possui graduação em física pela Universidade de Brasília, mestrado em física pela Universidade de Brasília e doutorado em física pela Universidade Estadual de Campinas. Entre suas áreas de interesses estão temas como: sistemas dinâmicos e física estatística.

Ainda nessa semana, o neurocientista Miguel Nicolelis já havia dito, em entrevista à Rede Bahia, que o momento deveria ser de “cautela”, e até mesmo de lockdown (bloqueio total) em Ilhéus, já que o número de contaminados continuava a subir no município. Relembre aqui.



4 responses to “Exclusivo. Físico da UESC desmente estudo que justificou reabertura do comércio de Ilhéus

  1. É lamentável a atitude da gestão pública de Ilhéus-Bahia. Isso prova que a economia é mais importante que a saúde dos seus munícipes.

  2. Só não enxerga quem tem o mesmo interesse financeiro das partes, todo mundo sabe que a reabertura é por conta de dinheiro e não de consciência e saúde, um ato de egoísmo e de crime. Porque além da falta de amor próprio, estão matando pessoas que prezam por sua saúde e pela saúde dos outros. É ser muito ignorante agir sem pensar nas consequências, depois não reclame quem é a favor, se um parente ou você mesmo contrair o virus e precisar ficar internado, ou quem sabe morrer. Eu também estou sofrendo por conta da falta de trabalho e estou me virando, tentando lidar com a situaçao, assim como várias outras pessoas também que se cuidam. Infelizmente a gente não pode abrir o olho de todo mundo, porque cada um enxerga o que quer, mesmo quando tá tudo estampado na cara. Um dos motivos da humanidade não ir pra frente, falta de empatia e amor próprio e ao próximo. Boa sorte à todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *