Nove mandados de prisão são cumpridos em Ilhéus; criminosos planejavam morte de denunciante

Uma das armas apreendidas com os criminosos. (Foto: divulgação)

Nove mandados de prisão foram cumpridos, nas primeiras horas da manhã de segunda-feira (22), por equipes das polícias Civil e Militar em Ilhéus. Fruto de investigações realizadas por equipes da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Ilhéus), os criminosos presos na operação ‘Aritaguá’ eram procurados por homicídio qualificado desde abril deste ano.

Segundo contou o coordenador regional da 7ª Coorpin, delegado Evy Paternostro, os criminosos planejaram a morte de um homem após descobrirem que, incomodado com o tráfico de drogas na região, ele denunciava a atuação dos grupos em Aritaguá, zona rural de Ilhéus.

“Apesar da vítima não ter nenhuma relação com a criminalidade, as investigações indicaram que o irmão dele era ligado a uma facção rival. Isso nos faz acreditar que a atitude tenha sido motivada por vingança”, contou o delegado, lembrando que “mesmo procurados por homicídio qualificado, grande parte do bando tinha ligação com o tráfico de drogas na região”.

Os nove homens tiveram os mandados de prisão cumpridos e seguem custodiados na 1ª Delegacia Territorial (DT) de Ilhéus, onde aguardam interrogatório. Dois deles, encontrados com um revólver calibre 32 e uma espingarda, foram flagranteados por posse irregular de arma de fogo.

“Continuamos com empenho nas investigações em busca de mais três criminosos envolvidos no crime”, concluiu o delegado.

Apoiaram a operação as equipes da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itabuna), além das Companhias Independentes de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira, Independente da Polícia Militar (70ª CIPM/Ilhéus) e Independente de Polícia e Proteção Ambiental (Cippa/Ilhéus).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *