Covid-19: em Ilhéus, 3 pessoas saíram da UTI, mas 47 leitos estão ocupados

De acordo com o boletim epidemiológico de Ilhéus, publicado nessa sexta-feira (03), 3 leitos de UTIs foram desocupados no município, mas 47 pessoas ainda continuam internadas. Ainda de acordo com o boletim, são 414 casos ativos, 1.546 casos confirmados, 171 monitorados e 379 aguardando o resultado de exames. O número de óbitos (65) não sofreu alterações nas últimas 24h.

Itabuna confirma 3 novos óbitos por Covid-19

1.655 casos estão ativos em Itabuna.

De acordo com o boletim epidemiológico da Prefeitura de Itabuna, atualizado nessa sexta-feira (03), o município confirmou 3 novos óbitos pela Covid-19. O número total de vidas perdidas por causa da doença chega a 72. Ainda de acordo com as informações municipais, são 2.863 casos confirmados, 10.980 notificados, 2.190 em monitoramento, 1.655 casos ativos e 19 internados em UTI. O número de curados é de 1.136.

Brasil ultrapassa 1,5 milhão de casos de coronavírus e chega a 63.174 mortes

42.223 novas infecções foram confirmadas.

O Brasil ultrapassou nesta sexta-feira a marca de 1,5 milhão de casos de coronavírus, com a confirmação de 42.223 novas infecções, cifra que eleva o total no país a 1.539.081, informou o Ministério da Saúde.

Em relação ao número de óbitos, foram notificadas 1.290 novas mortes, fazendo com que o total atinja 63.174, acrescentou o ministério.

O Brasil é o segundo país do mundo com maior contagem de casos e mortes devido ao vírus, atrás apenas dos Estados Unidos, que possuem quase 2,8 milhões de infecções confirmadas e mais de 129 mil óbitos. Informações da Reuters.

Salvador: antes de morrer de Covid-19, jovem mandou áudio: ‘Vão desligar os aparelhos’

Leandro Santos Azevedo.

Um jovem, de 19 anos, identificado como Leandro Santos Azevedo, morreu vítima do novo coronavírus no dia (30) de Junho, em Salvador (veja aqui). Antes de falecer, Leandro Santos enviou um áudio para a família fazendo uma grave denúncia.

Na mensagem, o jovem afirmou que a equipe médica estava querendo desligar os aparelhos, após entubá-lo e todos ficaram aterrorizados.

O rapaz foi internado no Hospital de Campanha do Wet’n Wild, na Capital baiana e a família revela que o jovem testou positivo somente um dia antes de vir a óbito. De acordo com as informações, o jovem estava sendo preparado para ser entubado quando enviou uma mensagem para os familiares fazendo a denúncia.

O áudio revela que o jovem estava bastante assustado e que os médicos estavam só esperando entubá-lo para desligarem os aparelhos que o mantinham vivo. “Eles vão me entubar todo aqui, véi. Vão desligar o aparelho. Venha aqui amanhã“, implorou o rapaz no áudio.

A namorada de Leandro, Talyta Fernandes, recebeu a mensagem e entrou em pânico. Ela contou que estava trocando mensagens com o namorado quando recebeu esta denúncia. Talyta questionou se ele já estava entubado, mas Leandro disse que ainda não e pediu para ela ir ao hospital no dia seguinte, mas que estava se sentindo bem melhor.

Segundo o portal G1, a Secretaria Municipal de Saúde alegou que a decisão da entubação foi porque o quadro do paciente piorou. No comunicado feito em nota, a SMS explicou que uma equipe técnica que é responsável por fiscalizar os atendimentos ofertados à população por empresas terceirizadas estará apurando os fatos para saber o que realmente aconteceu.

Assista:

Varela sobre Fernando Gomes: “sugiro que vá a um psiquiatra”

Varela e o cartão vermelho para Fernando.

O apresentador Raimundo Varela gravou um vídeo dando “cartão vermelho” para o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes. Varela comentou a frase “morra quem morrer”, usada por Fernando na decisão da reabertura do comércio, no próximo dia 9. “Ele tá com algum problema (…) eu sugiro que vá a um analista, pra depois ir no psiquiatra, porque eu acho que ele tá com problema nas faculdades mentais”, disse. Varela ainda finalizou afirmando: “o próximo endereço dele é a casa de saúde mental”.

Confira:

Bahia registra 2.965 casos novos de Covid-19 e 45 óbitos em 24 horas

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.965 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +3,7%), 54 óbitos (+2,8%) e 1.653 curados (+3,1%). Dos 82.314 casos confirmados desde o início da pandemia, 54.987 já são considerados curados,25.326 encontram-se ativos e 2.001 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 390 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (46,09%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (2.025,28), Gandu (1.956,61), Ipiaú (1.584,81), Uruçuca (1.471,81) e Itabuna (1.310,37).

O boletim epidemiológico contabiliza 82.314 casos confirmados, 175.806 casos descartados e 82.978em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (2).

Na Bahia, 9.449 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Cacá Colchões é transferido para UTI

Cacá Colchões.

No início da tarde de hoje (03), o empresário e ex-vice prefeito de Ilhéus, Cacá Colchões, deu entrada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A informação foi confirmada pela assessoria de Cacá.

De acordo com as informações, apesar do quadro estável, o empresário apresenta febre persistente.

No dia 30 de junho, Cacá usou as redes sociais para informar que estava com sintomas da Covid-19. Na família dele, mãe e pai já se contaminaram com o novo coronavírus.

Na noite do dia 1 de julho ele foi internado no Hospital de Ilhéus.

A asessoria não informou onde Cacá foi internado. De acordo com o último boletim epidemiológico da Prefeitura de Ilhéus, publicado ontem (02), todos os leitos de UTIs na cidade estavam ocupados.

Ilhéus: após 4 meses na garagem, ônibus da Viametro quebra no segundo dia de retorno do transporte

Ônibus quebrou no segundo dia do retorno do transporte.

Na tarde de ontem (quinta, 02) um micro-ônibus da empresa Viametro quebrou nas proximidades da Justiça Federal, em Ilhéus. O veículo ficou parado no sentido ao Terminal Urbano.

O transporte coletivo na cidade estava suspenso desde o dia 24 de março e voltou a operar, parcialmente, na quarta-feira (1).

Uma vistoria dos veículos pela Superintendência de Transporte e Trânsito estava prevista para o mês de junho.

O vereador Makrisi publicou um vídeo em sua rede social com imagens do ônibus quebrado. Confira:

Bolsonaro sanciona lei que torna obrigatório o uso de máscara

Presidente Jair Bolsonaro. (Foto: Marcello Casal Jr.)

O presidente Jair Boslonaro sancionou a lei que torna obrigatório o uso de máscaras de proteção individual em espaços públicos e privados, mas acessíveis ao público, durante a pandemia de covid-19. A Lei nº 14.019/2020 foi publicada hoje (3) no Diário Oficial da União e diz que as máscaras podem ser artesanais ou industriais.

A obrigatoriedade do uso da proteção facial engloba vias públicas e transportes públicos coletivos, como ônibus e metrô, bem como em táxis e carros de aplicativos, ônibus, aeronaves ou embarcações de uso coletivo fretados.

De acordo com a nova lei, as concessionárias e empresas de transporte público deverão atuar com o poder público na fiscalização do cumprimento das normas, podendo inclusive vedar a entrada de passageiros sem máscaras nos terminais e meios de transporte. O não uso do equipamento de proteção individual acarretará multa estabelecida pelos estados ou municípios. Atualmente, diversas cidades já têm adotado o uso obrigatório de máscaras, em leis de alcance local.

Os órgãos e entidades públicos, concessionárias de serviços públicos, como transporte, e o setor privado de bens e serviços deverão adotar medidas de higienização em locais de circulação de pessoas e no interior de veículos, disponibilizando produtos saneantes aos usuários, como álcool em gel.

O texto prevê que pessoas com transtorno do espectro autista, com deficiência intelectual, com deficiências sensoriais ou com quaisquer outras deficiências que as impeçam de fazer o uso adequado de máscara de proteção facial estarão dispensadas da obrigação do uso, assim como crianças com menos de 3 anos. Para isso, eles devem portar declaração médica, que poderá ser obtida por meio digital.

Vetos

O presidente Bolsonaro vetou 17 dispositivos do texto que foi aprovado no Congresso no dia 9 de junho, alegando, entre outras razões, que criariam obrigações a estados e municípios, violando a autonomia dos entes federados, ou despesas obrigatórias ao poder público sem indicar a fonte dos recursos e impacto orçamentário. As razões dos vetos, que também foram publicadas no Diário Oficial da União, serão agora analisadas pelos parlamentares.

Um dos trechos vetados diz respeito ao uso obrigatório de máscara em “estabelecimentos comerciais e industriais, templos religiosos, estabelecimentos de ensino e demais locais fechados em que haja reunião de pessoas”. Em mensagem ao Congresso, a Presidência explicou que a expressão “demais locais fechados” é uma “possível violação de domicílio por abarcar conceito abrangente de locais não abertos ao público”. Como não há possibilidade de vetar palavras ou trechos, o presidente vetou o dispositivo todo.

(mais…)

Cidades do interior registram queda de 25% das mortes violentas

Redução em Itabuna foi de 19%.

O interior da Bahia, composto de 403 cidades, fechou o mês de junho com diminuição de 25% das mortes violentas (homicídio, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte). A polícia contabilizou 221 ocorrências este ano, contra 298 no mesmo período de 2019.

O diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis, destacou as ações de inteligência, no combate ao tráfico de drogas. “Esse é um problema nacional, presente nas grandes metrópoles e também nos municípios do interior. Temos uma equipe itinerante, a Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (Cati), empregada sempre que alguma região ou cidade aponta crescimento. Vivemos cada dia buscando o melhor resultado”, contou.

Entre as cidades com maiores reduções estão São Felipe (-100%), Una (-90,9%), Araci (-86%), Guanambi (-75%), Itamaraju (-45%), Porto Seguro (-31%), Teixeira de Freitas (-27%), Itabuna (-19%), Juazeiro (-16%) e Vitória da Conquista (-15%).

“Não existe mágica. Trabalhamos de forma incessante e comemoramos essas reduções, sabendo que mais na frente novos problemas se apresentarão”, disse o comandante de Operações da PM, coronel Humberto Sturaro. O oficial lembrou que após três anos consecutivos com diminuições das mortes, na Bahia, o ano de 2020 será desafiador.

Transporte é suspenso em mais quatro cidades baianas; total chega a 351

Palmeiras entrou para a lista de municípios com transporte suspenso na Bahia.

O transporte intermunicipal será suspenso em Antas, Ibipeba, Jussara e Palmeiras a partir deste sábado (4). A decisão, publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (3), tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana.

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. Também continuam suspensas a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais ao território baiano.

Lista de municípios

A Bahia totaliza 351 municípios com transporte suspenso. São eles: Abaíra, Abaré, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Almadina, Amargosa, Amélia Rodrigues, América Dourada, Anagé, Andaraí, Andorinha, Anguera, Antas, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Araçás, Aracatu, Araci, Aramari, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra da Estiva, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barreiras, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Boninal, Botuporã, Boquira, Brejões, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Caculé, Caém, Caetité, Cafarnaum, Cairu, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Canavieiras, Candeal, Candeias, Candiba, Cândido Soares, Cansanção, Canudos, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Caraíbas, Caravelas, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Catu, Chorrochó, Cícero Dantas, Cipó, Coaraci, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Conde, Condeúba, Coração de Maria, Coribe, Cotegipe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Dom Basílio, Dom Macedo Costa, Elísio Medrado, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Fátima, Feira da Mata, Feira de Santana, Filadélfia, Firmino Alves, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gentio do Ouro, Glória e Gongogi.

(mais…)

Ilhéus confirma mais 9 mortes por causa da Covid-19; UTIs continuam 100% ocupadas

O boletim epidemiológico de Ilhéus, atualizado ontem (quinta, 2) pela Prefeitura Municipal, confirmou mais 9 mortes por causa da Covid-19 no município. No total, 65 pessoas já morreram infectadas. A taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) permanece em 100% (50 leitos). Os casos ativos são 410, e os confirmados, 1.512. Já os casos notificados chegam a 10.316.

Itabuna e Itapetinga terão toque de recolher a partir desta sexta-feira

Itabuna.

A locomoção noturna fica restrita em Itabuna e Itapetinga a partir desta sexta-feira (3). A medida de enfrentamento ao novo coronavírus foi publicada em decretos no Diário Oficial do Estado (DOE), com atuação conjunta dos poderes públicos estadual e municipal.

Em Itabuna, a restrição compreende o período das 18h às 5h e é válida até 8 de julho, quando ficam proibidos a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, com exceção de deslocamento para serviços de saúde ou farmácias. Já em Itapetinga, a circulação noturna não será permitida até 19 de julho, das 19h às 5h.

Outro decreto publicado no DOE desta sexta-feira (3) prorroga a medida em Itaberaba, onde a restrição noturna continua até 9 julho, das 18h às 5h.

“Recuperação econômica da região pode demorar alguns anos”, afirma professor da UESC

Programa beneficiará 43 municípios.

A Universidade Estadual de Santa Cruz – Uesc vai apresentar à comunidade regional, às 10 horas de terça-feira (7), online (Youtube), o Programa de retomada econômica das regiões imediatas de Ilhéus-Itabuna, Camacan e Ipiaú, que recebeu o nome em tupi-guarani, Amana.

O programa tem o objetivo de contribuir com a retomada econômica das regiões imediatas Ilhéus-Itabuna, Ipiaú e Camacan, visando melhorar a tomada de decisões de agentes econômicos privados e públicos (pessoas físicas, gestores públicos municipais, empresas de pequeno porte, empreendedor individual, associações e cooperativas da economia popular e solidária).

O Amana é o resultado de um pedido do reitor da Uesc, professor Alessandro Fernandes de Santana, diante da crise socioeconômica em consequência da pandemia provocada pelo novo coronavírus, para que fosse elaborado, por meio da Assessoria de Planejamento – Asplan/Uesc, um programa capaz de ajudar a economia regional e recuperar a sua pujança.

De acordo com o professor Gustavo Joaquim Lisboa, gerente da Asplan, “a recuperação econômica da região, em consequência da pandemia pode demorar alguns anos. O primeiro passo diante dessa constatação, foi o alinhamento dos Departamentos da Universidade, que possuem aderência ao Programa. Dentre esses, os Departamentos de Ciências Econômicas, de Administração e Contabilidade e o Departamento de Ciências Jurídicas, pois possuem relação entre si com possibilidade de interdisciplinaridade. O Programa, que foi formatado para atender aos 43 municípios, reúne mais de 20 professores, mestres e doutores, além de dois técnicos administrativos e tem previsão de dois anos para sua execução, isso não impede a possibilidade da prorrogação, ou até mesmo torná-lo permanente”.

Os municípios de abrangência vinculados às ações do Programa são da região imediata de Ilhéus-Itabuna: Almadina, Aurelino Leal, Barro Preto, Buerarema, Coaraci, Firmino Alves, Floresta Azul, Ibicaraí, Ibicuí, Ibirapitanga, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Maraú, Santa Cruz da Vitória, São José da Vitória, Ubaitaba, Uruçuca; da região imediata de Camacan: Arataca, Camacan, Canavieiras, Jussari, Mascote, Pau Brasil, Santa Luzia e Una; da Região imediata de Ipiaú: Barra do Rocha, Dário Meira, Gandu, Gongogi, Ibirataia, Ipiaú, Itagibá, Itamari, Nova Ibiá, Piraí do Norte, Teolândia, Ubatã e Wenceslau Guimarães.

A população estimada para os municípios é superior a um milhão de habitantes, com um Produto Interno Bruto (PIB) em torno de R$13 bilhões de reais. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) médio regional apresenta-se baixo, com magnitude inferior a 0,6. A arrecadação pública, por sua vez, vem acumulando reduções significativas em todas as receitas, sobretudo as oriundas do ICMS e do FPM.

Metade dos leitos de UTI em Ilhéus estão ocupados por pessoas de outros municípios, diz secretário

Geraldo Magela.

Nessa sexta-feira (03), em entrevista ao programa O Tabuleiro, na Ilhéus FM, o secretário municipal de saúde, Geraldo Magela, afirmou que metade dos leitos de UTI em Ilhéus estão ocupados por pessoas de outros municípios. “Teve um dia que parou uma ambulância de Eunápolis na porta do Hospital de Ilhéus. Tivemos que atender para o paciente não morrer”, contou. De acordo com a Magela, a regulamentação dos leitos é feita pelo governo do estado.