Ilhéus registra 14 mortes pela Covid-19 em 3 dias consecutivos; 2.076 casos já foram confirmados

89 pessoas já morreram por causa doença em Ilhéus. (Imagem ilustrativa / UOL)

Boletins epidemiológicos da prefeitura de Ilhéus mostram que o município registrou mortes pela Covid-19 em 3 dias consecutivos. Foram 14 mortes nesse período. Somente nas últimas 24h, ocorreram 4 óbitos por causa da doença. No total, 89 pessoas perderam a vida em Ilhéus.

De acordo com o boletim epidemiológico dessa terça-feira (14), existem 592 casos ativos no município e 2.076 casos confirmados. Dos 65 leitos de UTIs disponíveis, 57 estão ocupados.

Bahia registra 3.138 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Boletim epidemiológico 14/07.

A partir desta terça-feira (14), o Business Intelligence da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia disponibiliza para acesso público, a taxa de ocupação dos leitos Covid-19 por unidade hospitalar. As informações estão disponíveis em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/. Progressivamente novas funcionalidades e filtros serão implementados.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.138 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +2,9%), 49 óbitos (+1,9%) e 8.016 curados (+10,8%). Dos 110.029 casos confirmados desde o início da pandemia, 82.151 já são considerados curados, 25.294 encontram-se ativos e 2.584 tiveram óbito confirmado.

Os casos confirmados ocorreram em 399 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (40,64%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (2.721,97), Itajuípe (2.435,22), Ipiaú (2.020,80), Lauro de Freitas (1.786,43) e Itabuna (1.746,06).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 220.920 casos descartados e 94.807 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (14).

Na Bahia, 11.574 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Todos os dados estão disponíveis no Painel Epidemiológico. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Descobri que sou gay

Por Julio Gomes.

A publicação em toda a imprensa nacional, a partir da coluna da jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo, de que o Presidente Jair Bolsonaro afirmou que usar máscara é “coisa de viado” me fez cair na real: descobri que sou perdidamente gay!

Na verdade, eu já estava desconfiado de minhas fortes tendências homossexuais há algum tempo. Atitudes como respeitar as leis de trânsito e até parar o carro antes da faixa para pedestres atravessarem; ficar um tanto pesaroso por consumir carnes e assim causar a morte de animais; ter ânsia de choro em momentos de emoção, além de outras do mesmo gênero, já indicavam que eu estava no armário, sem querer me render à realidade.

Tudo começou quando parei de querer resolver as coisas impondo minha vontade pessoal a todos. Aquela coisa de achar que poderia ser irracional resolver tudo na porrada já era um primeiro sinal de que eu estava com perigosas tendências andróginas!

No início, resisti muito. Fiz muita musculação, tentei aumentar meu nível de testosterona no sangue, me tornei até semi atleta ciclista, viajando de bike de Ilhéus até o interior de Goiás. Imagine, tudo isso para tentar afirmar minha frágil masculinidade, encobrindo minha alma gay.

Mas a realidade foi se impondo. Quando achei horrorosa a fala de Bolsonaro dizendo que uma colega deputada era feia demais e não merecia ser estuprada, vi que realmente havia algo errado comigo.

Tudo piorou quando me afastei radicalmente de campanhas políticas que tinham armas como símbolos. Ao compreender que armamentos só devem ser usados em último caso, vi que não havia mais retorno.

O pior foi quando passei, abertamente, a apoiar a causa LGTBQI+, e aprendi até o significado de cada uma destas letrinhas! Quer boiolagem mais escancarada do que essa?

Por fim, passei a ficar chocado, revoltado e profundamente triste quando homossexuais eram agredidos; e a ter ânsia de choro quando eram mortos a troco de nada. Neste parágrafo, especificamente, não estou ironizando. Isto vem de dentro de meu coração.

Mas retorno à ironia: hoje, especialmente após a fala de Bolsonaro de que máscara para prevenir Covid é “coisa de viado”, vi que já sou quem sou, mesmo sem querer, pois desde os primeiros dias da pandemia passei a usar esse adereço feminilizante e não saio jamais sem ela. Nunca! Never more, para usar um estilo drag queen!

Agora vivo um grave conflito: já fui militar do Exército, já trabalhei como segurança, fui durão como sindicalista e, para piorar tudo, ainda sou casado com uma mulher a quem amo, há 30 anos, e sou pai de três filhas. Como posso me assumir de vez?

Meu Deus, devo ter “fraquejado” muito na hora H, pois só tivemos três filhas mulheres…

Quem puder, me socorra em meu dilema, pois apesar de me perceber emocional, sensível, por vezes frágil, sentimental, capaz de ir até as lágrimas e, por tudo isso, irremediavelmente gay, ainda tenho uma perversa, terrível e compulsiva atração sexual por mulheres, que não me deixa em paz nem por um só instante!

Se ser homem é ser estúpido… Socorro, não quero mais ser homem!

Julio Cezar de Oliveira Gomes é graduado em História e em Direito pela UESC – Universidade Estadual de Santa Cruz.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Blog do Gusmão.

Caso das maritacas: Ministério Público cobra informações à superintendente de meio ambiente

O Ministério Público da Bahia, através da 11ª Promotoria de Justiça, cobrou à superintendente de meio ambiente de Ilhéus, Joelia Sampaio, informações envolvendo a derrubada de árvores na Avenida Soares Lopes, que teve consequências negativas ao pássaros “maritaca”.

O promotor Paulo Sampaio pediu que a superintendente informasse qual autoridade assinou, em 2019, um documento expedido pela Seção de Parques e Jardins da Secretaria de Serviços Urbanos da Prefeitura de Ilhéus onde consta que “não foi identificada a presença de ninhos” naquelas árvores.

Entre os questionamentos, o promotor ainda solicita detalhes sobre o plantio das 200 mudas adquiridas para substituir as amendoeiras derrubadas. Ele pede que sejam informadas até mesmo as coordenadas geográficas do local onde ocorreram as plantações.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram que após a derrubada das amendoeiras, na última semana, algumas aves começaram a aparecer mortas no chão da Avenida e outras caídas exaustas (veja aqui).

Equipe do Serviço de Endoscopia do Costa do Cacau recebe treinamento contra novo coronavírus

Equipe de higienização . (Foto: divulgação)

Na última sexta-feira (10), profissionais de saúde da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, treinaram a equipe de técnicos de enfermagem do Serviço de Endoscopia. Essa capacitação teve como objetivo central, a prevenção de infecções, propagação do novo coronavírus (SARS-CoV-2) e outros microrganismos nos procedimentos endoscópicos.

Durante o treinamento, as enfermeiras Ana Paula Lavigne e Louise Andrade, da CCIH do HRCC, abordaram a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 6 e a Nota Técnica nº 6 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) – que se refere a prevenção e controle de infecções pelo novo coronavírus, em procedimentos cirúrgicos.

Também, outros temas entraram em pauta, como os processos de desinfecção de alto nível, higienização das mãos, importância de uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e as etapas do reprocessamento dos aparelhos endoscópios.

A atividade contou com o apoio da enfermeira Priscila Assis, do Ambulatório do HRCC, uma das responsáveis pelo Serviço de Endoscopia do hospital. Participaram do treinamento os técnicos de enfermagem Nelson Luís Moreira, Arivaldo Silva e Tamara Andrade.

Mais treinamentos – Durante toda a semana passada, aconteceu uma série de treinamentos para as equipes de Higienização do HRCC. Uma parceria da CCIH com a enfermeira Fabiana Oliveira, coordenadora do serviço de Higienização.

As abordagens, com desenvolvimento teórico-prático, de forma lúdica, reforçaram os principais passos e os momentos para correta higienização das mãos. As atividades aconteceram no intuito de melhorar a qualidade da assistência e prevenir a propagação de microrganismos, em especial o coronavírus dentro da instituição.

O Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) deu continuidade aos seus treinamentos periódicos, com ações de prevenção e orientação no combate ao novo coronavírus, uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para diminuir o risco de contágio, entre outras abordagens.

Ilhéus: maritacas aparecem mortas na Soares Lopes após derrubada de árvores

Maritaca morta na Avenida Soares Lopes.

O movimento “Preserva Ilhéus” registrou o aparecimento de passáros “maritaca” mortos no chão da Avenida Soares Lopes. Nas redes sociais, outros relatos também foram feitos.

De acordo com as informações, após a  Prefeitura de Ilhéus derrubar amendoeiras naquela área, algumas aves surgiram mortas e outras caídas, aparentando exaustão. As árvores serviam como abrigo para a dormida das maritacas.

O Ministério Público instaurou um inquérito para a apurar a conduta da Prefeitura.

Confira este vídeo publicado pelo site Ilhéus Comércio:

Mais duas cidades têm transporte suspenso na Bahia; total chega a 373

Arataca entrou para a lista de municípios com transporte suspenso na Bahia.

Arataca e Contendas do Sincorá terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de quarta-feira (15). A decisão, que tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (14).

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de van. O decreto ainda mantém suspensas, até 31 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

O decreto também autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Abaíra, Baianópolis, Baixa Grande, Barra da Estiva, Barra do Mendes, Boninal, Coribe, Feira da Mata, Ibiassucê, Ibipitanga, Jacaraci, Nova Redenção, Rodelas e Tabocas do Brejo Velho, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.

Lista de municípios

No total, a Bahia possui 373 cidades com transporte suspenso. São elas: Abaré, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Almadina, Amargosa, Amélia Rodrigues, América Dourada, Anagé, Andaraí, Andorinha, Anguera, Antas, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Araçás, Aracatu, Araci, Aramari, Arataca, Aratuípe, Aurelino Leal, Banzaê, Barra, Barra do Choça, Barra do Rocha, Barreiras, Barro Alto, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Biritinga, Boa Nova, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Botuporã, Boquira, Brejões, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Caculé, Caém, Caetanos, Caetité, Cafarnaum, Cairu, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Canavieiras, Candeal, Candeias, Candiba, Cândido Soares, Cansanção, Canudos, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Caraíbas, Caravelas, Cardeal da Silva, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Catu, Caturama, Central, Chorrochó, Cícero Dantas, Cipó, Coaraci, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Conde, Condeúba, Contendas do Sincorá, Coração de Maria, Cordeiros, Correntina, Coronel João Sá, Cotegipe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Dom Basílio, Dom Macedo Costa, Elísio Medrado, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Fátima, Feira de Santana, Filadélfia, Firmino Alves, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gentio do Ouro, Glória e Gongogi.

(mais…)

Estado adia pagamento de IPVA 2020 do transporte escolar para setembro de 2021

Responsáveis por vans e micro-ônibus utilizados para fazer transporte escolar em todo o território não precisarão desembolsar o valor do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) do exercício 2020.

A novidade, anunciada no início da noite desta segunda-feira (13) pelo governador Rui Costa durante uma transmissão ao vivo em suas redes sociais, transfere o prazo final do pagamento da taxa para setembro de 2021 e foi motivada pela crise econômica gerada pela pandemia do novo coronavírus.

O governador, que assinou o decreto autorizando a medida um pouco antes de iniciar a live, lembrou que o Estado recebeu muitas solicitações de representantes do segmento para suspender a cobrança do imposto.

“Essa medida só vale para veículos regularizados e cadastrados no Detran para este fim. Dessa forma, esses profissionais poderão honrar esse compromisso apenas no ano que vem, quando, com fé em Deus, já teremos uma vacina”, explicou.

Desta forma, o pagamento fica prorrogado para até 30 de setembro de 2021, em cota única ou em três parcelas com vencimento em 30 de julho de 2021, 31 de agosto de 2021 e 30 de setembro do mesmo ano.

Além de automóveis ligados à condução coletiva de escolares, estão contemplados veículos que fazem serviço de transporte interno turístico, desde que atendam aos requisitos regulamentares e estejam autorizados pelo órgão competente, e, ainda, carros utilizados em aulas de direção veicular, pertencentes a autoescolas.