1º episódio da série “Poema da Resistência” teve recital e questões políticas sobre escritores do sul da Bahia

Jorge Amado e Adonias Filho.

Na quinta-feira (23), o Blog do Gusmão exibiu o 1º episódio da série de lives “Poema da resistência”, com a participação do professor de literatura, escritor, jornalista e membro da Academia de Letras de Ilhéus, Ramayana Vargens.

A conversa aconteceu a partir dos temas: Literatura regionalista, Ilhéus e alguns poemas. O editor do BG, Emílio Gusmão, e o professor Ramayana conversaram sobre o mercado literário, adaptações para TV e cinema das obras de autores sul-baianos e alguns aspectos políticos relacionados a Jorge Amado e Adonias Filho, dois grandes escritores da literatura do cacau.

Ao ser questionado sobre o fato de nenhuma obra de Adonias Filho ter sido adaptada para as telas (diferente de Jorge Amado), o professor Ramayana explicou que o número de personagens e as múltiplas histórias dentro de um único livro tornam as narrativas de Jorge Amado mais palatáveis ao telespectador.

Na live, Ramayana e Gusmão recitaram os poemas: Evocação do Recife (Manuel Bandeira); No Quintal de Tia Mercedes (Daniela Galdino); e Meu Caso é Grave, Doutor? (Geraldo Lavigne de Lemos); os dois últimos grandes poetas de Ilhéus.

O 1º episódio está no canal do Youtube do blog, na fanpage do Facebook e aqui mesmo no BG, logo abaixo.

 

Exclusivo. Juiz determina o bloqueio dos bens de Geraldo Magela; secretário de saúde é acusado de aplicar “golpe” numa idosa de 73 anos

Dona Clarice (a vítima) e o acusado Geraldo Magela.

 

O magistrado Júlio Gonçalves da Silva Júnior, da 4ª Vara Cível de Ilhéus, determinou por meio de liminar, o bloqueio das contas bancárias e dos bens do secretário de saúde de Ilhéus.

Geraldo Magela é acusado de ter aplicado um “golpe” em Clarice de Cunto, uma idosa de 73 anos que lhe vendeu uma casa em Olivença, onde ele reside atualmente. O caso foi publicado com exclusividade pelo BG no dia 27 de maio deste ano (clique para relembrar).

Julio Gonçalves também determinou a busca por carros que estejam em nome de Magela, esposa e duas filhas, bem como, mandou inalienar (impedir venda e transferência) de um apartamento localizado no bairro Zildolância, em Itabuna, que pertence à mulher do secretário.

A casa que pertenceu a Dona Clarice, hoje habitada por Geraldo Magela, localizada na rua Marechal Castelo Branco (conhecida como rua do meio), em Olivença. Foto: Blog do Gusmão.

O juiz também determinou que a Defensoria Pública do Estado da Bahia faça a defesa do agente público que comanda o SUS em Ilhéus. Os oficiais de justiça nunca conseguiram intimar Geraldo Magela, e por esta razão, foi intimado via edital público. Mesmo assim, ele nunca se defendeu no processo, apesar de ter conhecimento que uma de suas filhas esteve presente na audiência de conciliação.

No deferimento da liminar, o magistrado ressalta que Dona Clarice de Cunto é “hipervulnerável”  e está com a saúde física e psicológica ameaçada devido ao acontecimento que a prejudicou.

Às 14h01min., o BG enviou mensagens via Whatsaap para a Secretaria Municipal de Comunicação com objetivo de ouvir Geraldo Magela. Não recebemos resposta.

O secretário não costuma atender nossas ligações e nos bloqueou no Whatsaap após a publicação da primeira reportagem sobre o fato.

Leia o conteúdo da liminar publicada no dia 14 de julho.

(mais…)

Ilhéus: liberado acesso às praias, mas atividades em grupo continuam suspensas

Praia do Cristo, em Ilhéus. (Foto: TripAdvisor)

O decreto publicado na última terça-feira (21) pela Prefeitura de Ilhéus autoriza o acesso às praias em Ilhéus, contudo, mantém vedada a prática de atividades físicas em grupo e demais atividades que acarretem aglomeração. As praias estão liberadas para banho, desde que as pessoas respeitem as regras de distanciamento social, utilizem máscara de proteção e sigam as demais medidas de prevenção contra o novo coronavírus.

Segundo informa Anderson Gusmão, chefe de divisão de Salva-Vidas, as equipes atuam diariamente na faixa litorânea de norte a sul, das 10h às 16h, com o objetivo de reforçar as normas de acesso, monitorar e orientar os banhistas. Os postos estão localizados nas seguintes praias: Mamoã; Joia do Atlântico; São Domingos; Norte I; Passarela; Avenida; Concha; Vietnã; Jardim Atlântico; Guarany; Soro Caseiro; Gabriela; Vó Eró; Palmito; Cururupe; Batuba e Cai n’água.

Mesmo após a liberação do acesso, equipes do setor de Fiscalização de Postura e efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM), com apoio da Polícia Militar continuarão reforçando as ações de fiscalização para assegurar o cumprimento do decreto municipal.

Mais uma cidade tem transporte suspenso na Bahia; total chega a 390

Rodoviária de Ilhéus.

A cidade de Ipupiara terá o transporte intermunicipal suspenso a partir de sábado (25). A decisão, que tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta (24).

Ficam proibidas nesse município a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de van. O decreto ainda mantém suspensas, até 31 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

O decreto também autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Caculé, cidade com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.

Lista de municípios (mais…)

Pandemia: número de mortes em Itabuna registra aumento de 60% após um mês

Boletins dos dias 23 de junho e 23 de julho.

Em Itabuna, o número de mortes por Covid-19 teve um aumento de 60% em 30 dias. No dia 23 de junho, a cidade contava com 64 mortes, um mês depois, soma o triste número de 103 pessoas falecidas.

A cidade também contou com um aumento significativo de casos confirmados. Em 23/06 eram 1915 casos, no dia 23/07, o número subiu para 4.566, um aumento de 138,4%.

Corte das amendoeiras na Av. Soares Lopes não tem relação com o Projeto da Nova Ponte

Da: Ascom/ Preserva Ilhéus.

No dia de ontem (23) o movimento Preserva Ilhéus teve acesso ao Processo Administrativo 733/2018, junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, no qual consta a solicitação de autorização ambiental pela empreiteira OAS Engenharia e Construção para o corte das árvores que interferiam no traçado do sistema viário norte e sul da Ponte Ilhéus – Pontal – BA001.

Após análise do inventário florestal e florístico das árvores que deveriam ser cortadas devido às obras dos acessos viários à nova ponte, assim como pela observação da planta baixa do projeto e dos registros fotográficos, ficou evidente que as amendoeiras cortadas no dia 07 de julho não estavam incluídas nem no plano de supressão nem na autorização ambiental expedida. A análise do mapa integrante do Projeto de Geometria demonstra que as árvores suprimidas não estão localizadas dentro da poligonal que marca detalhadamente os indivíduos a serem cortados.

Os documentos confrontam as declarações do Secretário Mozart Aragão dadas ao jornal BATV do dia 08 de julho, de que “a própria licença ambiental da construção da ponte e do sistema viário exigiu essa retirada dessas árvores que estão no sistema viário”. Outra declaração foi dada ao jornal Cabrália no Ar, veiculado no dia 10 de julho, em que afirma que  “essa retirada foi em virtude dos acessos viários da ponte. Os acessos viários não podem ter nenhum tipo de vegetação… Esses serviços foram solicitados dentro da licença ambiental da ponte… Então está tudo autorizado, tudo devidamente autorizado, tudo ocorreu conforme a legislação permite.”

Diante das incoerências, a Promotoria Regional de Meio Ambiente instaurou desde o dia 16 de julho um procedimento preparatório de inquérito civil e aguarda informações da Secretaria Municipal de Meio Ambiente sobre, caso exista, qual procedimento administrativo, autorização ou ordem de serviço teriam sido concedidos por qualquer Secretaria, departamento, órgão, repartição, autoridade, ou outros, para a supressão das amendoeiras.

Ilhéus: em um mês, número de mortes por Covid-19 cresceu 136%; situação é de total descontrole

Boletins da Prefeitura de Ilhéus mostram o aumento no número de mortes.

De acordo com o Boletim Epidemiológico da Prefeitura de Ilhéus divulgado na quinta-feira (23), a cidade está com 118 mortes por Covid-19.

No dia 23 de junho, o número de mortes era de 50. Após um mês, o número de pessoas falecidas subiu para 118, aumento de 136%. O número de mortes por Covid-19 em Ilhéus mais do que dobrou em 30 dias.

Já o número de casos confirmados cresceu 121,7% em um mês. No dia 23/06 Ilhéus possuía 1.196 casos confirmados, um mês depois soma 2.652 casos.

Já o número de casos ativos cresceu 75,9% em 30 dias. Em 23/06 a cidade estava com 408 casos, após um mês o número cresceu para 718 casos.

Não há dúvidas, em Ilhéus a pandemia gerada pelo novo coronavírus vive uma situação de total descontrole. Após a reabertura do comércio, retorno do transporte coletivo e o restabelecimento de diversas atividades rotineiras as autoridades de saúde pública perderam as condições de conter o avanço dos casos.

Embasa investe R$ 200 mil na ampliação do serviço de esgotamento sanitário no Teotônio Vilela, em Ilhéus

Foto: Ascom/Embasa.

A Embasa está realizando obras de extensão da rede coletora de esgotos no bairro Teotônio Vilela, em Ilhéus, com investimento consolidado de quase R$ 200 mil. A iniciativa vai beneficiar cerca de 300 famílias com o serviço de coleta, tratamento e destinação final dos esgotos domésticos, além de diminuir o lançamento indevido de esgoto in natura no Rio Cachoeira, que deságua na Baía do Pontal.

Na Rua do Silêncio, a Embasa concluiu o assentamento de 460 metros de rede e melhorou o arruamento, deixando a pavimentação da via em condições melhores do que as existentes antes da intervenção. O cronograma seguirá, nos próximos dias, contemplando as ruas São Jorge, Santo Antônio, José Ribeiro, das Oliveiras e Domingo dos Reis com mais 825 metros de rede.

Durante as visitas técnicas, foi constatada a presença de elevado número de ligações de água que tiveram o fornecimento suspenso antes do início da pandemia. Por isso, a empresa está oferecendo condições especiais de negociação para os clientes em débito, o que permite a regularização dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário.

“Nossos esforços para que os clientes façam a adesão ao sistema de esgotamento e regularizem o consumo de água ressaltam a importância do bairro para a Embasa. Nesse momento de pandemia, todos devem consumir água com responsabilidade, o que também passa pelo destino das águas servidas dos imóveis Para que o serviço seja efetivado e os benefícios da obra percebidos, os usuários precisam interligar suas instalações sanitárias internas ao ramal domiciliar, em até 90 dias, a partir do recebimento de notificação por escrito”, afirmou o gerente do escritório local da Embasa em Ilhéus, José Lavigne.

A Embasa também lembra que são proibidas as seguintes práticas: conectar a drenagem interna da água de chuva do imóvel à rede pública coletora de esgoto, assim como abrir as tampas dos poços de visita, em via pública, para escoamento da chuva. Além de proibidas por lei, essas práticas comprometem o funcionamento adequado do sistema de esgotamento sanitário, causando extravasamento em via pública.

Receita libera hoje consulta ao 3º lote de restituição do IRPF

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Fonte: Agência Brasil.

A Receita Federal abre nesta sexta-feira (24), às 9 horas, a consulta ao terceiro lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2020. O crédito bancário para 3.985.007 contribuintes será realizado na próxima sexta-feira, dia 31, totalizando R$ 5,7 bilhões.

Desse total, R$ 2.056.423.308,19 são para contribuintes que têm prioridade legal de recebimento: 88.420 contribuintes idosos acima de 80 anos, 646.111 contribuintes entre 60 e 79 anos, 47.170 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 346.793 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério. Foram contemplados ainda 2.856.513 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 28 de março.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal na internet. Na consulta à página da Receita, no Portal e-CAC, é possível acessar o serviço Meu Imposto de Renda e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com ele é possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no Portal e-CAC, no serviço Meu Imposto de Renda.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em nome do contribuinte, em qualquer banco.