As religiões, o crime e cada um de nós

Uma pastora evangélica. Um padre católico. Um médium espírita.

Por Julio Gomes.

Causou forte comoção em todo o Brasil o caso da líder evangélica e Deputada Federal pastora Flordelis, eleita em 2018 pelo PSD do Rio de Janeiro – a Mulher mais votada naquele estado, com quase de 200 mil votos – que hoje se encontra indiciada pela Polícia e denunciada pelo Ministério Público sob a grave acusação de ter sido a mentora e, junto com os demais membros de sua família, ter assassinado seu próprio marido, o pastor Anderson do Carmo.

Também recentemente tornou-se um escândalo de proporções nacionais a acusação que recaiu sobre o padre Robson de Oliveira, responsável pelo Santuário Basílica de Trindade, em Goiânia. Fundador e presidente da Afipe, entidade responsável pelo Santuário, o religioso, além de ter de explicar a compra de fazendas, casas de praia e outros imóveis de luxo, também é acusado de, sob extorsão por parte de um homem com quem mantinha um relacionamento, ter desviado a alta soma de 120 milhões doados por fiéis àquela entidade.

Por fim, há o caso do médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, acusado de ter cometido mais de 300 estupros e recentemente condenado a 40 anos de reclusão em regime fechado por ter estuprado cinco mulheres durante “atendimentos espirituais” em Abadiânia (GO), segundo informações divulgadas pelo Tribunal de Justiça de Goiás.

Uma pastora evangélica. Um padre católico. Um médium espírita.

Não, não venham agora dizer que eles não são ligados às instituições pelas quais se tornaram conhecidos, porque até antes de cada escândalo – ou crime – nenhuma pessoa, em nenhuma destas três respeitáveis correntes religiosas, jamais os desautorizou ou se pronunciou fazendo qualquer tipo de ressalva às suas condutas.

Faz-se necessário explicitar que este texto não é feito com alegria, nem com sarcasmo, nem mesmo com uma pontinha de oculta satisfação. É, antes de tudo, fruto da necessidade de todos nós, sejamos ligados às religiões acima ou a quaisquer outras, observarmos a fragilidade da natureza humana e de suas instituições, de seus representantes e de nós mesmos.

Deus é perfeito, mas nós não somos. E as instituições religiosas em que participamos também não são.

Pastores e fiéis, líderes e liderados, estamos sujeitos às paixões, aos erros, às imperfeições e, em casos extremos, até ao cometimento de crimes, caso não saibamos manter a firmeza na fé e nos princípios que advém da religião pela qual optamos, a ser observado sob vigilância constante, tão constante como as fraquezas de que todos somos portadores.

Decerto que Deus não é culpado pela queda dos humanos que o representam na Terra. Nem deve decair de sua condição absoluta, ou merecer o afastamento de quem quer que seja, por conta da conduta equivocada de membros do clero ou de fiéis.

Porém mostra-se imprescindível conter o orgulho, a vaidade e fazer este duro, áspero exercício de humildade, reconhecendo o quanto somos falíveis, frágeis, o quanto estamos próximos do crime e da desgraça.

E reforçar a fé cuidando da própria conduta e monitorando, muito mais do que os erros dos outros, as nossas próprias fraquezas e erros.

Julio Cezar de Oliveira Gomes é graduado em História e em Direito pela UESC – Universidade Estadual de Santa Cruz.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Blog do Gusmão.



One response to “As religiões, o crime e cada um de nós

  1. Q R A – Mestry Badahra – sempre em Q A P total !
    Nobre Professor Julio Gomes
    Data Venia .
    Parabéns pela vossa postagem, e exposição deste inaceitáveis, e Graves ocorridos ,por elementos, que se escudam, em uma filosofia , e se in-tri-tulam Representantes “au-to-ni-mus” De uma Divindade, criada pelo gênero humano, que passa atender os desgraçados, desesperados e congeneres, Em ambientes (templos ) Terreiros etc (segundo eles ) Onde solucionará qualquer problema, Porem tem que ser dentro das igrejas etc E através do Pedido, da solicitação, do Padre, do Apostolo,do Bispo, da Bispa ,do Missionario, da Missionaria, do Pai de Santo, ou do Médium especial ( exemplo tipo bandido João do Diabo ) etc e coisa e tal …E dai contrariando as Sugestões do Iluminado, que tentou salvar seu povo(mais fracassou ) Eles aplicam o lance do Antigo Testamento, das contribuições, relativo ao sistema Judaico ….
    E, como Se sabe , Tudo Começou na IGREJA ROMANA, uma Potencia internacional onde se vendia até espaços celestes com as indulgencias Plenárias.
    Ai , O Martin que também era LUTERO, Saiu Fora e ali na Alemanha lá em BOHN, Montou o Esquema paralelo, Protestando contra a Potencia do Vaticano …
    Perseguido ( inclusive pelo Papa Negro, ( IGNÁCIO DE LOIOLA . Fundador da ordem dos Jesuitas) que tentou acabar com o , porem não deu … Ai com o progresso da Comunicação, as multiplicações, acontecem neste excelente negocio, explorado por Fortes organizações, que comercializam a FÉ E A ESPERANÇA …
    Como se sabe, nas regiões, onde a ausência, da educação e cultura, e do tipo Brasil , Africa etc A Miséria Turbina os cofres, destes Milagreiros , que inclusive são isentos de impostos … E tudo isso Em Nome de
    JÈSUUUUUUSSSSSS !
    O Chico Xavier foi a exessão .
    E,ainda Bem, que com a proliferação de, capelas e igrejas etc Os que Acreditam em Coisas la do CÉU , Não vão engrossar mais ainda o números de induzidos, e incautos, que fomentam as Malditas industrias do Tabaco, da Cachaça , e das Drogas , que a cada minuto joga no Tobogã do Capeta, mais um desgraçado .
    Mestry Badahra
    Livre Pensador )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *