Ilhéus registra 80 casos novos de Covid-19 nesta quinta (03)

Foto: Andressa Anholete / Getty Images.

O boletim municipal desta quinta-feira (03) mostra que Ilhéus permanece com 207 mortes causadas por Covid-19.

Hoje a cidade apresentou aumento de 80 no número de casos confirmados da Covid-19, chegando a 6.266. Na quarta eram 6.186 casos confirmados.

O número de casos ativos aumentou. Nesta quinta é de 429, na quarta o número era de 343, um crescimento de 86 casos ativos.

São considerados ativos os casos que permanecem monitorados pela vigilância epidemiológica, com sintomas da Covid-19 e que podem infectar outras pessoas. Esses casos descartam pacientes curados e aqueles que infelizmente faleceram. Formam um indicador importante para saber se a pandemia ganha ou perde força.

Bahia tem 9.881 casos ativos nesta quinta-feira (03)

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.440 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,3%) e 3.060 curados (+1,2%). Dos 265.739 casos confirmados desde o início da pandemia, 250.309 já são considerados curados e 9.881 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 415 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (29,87%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (5.923,46), Almadina (5.819,91), Itabuna (5.022,91), Dário Meira (4.957,98), Salinas da Margarida (4.742,45).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 495.045 casos descartados e 86.464 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (3).

Na Bahia, 23.651 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

(mais…)

Secretaria da Educação do Estado realiza aula virtual de Biologia nesta sexta (4)

Imagem ilustrativa.

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) promove, nesta sexta-feira (4), mais uma aula on-line voltada para a preparação dos estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), pelo Projeto Enem 100%. A aula será com o professor de Biologia, Uelem Moura, com transmissão pelo canal do YouTube “Educação Bahia”.

As aulas virtuais do Projeto Enem 100% acontecem sempre às terças-feiras e sextas-feiras, das 16h às 17h, e seguirão até 18 de setembro, envolvendo diferentes componentes curriculares. A iniciativa faz parte de uma série de atividades lançadas pela SEC para fortalecer a aprendizagem dos estudantes que irão prestar o exame. No Portal da Educação, o estudante ainda tem à sua disposição uma apostila que pode ser baixada, por aula, e a programação das próximas aulas que serão realizadas.

As provas do Enem, na versão impressa, serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 e, na versão digital, em 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Hospital Regional Costa do Cacau inicia campanha Setembro Verde 2020

Durante a abertura do Setembro Verde, mês de campanha nacional de doação de órgãos e tecidos, no ano passado, funcionários do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, se reuniram na frente da unidade e fizeram uma bela homenagem à ação, soltando balões verdes. Também aconteceram diversas atividades para conscientização sobre o tema.

Agora em 2020, muitas mudanças na programação referente à campanha foram impostas pela pandemia do novo coronavírus. Porém, a sensibilização sobre a doação de órgãos deve ser intensificada, de maneira mais cautelosa, priorizando a segurança sanitária para evitar o contágio da Covid-19. Estão proibidos encontros que formem aglomerações e o trabalho será direcionado de forma mais individualizada para que a mensagem dessa causa tão importante seja repassada.

De acordo com Ronaldo Pereira, coordenador da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do HRCC, em setembro de todos os anos,  profissionais de saúde, também da área do transplante e da doação desenvolvem ações educativas, de mobilização, entre outras para debaterem a importância de ser um doador. “É muito importante propagar o amor ao próximo, através de um ato grandioso e generoso que é a doação. Isso pode mudar a vida de milhares de pessoas que aguardam na fila de espera”, comentou.

Impacto da pandemia – O enfermeiro indicou que este ano estão suspensas as distribuições de panfletos e outros materiais para evitar o contágio da Covid-19. “Ficamos impossibilitados de fazer algumas coisas, estamos estudando alternativas seguras junto com a Organização de Procura de Órgãos (OPO). O mais importante, não deixaremos de transmitir essa mensagem, seja com bandeiras, faixas e atividades sem riscos para as pessoas”, disse.

O coordenador ainda citou que a pandemia do novo coronavírus causou impactos na doação de órgãos. “Desde março, a Sesab implantou ajustes necessários nas rotinas e condutas para garantir a segurança dos profissionais e dos pacientes envolvidos. Parte do serviço da doação teve uma redução na disponibilidade, por exemplo, de tecidos oculares para fins terapêuticos. Os protocolos adotados, com testes eficazes para detecção da Covid-19, indicam o restabelecimento gradual do serviço, no caso das situações emergenciais, estas sempre foram atendidas, não tiveram suspensão”, concluiu.

Corpo de mulher é encontrado dentro de mala em Ilhéus

Após denúncia anônima, policiais civis e peritos do Departamento de Polícia Técnica encontraram o corpo de Thaianne Nascimento Oliveira em um terreno nas proximidades da Praia do Marciano, zona norte de Ilhéus, na manhã da quarta-feira (02).

O corpo de Thaianne, que tinha 26 anos, foi reconhecido por familiares. A jovem morava no Alto do Coqueiro, Malhado, e estava desaparecida desde o dia 07 de agosto.

O corpo da jovem estava em avançado estado de decomposição, em pedaços, dentro de uma mala que foi enterrada numa cova rasa. A Polícia Civil investiga o crime.

Com informações do Pimenta Blog.

Avenida Esperança passou o Banco da Vitória e é o bairro com mais casos ativos de Covid-19 em Ilhéus

Vista aérea da Avenida Esperança. Foto: José Nazal.

A Avenida Esperança é o bairro com mais casos ativos da Covid-19, pois ultrapassou o Banco da Vitória que liderava a lista preocupante desde a última semana.

As informações são do Mapa da Covid-19 de Ilhéus, elaborado pelo vice-prefeito José Nazal, com dados coletados até a quarta-feira (02).

Desde a última atualização, feita no dia 31, o número de casos ativos no bairro aumentou de 33 para 42, segundo o monitoramento municipal.

O bairro é seguido pela Conquista (40), Malhado (37), Banco da Vitória (35) e Teotônio Vilela (30).

Em relação aos distritos, Olivença (17) é a localidade que mais tem pessoas infectadas na fase de disseminação do vírus. Confira a tabela.

São considerados ativos os casos que permanecem monitorados pela vigilância epidemiológica, com sintomas da Covid-19 e que podem infectar outras pessoas. Esses casos descartam pacientes curados e aqueles que infelizmente faleceram. Formam um indicador importante para saber se a pandemia ganha ou perde força.

Veja o mapa.

Bahia entra na lista de estados com queda na média móvel de mortes diárias por Covid-19

A Bahia entrou na lista dos estados com queda na média móvel de mortes provocadas por causa do novo coronavírus. A comparação dos números da última terça-feira (1º) com os de duas semanas atrás mostra que houve uma redução de 18% na quantidade de mortes diárias no estado. Apesar disso, autoridades e especialistas contam que é necessário manter todos os cuidados para evitar o avanço do vírus no estado.

A média móvel das mortes é caculada pelo número de morte dos últimos sete dias. O indicador é usado por especialistas e autoridades da saúde para monitorar o avanço da doença no país.

No dia 19 de agosto, o estado registrou uma média de 68 mortes por dia. Na última terça-feira (1º), 14 dias depois, a média caiu para 56. Na prática, isso significa que houve uma redução de 18%. Além da Bahia, outros 13 estados do país apresentam redução no número de mortes causadas pela Covid-19.

Segundo o último boletim da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), divulgado na tarde da quarta-feira (2), a Bahia tem mais recuperados da doença da Covid-19 do que infectados pelo novo coronavírus. O levantamento aponta que 247.249 pessoas são consideradas recuperadas, e 9.548 estão com o vírus ativo, podendo transmiti-lo.

Apesar dos números positivos, Ângelo Loulo, pesquisador do Portal Geocovid-19, pontua que o risco de transmissão ainda é muito grande. (mais…)

Nova cédula de R$ 200 já está em circulação

O Banco Central (BC) lançou na quarta-feira (02/09) a nova nota de R$ 200,00 com a imagem do lobo-guará. Foto: Raphael Ribeiro/BCB.

Da Agência Brasil.

O Banco Central apresentou na quarta-feira (2) a nova cédula de R$ 200, que passa a ter valor legal imediatamente e começa a circular conforme a demanda. Ao todo, serão disponibilizadas 450 milhões de unidades da nota até o fim do ano.

Para o presidente do BC, Roberto Campos Neto, a introdução da nova cédula era fundamental para evitar um eventual desabastecimento do papel-moeda frente ao aumento da demanda por dinheiro em espécie desde o início da pandemia do novo coronavírus.

“O momento singular que estamos vivendo trouxe os mais diversos desafios, e um deles foi um aumento expressivo na demanda da sociedade brasileira por dinheiro em espécie. O aumento foi verificado no Brasil desde o início da pandemia, mas não foi exclusividade do nosso país. Outras nações viveram fenômeno semelhante. Em momentos de incerteza, é natural que as pessoas busquem a garantia de uma reserva em dinheiro”, afirmou, durante o discurso de lançamento do novo modelo.

A cédula de R$ 200 traz cores cinza e sépia predominantes e homenageia o lobo-guará, animal típico da fauna do cerrado brasileiro, e atualmente ameaçado de extinção. A nota tem o mesmo formato e dimensões da cédula de R$ 20 (14,2cm x 6,5cm). A decisão de manter o formato, segundo o BC, é para melhor adaptação aos caixas eletrônicos e demais equipamentos automáticos que aceitam e fornecem cédulas de dinheiro.

“O Banco Central tem atuado durante todos estes meses e tem conseguido fornecer cédulas e moedas de modo a atender às necessidades da sociedade de forma adequada. Ainda assim, como estamos vivendo um momento sem precedentes na história, não há como prever se essa demanda por dinheiro em espécie continuará aumentando, e por quanto tempo. Esse momento, com essas necessidades, se mostrou oportuno para o lançamento de uma cédula de maior valor, cujo pré-projeto já existia desde o lançamento da segunda família de cédulas, em 2010”, acrescentou Campos Neto.

Ao também justificar a necessidade da nova cédula, a diretora de administração do BC, Carolina de Assis Barros, explicou que a estimativa de papel-moeda projetada pelo Banco Central tornaria inviável a reposição com a impressão de novas notas de R$ 100.

Segundo ela, os cálculos do BC, em análise conservadora, estimavam a necessidade de um adicional de R$ 105,9 bilhões, em valor financeiro, que precisaria ser gerado em um espaço de cinco meses. Isso sem contar as encomendas de novas cédulas e moedas previstas para o ano, da ordem de R$ 64 bilhões, também em valor financeiro.

“A Casa da Moeda do Brasil possui um parque fabril dimensionado para as necessidades brasileiras conforme o padrão histórico verificado até aqui. No entanto, a fim de gerar maior volume financeiro em menor espaço de tempo, imprimir cédulas de R$ 100 não seria uma alternativa factível, pois a capacidade de produção da referida denominação em 2020 já estava integralmente adquirida”, explicou a diretora. (mais…)