Evento propõe soluções criativas para combater o tráfico de vida selvagem

Imagem do site zoohackathon.waas.ninja.

Criar uma solução criativa e que faça a diferença no combate ao tráfico de vida selvagem. Esse é o desafio do Zoohackathon, evento internacional, que acontece nos dias 6, 7 e 8 e em vários países do mundo, simultaneamente.

O evento, patrocinado pela Missão Diplomática dos EUA no Brasil, vai dedicar 48 horas para estabelecer uma solução que faça diferença no combate ao tráfico de vida selvagem.

Durante o evento haverá uma equipe de suporte e mentoria, para que os participantes possam formar seus times ou participar com times previamente formados.

Neste ano o evento será 100% online, então sem sair de casa você pode fazer a diferença no mundo, e ainda concorrer a uma nomeação internacional ao seu projeto para representar o Brasil na competição Global.

O Zoohackathon é feito para desenvolvedores, designers, empreendedores, estudantes universitários, ambientalistas, zootecnistas acadêmicos e ONGs, então se você tem um perfil mão na massa, se interessa e entende sobre desenvolvimento de softwares ou hardwares, design e negócios, esse evento é feito pra você!

O evento é organizado pelo Instituo Waas, Jupiter, Founder Institute e apoiado pela Freeland Brasil.

Inscreva-se aqui!



2 responses to “Evento propõe soluções criativas para combater o tráfico de vida selvagem

  1. Com o intuito de divulgar uma notícia sobre Meio Ambiente e que terá algo a ver com este Evento, venho por este meio, informar que,, no Parque Ecológico Municipal do Bairro de Ilhéus II, nos últimos 60 dias verifiquei que e conforme a foto aqui mostrada acima, um grupo de 10 a 15 indivíduos desta espécie (Mico Leão Dourado (escuros)), começaram a aparecer aqui bem perto da casa onde resido (Ilhéus II) e têm “visitado o local”, quase todos os dias, se bem que, em dias alternados (os Micos Estrela (cerca de 30 a 40 indivíduos) aparecem nos dias em que os Micos Leão não vêm). Agradecia que e antes que se “inicie a caça” a esta (Micos Leão) espécie e acabem por exterminá-los (como já aconteceu anteriormente), as Instituições Governamentais, as Ong’s, os Amigos da Natureza, os idealizadores deste Eventos e todos os que estão interessados na preservação da Mata Atlântica, foquem bem os “holofotes” neste caso aqui bem perto de todos nós (Ilheenses) e façam o que deve ser feito. Agradecendo desde já o empenho, informo que resido no Ilhéus II e que, nos últimos 10 anos, tenho feito a minha parte mas, neste quesito, estou alheio a tudo o que concerne a animais silvestres e de preferência, a estes que estavam em vias de extinção e agora já por aqui voltaram a existir. Disponham sempre que o desejarem, estarei à vossa espera e um Muito Obrigado…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *