Filha de servidor municipal afastado saiu de Ilhéus para ajudar a família e foi assassinada

Filha do servidor afastado Neilton Braz (foto) foi assassinada em Vitória (ES). Imagem extraída de vídeo.

Vídeo que circula nas redes sociais, realizado pela campanha de um candidato a prefeito, tem causado forte comoção em vários leitores do BG.

O servidor público municipal Neilton Santos Braz, que foi afastado em janeiro de 2019, conta que nesse período de quase dois anos perdeu uma filha que foi morar em Vitória (ES) com o objetivo de ajudar a família que estava vivendo (e ainda está) dificuldades financeiras.

Segundo Neilton Braz, na capital capixaba a filha dele foi assassinada. No vídeo, o funcionário afirma que o gestor responsável pelo afastamento não tem coração. Emocionado, pede solidariedade com a dor dele e de mais “trezentos e sessenta e sete pessoas” (precisamente 268 servidores) afastadas pela força do decreto municipal.

“Pense um pouco em nossa família que está passando por necessidade. Esse cidadão não tem compromisso com ninguém. Só tem compromisso com o grupinho dele”.



One response to “Filha de servidor municipal afastado saiu de Ilhéus para ajudar a família e foi assassinada

  1. A mais pura verdade. Sem falar que a prefeitura terá no futuro um peso enorme de precatórios gigantescos a honrar. Mais viável seria deixar o pessoal aposentar… Bom para todos, seria o fim da pendenga na justiça, a reavaliação de um erro histórico da prefeitura e a não possibilidade de prejuízo aos cofres públicos. Vamos pensar um pouco, estas pessoas estavam há meses de suas aposentadorias !! Do ponto de vista administrativo, tem ou não lógica o que estamos falando ???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *