Com processos na justiça criminal, Jamil Ocké e Tarcísio Paixão foram derrotados nas urnas

Notinhas.

Tarcísio Paixão e Jamil Ocké. Fotos: internet/reprodução.

O ex-vereador Jamil Ocké e o atual Tarcisio Paixão não conseguiram votos suficientes para o preenchimento de cadeiras na Câmara Municipal de Ilhéus.

Jamil Ocké, condenado à prisão em 1ª instância por compra superfaturada de frangos quando foi secretário de assistência social (2013 a 2016), conquistou apenas 509 votos. Em 2016, foi o mais votado com 2.330. A redução de uma eleição para outra foi de 78%.

Tarcísio Paixão é acusado de montar um esquema de superfaturamentos e desvios de recursos públicos quando presidiu o legislativo municipal no biênio 2015/2016. Chegou a ser preso preventivamente, mas responde em liberdade. Em 2016, teve 1699 votos, quatro anos depois conquistou 749. A redução foi de 56%.

Até o momento, os dois não podem ser considerados definitivamente culpados pelos crimes que respondem. Não há contra ambos sentença transitada em julgado.

Bahia já tem mais de 8 mil mortos por Covid-19

Coveiros usam roupas de proteção em cemitério de São Paulo Foto: Amanda Perobelli/Reuters / Amanda Perobelli/Reuters.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.849 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,8%) e 2.129 recuperados (+0,6%). Dos 380.294 casos confirmados desde o início da pandemia, 364.146 já são considerados recuperados, 8.110 encontram-se ativos.

Na Bahia, 30.453 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos.

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 25 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

(mais…)

Confira os resultados de Mário, Valderico e Cacá por local de votação

Marão, Cacá e Valderico Junior.

O vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal, levantou os resultados dos três principais candidatos a prefeito de Ilhéus por local de votação.

Marão (PSD), Valderico Junior (DEM) e Cacá (PP) concorreram no último domingo (15) e o primeiro saiu vitorioso com 37.290 votos.

Valderico teve 20.265 e “Nosso Cacá” 13.845.

Clique aqui.

Após 8 anos sem representação feminina, Ilhéus terá duas vereadoras

Ivete e Professora Enilda ocuparão duas vagas na Câmara Municipal. Fotos: internet/reprodução.

A partir de 1º primeiro de janeiro de 2021, Ilhéus terá duas vereadoras na Câmara Municipal. As eleitas são de partidos antagônicos: Ivete (DEM) e Professora Enilda (PT).

A última vereadora da cidade foi a Professora Carmelita durante o mandato 2009 a 2012. De lá para cá foram 8 anos de Poder Legislativo Municipal composto apenas por homens.

Ivete Maria De Souza é servidora pública federal (INSS) aposentada, tem 68 anos, nasceu em Itajuípe e é divorciada. Tem nível superior completo e declarou possuir como bem um carro no valor de quase R$ 40 mil. Foi candidata outras vezes, mas não venceu. Com o resultado exitoso em 2020, faz parte da tradição que às vezes elege funcionários do INSS, como o ex-vereador Edson Caranha (2005 a 2008).

Enilda Mendonça Oliveira é professora do ensino fundamental, tem 53 anos, nasceu em Ilhéus e é casada. Tem nível superior completo e declarou possuir bens que valem R$ 324 mil. É sindicalista e destacou-se na defesa dos servidores municipais afastados pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, em janeiro de 2020. Tentou ser vereadora em 2016, mas faltaram 3 votos para conquistar a vaga, por isso ficou na 1ª suplência.

Tanto Ivete (625 votos) como Enilda (1480 votos) foram eleitas em partidos que fazem oposição ao atual prefeito. Terão 19 colegas homens no parlamento e muito trabalho pela frente para combater o machismo.

Como qualquer município brasileiro, Ilhéus tem tradição patriarcal, poucas ruas com nomes de mulheres e nunca teve uma prefeita. Recentemente, a cidade foi notícia em todo Brasil, quando uma pessoa não identificada gravou um homem agredindo uma mulher com vários socos no rosto.

Bahia é o quarto estado em queda do ICMS no Nordeste

Ricardo Gonzalez, vice-diretor de assuntos econômicos financeiros do IAF.

Estudos realizados pelo Instituto dos Auditores Fiscais do Estado da Bahia (IAF) apontaram que a Bahia foi o quarto estado da região nordeste em queda na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), com perda de receita de -1,01% até outubro de deste ano. Dos nove estados que compõem a região nordeste, apenas Alagoas e Maranhão apresentaram variação positiva. De acordo com Boletim de Arrecadação de Tributos Estaduais do Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ), na Bahia o ICMS representou 81,5% das receitas tributárias arrecadadas até outubro.

Para Ricardo Alonso Gonzalez, Vice-Diretor de Assuntos Econômicos Financeiros do IAF e responsável pelo estudo, a queda é reflexo das medidas de isolamento social, impostas pelo novo coronavírus. “A COVID-19 continua fazendo estragos na saúde da população e nas finanças dos estados brasileiros. As medidas de isolamento social, fechamento de estabelecimentos comerciais, shoppings centers e proibição de eventos, dentre outros, trouxeram como consequência uma diminuição brutal da atividade econômica, que se reflete na arrecadação da principal fonte de receita dos estados brasileiros, o ICMS”, disse.

(mais…)

Cresce o número de casos ativos de Covid-19 em Ilhéus; oficialmente há 101 pessoas infectadas

Imagem aérea do Teotônio Vilela. Foto: José Nazal.

Conforme o mapa elaborado pelo vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal, de segunda-feira (16) até quarta-feira (18) o número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus saltou de 72 para 101.

O bairro Conquista tem 19 casos ativos, Teotônio Vilela 10, Malhado 7, Avenida Esperança 7 e o Hernani Sá 6. Veja os demais bairros no mapa.

Das localidades fora da sede do município Aritaguá e Olivença têm 4 casos (cada)

São considerados ativos os casos que permanecem monitorados pela vigilância epidemiológica, com sintomas da Covid-19 e que podem infectar outras pessoas. Esses casos descartam pacientes curados e aqueles que infelizmente faleceram. Formam um indicador importante para saber se a pandemia ganha ou perde força.

Segurança do Trabalho intensifica campanha do “Adorno Zero” no Hospital Regional Costa do Cacau

“Adorno Zero” no HRCC. Foto: ASCOM.

O Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) com o apoio da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, intensificou durante este mês a campanha “Adorno Zero”.

Iniciada em agosto de 2020, a ação atende a Norma Regulamentadora (NR) 32, referente à “Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde”. A utilização de adornos dificulta a higienização adequada das mãos e de superfícies corpóreas, sendo potencial responsável por disseminar agentes de infecção entre objetos, para superfícies, para as mãos do profissional, ao paciente.

Com o objetivo de conscientizar todos os colaboradores do HRCC, o SESMT e a CIPA estão orientando funcionários em suas diversas funções, para o não uso de adornos e objetos, evitando esses meios de contaminação. Desde a portaria, setores assistenciais, até a área administrativa e alta direção.

Nas zonas de acesso controlado como a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e a Unidade Covid do HRCC, os trabalhadores são orientados na entrada de seu turno de trabalho e outras atividades programadas, de maneira segura, também são desenvolvidas. A Campanha ainda conta com um material de comunicação visual estratégica em diversos pontos de maior fluxo e visibilidade do hospital.

De acordo com a engenheira de Segurança do Trabalho do HRCC, Bruna Sobral, responsável pelo SESMT, a campanha visa minimizar os riscos de contaminação e infecção hospitalares e cumprir os requisitos legais aplicáveis aos serviços de saúde. “Orientamos, no sentido de sensibilizar, que algumas atitudes podem trazer riscos; como o ato de fumar; manuseio de lentes de contato; uso de adornos, como anéis, pulseiras, relógios e outros; todas estas práticas são proibidas, estendendo-se ao uso de crachás pendurados com cordão e gravatas”, destacou.

Da ASCOM-HRCC.