Erro da justiça pode gerar a soltura de Lukas Paiva

Lukas Paiva.

Um erro do poder judiciário pode favorecer o vereador afastado Lukas Paiva (PSB), que está preso desde março.

A audiência de instrução estava marcada para hoje, às 9 horas, na 1ª Vara Criminal de Ilhéus, mas os advogados da defesa não foram intimados no prazo correto.

O vacilo pode tornar injustificável a permanência de Paiva no cárcere mediante prisão preventiva. O adiamento da audiência ocorreu outras vezes e a defesa poderá pleitear a soltura do vereador por meio de pedido de relaxamento de prisão ou Habeas corpus, explica a fonte do BG.

Lukas Paiva é réu em ações decorrentes da Operação Xavier, do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), que investiga crimes supostamente cometidos contra a Câmara de Vereadores de Ilhéus, quando o vereador a presidiu no biênio 2017-2018. Ele também é acusado de criar obstáculos às investigações.

A audiência foi marcada para a próxima quarta-feira (25).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *