Fabio Vilas-Boas aparece sem máscara em evento e leva um “pito” do governador Rui Costa

Fábio Vilas-Boas no evento e sem máscara. Foto: reprodução.

Nesta quarta-feira (24), o governador da Bahia, Rui Costa, passou um pito no secretário estadual de saúde, Fabio Vilas-Boas, já que o mesmo apareceu num evento sem máscara e com diversas pessoas ao redor.

Para o governador, o médico e secretário cometeu um erro e precisa se pronunciar.

“Ele estava no jantar, evidente que ninguém come com máscara, mas acho que fazer foto sem máscara não é uma boa referência para um secretário estadual. Ele cometeu um erro. Não falar não ajuda em nada”, afirmou Rui Costa.

Vilas-Boas permanece em silêncio sobre o assunto, mas um perfil no twitter conhecido como “Médicos Pela Liberdade” o questionou.

Vilas-Boas chegou a falar que estava separado das pessoas, de acordo com as orientações médicas.

Com informações do Varela Notícias.

“Nosso Cacá” derrotou Cacá Colchões

Notinhas.

Cacá Colchões.

Valderico Junior perdeu a eleição para Mário Alexandre, mas “Nosso Cacá” foi derrotado por si mesmo.

Na manhã desta terça-feira (24), o comerciante Cacá Colchões (como é amplamente conhecido) concedeu entrevista à Conquista FM como se ainda fosse candidato, pois o tom foi igual.

Diante da primeira pergunta, recusou-se a responder por quais motivos ficou em terceiro lugar, diferente de 2016 quando ficou em segundo.

O BG tem uma explicação.

Quem ouviu Cacá durante a entrevista de hoje e acompanhou o processo eleitoral percebeu a diferença acentuada entre o discurso do candidato e as mensagens da campanha.

No programa de rádio Cacá foi incisivo e crítico ao atual prefeito na medida certa. Na campanha preferiu o tom “paz e amor” e cedeu o protagonismo da oposição a Valderico Junior, que por sinal, não se expressa bem.

Ao sair várias vezes num minitrio pelas ruas da cidade, deu ênfase à campanha mecânica sendo que o período exigia prioridade ao conteúdo digital (internet). Quando a justiça proibiu os atos públicos já era tarde.

Para este modesto blog, a eleição municipal de 2020, em Ilhéus, é um fenômeno.

Será lembrada como o processo em que o candidato de melhor performance no discurso e mais preparado para vencê-lo adotou o tipo de campanha mais equivocado, a despolitização.

Graduadas na Faculdade de Ilhéus, enfermeiras destacam ensino sobre Empreendedorismo

As enfermeiras Renata Diniz, Laisa Tavares e Elis Lima, graduadas na Faculdade de Ilhéus, participaram do 1º Encontro de Enfermeiras Empreendedoras, promovido pela instituição, e destacaram a abordagem pedagógica do Empreendorismo durante o curso, como um aspecto que trouxe diferencial às suas respectivas carreiras. O evento aconteceu no dia 19 de novembro, através da Plataforma Teams, com transmissão simultânea pelo YouTube.

Coordenado pelo colegiado do curso de Enfermagem, o encontro teve o objetivo de apresentar e debater exemplos de inovação na atuação das profissionais do cuidado, além de marcar o transcurso do Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino. Segundo Renata Diniz, que hoje reside em João Pessoa, as aulas da disciplina sobre Empreendedorismo foram fundamentais para “perceber que a nossa profissão não está restrita a um hospital ou a uma unidade básica de saúde.”

Enfermeira Renata Diniz.

Mãe de dois filhos por adoção, Renata aprofundou os estudos sobre amamentação e hoje atua na assessoria e eventos do segmento materno-infantil. “No início, paguei para trabalhar. Mas agora, dou cursos sobre amamentação e cuidados para gestantes, promovo eventos multiprofissionais de saúde e formei uma equipe de mentoria para novas consultoras de amamentação”, afirmou.

A enfermeira Laisa Tavares graduou-se na primeira turma do curso de Enfermagem, em 2012, e por três anos trabalhou no Hospital São José e na Maternidade Santa Helena. No entanto, incentivada pela abordagem da cultura empreendedora na Faculdade, decidiu aprofundar sua pesquisa na área de imunização.

Enfermeira Elis Lima.

A partir daí, Laisa firmou parceria com seu esposo, que é administrador, e fundou a Clínica Imunize, especializada em vacinas, instalada no edifício Premier, em Ilhéus. “Tive que estudar ainda mais para atuar como enfermeira empreendedora. Nossa profissão tem mais de 60 áreas onde podemos atuar. Eu sou super-realizada na minha área. As ideias vão fluindo e quero colocá-las em prática”, disse.

Graduada em 2017, Elis Lima transferiu-se para Goiânia, por questões familiares. Estimulada pelas aulas de empreendedorismo e pela experiência na Feira de Negócios e Oportunidades, realizada anualmente na Faculdade de Ilhéus, optou por atuar profissionalmente na área de terapias integrativas e, agora, se especializa na área de Estética, segmento que tem apresentado franca expansão no mercado de trabalho.

Enfermeira Laisa Tavares.

Ao encerrar o evento, o diretor-geral da Faculdade de Ilhéus, professor Almir Milanesi, disse estar alegre e satisfeito pelo fato de a filosofia pedagógica da instituição resultar em melhor preparo profissional aos enfermeiros e aos egressos dos demais cursos de graduação. No dia Mundial do Empreendedorismo Feminino, Milanesi lembrou que o Brasil possui 24 milhões de mulheres empreendedoras, segundo pesquisa do Sebrae (2019). “De cada 100 CNPJ’s criados no Brasil, 52 são de iniciativa das mulheres, e esse índice vem crescendo a cada dia”, enfatizou o diretor.

Mangostão terá promoções imperdíveis durante a Black Friday

O Supermercado Mangostão vai oferecer super promoções durante a Black Friday.

O período promocional será iniciado na próxima quinta-feira (26) e terá duração de cinco dias, com o final previsto para terça-feira (30).

O BG vai divulgar as ofertas imperdíveis. Aguarde!

O Mangostão fica localizado no prédio do antigo Rondelli, Malhado, em Ilhéus. 

Tecnologias para quê?

Progredimos tecnologicamente, não há dúvida. Viajamos a velocidades supersônicas, ultrapassamos a estratosfera em naves espaciais, singramos o fundo dos mares com submarinos e podemos realizar uma delicada cirurgia em alguém que está do outro lado do mundo, usando a informática e a robótica. Mas preferimos nos matar uns aos outros.

Por Julio Gomes.

Havia, na segunda-feira pela manhã, umas manchas escuras de sangue na calçada, bem próximo ao meu local de trabalho, no Centro da cidade. Mas, como há poucos metros do sangue está a porta de entrada para um Dentista, supus que se tratasse de uma extração malsucedida (ou bem-sucedida?), daquelas em que saímos do odontólogo cuspindo sangue vivo.

À tarde, porém, me contaram os fatos: na noite anterior, um homem fora baleado ali, e a vítima morreu no local, antes que alguém pudesse prestar-lhe socorro.

Não posso deixar de ficar atônito com o quanto vale a vida humana, em nossa sociedade, auto intitulada moderna e civilizada.

Desde, pelo menos, a Primeira Guerra Mundial, já deveria ter ficado claro para a humanidade que progresso tecnológico não é garantia de progresso humano. Aliás, avanços tecnológicos em mãos de pessoas despreparadas muito frequentemente geram tragédias, como confirmamos todos os dias, ao ver endinheirados de mente fraca se encherem de substâncias alucinógenas e perderem a vida dirigindo irresponsavelmente um lindo carro, novo e potente, que custou milhões. Ou matarem alguém ao dirigir desta forma.

Progredimos tecnologicamente, não há dúvida. Viajamos a velocidades supersônicas, ultrapassamos a estratosfera em naves espaciais, singramos o fundo dos mares com submarinos e podemos realizar uma delicada cirurgia em alguém que está do outro lado do mundo, usando a informática e a robótica. Mas preferimos nos matar uns aos outros.

(mais…)

Homem mata ex-mulher com motosserra em Itabuna

Márcia Luísa (a vítima) e José Francisco (o assassino).

De acordo com o site Pimenta, no início da madrugada de ontem (segunda-feira, 23), um homem utilizou uma motosserra para esquartejar a ex-mulher. O assassinato extremamente cruel ocorreu na região do bairro Santa Clara, perto da estrada vicinal de acesso à localidade conhecida como Ribeirão dos Cachorros, em Itabuna. A vítima foi identificada como Márcia Luísa dos Santos Melgacio, de 40 anos.

Márcia teria sido sequestrada pelo ex-companheiro, identificado como José Francisco dos Santos, de 49 anos, e levada para a zona rural. Quando percebeu que seria assassinada, Márcia Luísa tentou fugir, mas foi alcançada e morta.

Minutos depois de localizar o corpo de Márcia Luísa, a polícia recebeu informações de que José Francisco teria cometido suicídio. O corpo dele foi encontrado numa casa na rua Petrópolis, no bairro Sarinha Alcântara, no final da tarde. Os corpos foram levados para o Departamento de Polícia Técnica de Itabuna.

Ilhéus registra mais duas mortes por Covid-19; há 39 pessoas em leitos de UTI

Foto: Bruno Kelly/Reuters.

O boletim resumido divulgado pela Secretaria de Saúde de Ilhéus na última segunda-feira (23) registra mais duas mortes por Covid-19 na cidade. Ao todo, 260 pessoas faleceram devido aos males da doença. Há 39 pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Conforme dados oficiais (não precisos devido à baixa testagem), Ilhéus já registrou 7549 casos confirmados. Há 260 ativos.

Ilhéus tem 114 casos ativos de Covid-19; Conquista e Hernani Sá são os bairros com mais pessoas infectadas

Vista aérea do bairro Hernani Sá. Imagem: José Nazal.

Conforme o mapa elaborado pelo vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal, de segunda-feira (23), a cidade tem 114 pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

O bairro Conquista tem 17 casos ativos, Hernani Sá 14, Malhado 10, Nelson Costa 10 e Teotônio Vilela 9. Veja os demais bairros na tabela.

Das localidades fora da sede do município Olivença tem 5 e Aritaguá 3.

Vale destacar que esses dados são oficias. Há de se considerar que desde o início da pandemia, Ilhéus se notabilizou pela baixa testagem dos pacientes com sintomas.

São considerados ativos os casos que permanecem monitorados pela vigilância epidemiológica, com sintomas da Covid-19 e que podem infectar outras pessoas. Esses casos descartam pacientes curados e aqueles que infelizmente faleceram. Formam um indicador importante para saber se a pandemia ganha ou perde força.