Magno Lavigne foi afastado da Rede no mesmo dia em que pediu desfiliação

Magno Lavigne.

O sindicalista Magno Lavigne, que já foi secretário municipal de Ilhéus no governo de Newton Lima (2007 a 2012) e hoje atua em programas de rádio de Salvador, foi afastado da Rede Sustentabilidade neste sábado (23). Nas eleições municipais de 2020, Magno foi candidato a vice-prefeito da capital baiana na chapa do deputado federal João Carlos Bacelar (Podemos).

De acordo com a direção estadual do partido, o afastamento de Magno foi decidido em uma reunião realizada hoje, por unanimidade, após o mesmo ter atentando contra a imagem pública da dirigente nacional e porta-voz estadual Iaraci Dias, por meio de atitudes machistas, sexistas e desrespeitosas.

No mesmo dia em que foi afastado, Magno Lavigne pediu desfiliação alegando motivos que, segundo fontes da Rede, não são verdadeiros, pois ele sabia da punição.

Em nota, Magno afirmou que o partido se aproximou da “direita” nas últimas eleições municipais. O partido apoiou, por exemplo, a reeleição de Colbert Martins (MDB) em Feira de Santana, ficou neutro no segundo turno em Vitória da Conquista e também participou da campanha da prefeita de Juazeiro, Suzana Ramos (PSDB).

Na sexta-feira (21), o partido publicou uma moção de desagravo a Iaraci Dias, na qual afirma que a mesma representa os princípios e valores da Rede Sustentabilidade e que tem conduzido o partido de forma ética, com respeito, práticas democráticas e pautada na construção coletiva.

Veja a nota da Rede Sustentabilidade:

O Elo Estadual da Rede Sustentabilidade, reunida na manhã de hoje, deliberou à unanimidade pela convalidação da decisão da Executiva Estadual, também à unanimidade, pelo afastamento cautelar do porta voz estadual Magno Lavigne, nas instâncias partidárias, inclusive no Congresso Nacional da Rede Sustentabilidade, com envio de processo à Comissão de Ética Estadual, por graves violações ao Código de ética da Rede Sustentabilidade e condutas incondizentes com os valores, princípios e práticas políticas estabelecidas no seu Estatuto.

Em tempo, reafirma em moção pública de desagravo à porta voz estadual Iaraci Dias, aprovada na mesma reunião, apoio por sua postura ética, digna e honesta e sempre na perspectiva do crescimento e fortalecimento da Rede na Bahia. Será garantida ampla defesa e contraditório ao filiado, nos termos do Estatuto da Rede, resoluções partidárias e Constituição Federal.

Que a sociedade baiana e a diversidade das forças políticas do Estado da Bahia saibam que a Rede Sustentabilidade é um partido com valores, princípios e forte densidade idelógica, e que não os negocia politicamente e nem se submete a mesquinhos projetos de poder pessoais. Só existe o que se faz!

Salvador, 23 de Janeiro de 2021

ELO ESTADUAL DA REDE SUSTENTABILIDADE – BA



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *